Como superar o medo das mudanças na vida profissional

Saber lidar com a situação de mudança faz parte do amadurecimento profissional e pode ser um desafio com bons resultados

Escrito por Fernanda Boito

Foto: Thinkstock

Fazer escolhas é uma decisão difícil e o medo da mudança, para grande parte das pessoas, é inevitável. A insegurança que o sentimento de ter que começar do zero ou ter que começar de novo traz é grande, mas pode ser ainda maior quando as decisões estão ligadas ao mundo profissional.

A escolha de uma profissão no início da carreira, a troca de emprego, a mudança de cidade por razões profissionais, representam passos de grande importância na vida da maioria das pessoas e é natural que haja receio quando as exigências do mercado obrigam a tomada de um caminho novo. Confira dicas para superar o medo das mudanças na vida profissional.

Escolher a profissão pode ser uma das decisões mais difíceis e o receio vem pelo fato de acreditar-se que o futuro profissional é totalmente determinado ao tomarmos as primeiras decisões, como qual curso optar no momento do vestibular.

Vale a pena lembrar que as primeiras decisões são importantes, mas a carreira de cada um é o resultado de várias escolhas feitas ao longo do tempo e essas escolhas não são definitivas, sempre há tempo para tomar outro rumo.

Nesses casos, em que a insegurança é constante pelo fato de se tomar uma decisão que carrega uma enorme carga de responsabilidade, a orientação profissional ou orientação vocacional pode ser um bom começo.

O auxílio prestado por um profissional, normalmente um psicólogo, pode ser muito valioso para (re)descobrir as habilidades e aptidões daquele que está dando os primeiros passos no mercado de trabalho. Além disso, conversar abertamente com amigos e familiares sobre as angústias do primeiro emprego ou da escolha do curso universitário pode ajudar.

Já quando a mudança, seja ela de emprego ou de cidade, faz parte da vida de um profissional que está há anos no mercado de trabalho, o momento pode ser mais delicado, mas tudo é uma questão de adaptação.

É importante lembrar que por mais que o caminho pareça ser totalmente novo, ele é evolutivo. Desse modo, encarar a mudança como uma ótima oportunidade de aprendizagem, de soma de informações e experiências tem muito a acrescentar, além de tornar as coisas mais leves.

Por outro lado, as coisas podem parecer ainda mais complicadas quando a mudança acontece pelo fato de se reconhecer que uma escolha no passado não foi adequada ou já não serve para o momento de vida atual.

Nesses casos, os sentimentos de fracasso, vergonha, frustração, vazio e medo são comuns, mas faz parte do processo de amadurecimento, tanto pessoal quanto profissional, saber lidar com isso.

Em situações como essas, é fundamental evitar a tomada de decisões de maneira impulsiva ou inconsequente. Para tanto, deve-se sempre refletir sobre os motivos da mudança, entender as consequências, tolerar a incerteza dos resultados e, principalmente, aprender a corrigir passos equivocados.

Logo, percebe-se que lidar com as mudanças não é tão desesperador como pode parecer. Em qualquer caso, mudar os horizontes exige paciência e coragem, mas pode ser um desafio fascinante com resultados surpreendentes.

Dicas pela Web