11 coisas que você deve ter em comum com seu parceiro

Você não deve ser igual ao seu parceiro, mas é preciso compartilhar alguns pontos com ele

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

O ditado diz que “os opostos de atraem” e isso até pode ser verdade, porém não é sempre que eles conseguem se manter juntos por muito tempo quando falamos de um relacionamento saudável.

Muito além das pequenas diferenças como o gosto para os filmes e a sobremesa preferida, existem algumas coisas que, na maior parte das vezes, não podem ser negociadas em uma relação porque representam uma quebra dos valores pessoais de cada um. Conheça as principais:

1. Planos para o futuro

Foto: iStock

Para que um relacionamento funcione, é essencial que você e seu parceiro ou parceira tenham a mesma visão sobre o futuro: onde vocês planejam morar, se vocês querem ter filhos, qual o padrão de vida que vocês almejam ter, etc.

Ter um “norte” ajuda vocês a perceberem o que cada um precisa fazer diariamente para que vocês possam alcançar esses objetivos. E, é claro, se vocês não têm o mesmo “norte”, talvez seja preciso repensar algumas escolhas ou o próprio relacionamento.

2. A possibilidade de serem vocês mesmos

Foto: iStock

Todas nós temos algumas “máscaras” que adotamos para poder conviver no trabalho ou em outros ambientes sociais. Porém, em casa e com o seu parceiro, você precisa se sentir à vontade para ser você mesma – e ele também. Do contrário, com o passar do tempo, você vai se sentir frustrada com você mesma ao não reconhecer mais quem você é.

Leia também: 10 coisas sobre relacionamentos que só se aprende sofrendo

3. Os dois sabem admitir quando estão errados

Foto: iStock

Não existe relacionamento perfeito, e as discussões são normais e até mesmo saudáveis – desde que elas aconteçam de forma respeitosa e sirvam para ajustar as coisas entre vocês. O que realmente importa nesse caso é que os dois saibam reconhecer seus próprios erros e sejam capazes de pedir desculpas.

Quando o relacionamento ainda não é muito sólido, a tendência é querer disfarçar nossas mancadas. Porém, quando estamos com alguém que realmente está disposto a nos entender e a fazer as coisas serem melhores, você se sente mais à vontade para assumir uma falha e encontrar uma solução.

4. Vocês têm os mesmos valores éticos e morais

Foto: iStock

Um de vocês não vê problemas em ganhar uma porcentagem em cima da obra do condomínio sem que os vizinhos fiquem sabendo, enquanto o outro acha que tudo deve ser às claras. Um faz questão de seguir todas as regras, mas o outro sempre procura um jeito mais fácil de fazer as tarefas, mesmo que isso signifique quebrar algumas normas.

Nesse caso, a diferença entre valores éticos e morais pode levar a uma grande decepção no relacionamento, pois um se sentirá tolhido e o outro sentirá que seus princípios foram desrespeitados.

5. Existe uma conexão emocional

Foto: iStock

Ter atração física é essencial para que um relacionamento exista, mas apenas isso não é o suficiente. Sem uma conexão emocional, não haverá um desejo verdadeiro de construir um futuro juntos – trata-se apenas de um relacionamento momentâneo.

Leia também: 12 coisas das quais ninguém sente falta em um relacionamento

Se é isso que você busca, tudo bem. Porém, se você deseja um parceiro ou parceira para ter uma relação de longo prazo, é necessário que haja afeto e interesse mútuo entre vocês.

6. Vocês lidam com o dinheiro de formas parecidas

Foto: iStock

Claro que você não deve abrir uma conta conjunta com seu parceiro na primeira semana, porém a forma como vocês lidam com as finanças é muito importante para se constituir um relacionamento duradouro.

Existem pessoas que optam por viver o presente e, por isso, não se preocupam em economizar. Outras, porém, colocam o futuro em primeiro lugar e buscam sempre guardar uma boa quantia todo mês. Embora cada um deva tomar conta de suas próprias finanças, é necessário que vocês tenham uma visão parecida sobre a melhor forma de lidar com o dinheiro.

7. Os dois têm o mesmo interesse em sexo

Foto: iStock

Quando duas pessoas têm níveis diferentes de interesse em sexo, uma delas sempre se sentirá frustrada e rejeitada enquanto a outra se sentirá pressionada o tempo todo. Dessa forma, é muito comum que as relações sexuais virem uma moeda de troca entre o casal, algo que não é saudável para o relacionamento.

8. Ambos dão o mesmo valor para passar o tempo a sós

Foto: iStock

Para que um relacionamento seja duradouro, é importante que ambos deem a mesma importância para o tempo que vocês passam um com o outro. Pode ser que um dos parceiros adore sair em turma e esteja sempre procurando uma atividade que envolva mais pessoas, enquanto o outro dá preferência para que o casal fique a sós.

Leia também: 14 coisas que esperam que você faça, mas que você não é obrigada

Nesse caso, pode haver uma disparidade no nível de atenção e dedicação percebido: enquanto um vai achar que já está passando tempo suficiente com o parceiro por incluí-lo em sua programação social, o outro pode sentir que o relacionamento não está sendo valorizado como deveria.

9. Vocês têm a mesma opinião sobre filhos

Foto: iStock

Se o seu parceiro é louco para ter filhos e você simplesmente não se identifica com a maternidade, fica claro que, em algum momento, vocês terão alguns obstáculos no relacionamento.

Pode ser que vocês ainda não tenham certeza sobre seus planos familiares, mas é importante que vocês esclareçam o que cada um pensa sobre esse assunto.

10. Visões parecidas sobre religião e política

Foto: iStock

Talvez você evite tocar nesses assuntos entre amigos ou no ambiente profissional, mas é essencial que você e seu parceiro tenham opiniões semelhantes quando se trata de temas sensíveis como religião e política.

Vocês não precisam necessariamente ter a mesma crença ou votar neste ou naquele candidato, mas é fundamental que haja um bom diálogo e que os dois sejam flexíveis. Quando não há espaço para o debate, pode ser muito difícil lidar com opiniões extremas.

Leia também: 20 dicas para a convivência a dois

11. Os dois têm a mesma vontade de crescer

Foto: iStock

Vocês podem sonhar em se especializar academicamente, abrir uma empresa de sucesso ou conquistar um cargo importante fora do país. Ou, então, pode ser que vocês estejam satisfeitos em ter um emprego estável e um carro na garagem.

Independente dos sonhos de vocês, é importante que os dois compartilhem a mesma vontade de crescer (ou não!). Do contrário, um vai acabar se sentindo irritado com o aparente desânimo do outro, e este não vai entender por que o parceiro simplesmente não o deixa em paz.

Pequenas diferenças são naturais e completamente esperadas – afinal, você não está se relacionando com o espelho! Contudo, existem alguns pontos dos quais pode ser difícil abrir mão. Quando essas grandes diferenças ficam embaixo do tapete, elas acabam por minar o relacionamento lá na frente. Dessa forma, é sempre indicado recorrer ao diálogo desde o começo da relação.

Assuntos: Relacionamentos

Dicas pela Web