Como responder às dúvidas das crianças

Sugestões de como esclarecer os inúmeros porquês dos filhos sobre os mais variados assuntos

Escrito por Andressa Dias
Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

As crianças, ao começarem a ter mais noção do mundo à sua volta iniciam também uma fase de muitos questionamentos.

Afinal antes de aprender a falar e a elaborar perguntas mais complexas eles apenas tinham a curiosidade, nessa fase mais madura eles já podem investigar mais sobre esses assuntos e sem dúvidas vão perguntar muitas coisas aos pais.

As perguntas que seu filho pode lhe fazer provavelmente incluirão assuntos como sexo, gravidez, namoro, homossexualidade, diferenças entre os sexos, entre outros assuntos que podem ser considerados polêmicos. Por isso é essencial estar preparada para quando os questionamentos começarem a surgir.

Especialmente quando as questões se tratam de assuntos mais polêmicos ou tabus, como homossexualidade, o ideal é ser objetivo, respondendo apenas à pergunta da criança de forma clara sem criar versões fantasiosas.

Dicas para responder as perguntas das crianças

  • Não teça comentários preconceituosos a respeito de qualquer assunto mesmo que sua opinião não seja favorável àquilo;
  • Procure responder apenas o que o seu filho perguntou, sem rodeios e sem ir muito além do que ele questionou; explore mais o assunto apenas se ele demonstrar interesse;
  • Tente usar um linguajar mais próximo à realidade da criança para que ela consiga compreender o que você está falando, evite termos técnicos ou muito complexos;
  • Leve a sério as questões feitas pelas crianças mesmo quando suas respostas parecerem óbvias, pois não dar o devido valor à sua curiosidade pode desencorajar a vontade deles de descobrir o mundo e como as coisas funcionam;
  • Lembre-se que curiosidades não resolvidas com os pais, terão suas respostas buscadas em outros meios, como com os amigos ou na internet.

5 dúvidas comuns das crianças sobre sexualidade

As perguntas das crianças que mais frequentemente deixam os pais sem saber o que responder normalmente estão relacionadas a sexo e sexualidade. Durante as fases do amadurecimento, a criança desenvolve a sua sexualidade, isto é, não significa que ela pensa em sexo como um adulto, mas que começa a descobrir as sensações que o corpo pode proporcionar e as diferenças entre menino e menina.

Isto não deve ser visto como malícia e os pais não precisam se assustar. É normal que uma criança queira se tocar ou queira ver como é o corpo de uma criança do sexo oposto. Essas atitudes fazem parte da descoberta das diferenças entre os sexos e devem ser consideradas naturais.

Porém, justamente por causa dessa curiosidade aflorada é importante que as crianças sejam supervisionadas por adultos para que essa exploração das diferenças não passe dos limites. Confira as dicas de como responder as perguntas dos seus filhos relacionadas a sexualidade:

1 – Como a mamãe fica grávida?

Explique para seu filho que quando há amor entre duas pessoas adultas, elas namoram e o papai coloca uma sementinha dentro da mamãe, que cresce e se torna um bebê. Dê mais detalhes somente se seu filho demonstrar que ainda têm dúvidas quanto ao assunto.

2 – O que é sexo?

Diga apenas que sexo é uma maneira de namorar e que este é assunto de adulto. Se as crianças forem maiores e já estiverem na escola a algum tempo pode ser interessante explicar um pouco mais além.

3 – Porque meu irmãozinho faz xixi em pé?

Explique que há diferenças no corpo das meninas e dos meninos, que elas têm vagina e eles têm pênis e que por isso para eles é mais fácil fazer xixi em pé. Se quiser, você pode mostrar uma ilustração do corpo da menina e uma do menino para que a explicação fique mais clara.

4 – Porque meu amigo tem dois pais?

Conte ao seu filho que assim como há amor entre um homem e uma mulher também pode haver entre dois homens ou duas mulheres. Desta forma você se coloca neutra em relação a isso e não expressa sentimentos preconceituosos.

5 – Por onde saem os bebês?

Fale que os bebês saem por um buraquinho que fica entre as pernas da mamãe e que grávidas tem que ir ao hospital para que o bebê saia da barriga. Pode também contar que em alguns casos, o médico precisa ajudar a tirar o bebê pela barriga e não pelo buraquinho.

Ao responder à essas questões das crianças, o mais importante é ensinar valores de respeito às diferenças e mostrar que eles devem se cuidar. É preciso deixá-los cientes de que ninguém pode tocá-los nas partes íntimas e que eles também não podem fazer isso com os outros.

Além disso, mantenha sempre um diálogo aberto com seu filho para que ele sempre procure você quando tiver alguma dúvida e não precise recorrer à outros meios. Para isso, é imprescindível cultivar a confiança entre vocês, portanto, nada de mentiras.

Para você