Como não se enganar com peças de grife falsificadas

Com réplicas cada vez mais perfeitas, fica mais difícil garantir a originalidade dos produtos. Estilista ensina como não cair nessa

Escrito por Jenifer Corrêa

Foto: Reprodução

Qualidade, exclusividade, estilo ou status. Existem diversas justificativas para quem não abre mão de comprar itens de grife (e, consequentemente, pagar bem caro para ostentar uma etiqueta famosa). Entretanto, é preciso tomar bastante cuidado para não cair na armadilha das réplicas, cada vez mais parecidas com os produtos originais.

“Vale a pena pagar o preço elevado dos itens de grifes famosas por conta do acabamento e da durabilidade”, avalia a estilista Amalia Piffero. E são essas as primeiras perguntas a se fazer para atestar a originalidade do produto que você pretende comprar: o acabamento é perfeito? O material utilizado é de qualidade?

Esses são os grandes diferenciais dos produtos de marca, já que a ideia é que eles não sejam tão perecíveis quanto seus similares. “Ao adquirir uma peça de grife você estará compondo o seu guarda-roupa com um clássico praticamente eterno”, acrescenta a estilista.

A dica é checar atentamente os detalhes, que são uma das principais preocupações das fabricantes de peças finas. Cheque os forros de tecido, as costuras e até as ferragens, que devem ser banhadas por metais nobres para não descascar e durar por bastante tempo.

Outra característica importante a se observar é se a loja oferece atestado de qualidade do produto e garantia para consertos. A regra aqui é simples: quem confia no próprio taco, não tem medo que o item vendido traga grandes defeitos no futuro e, assim, se comprometer com a qualidade do produto é uma grande prova de confiança. E, cá entre nós, o mínimo que se espera de quem cobra preços tão altos.

Por fim, procure comprar produtos de grife diretamente nas lojas da marca ou com revendedores autorizados. E lembre que não existe milagre: o preço desses itens é alto mesmo. Desconfie de ofertas com descontos muito significativos, comuns em vários sites por aí.

Foto: Reprodução

Na dúvida, compre sempre ao vivo para observar a qualidade do produto na hora, mas, ainda assim, saiba que ao comprar fora da loja da marca, você está assumindo o risco de adquirir uma réplica muito bem disfarçada. Há quem diga que muitas delas não são notadas nem pelos próprios funcionários das lojas de marca e muito menos por blogueiras de moda.

Os 6 itens de grife mais falsificados

Falso ou verdadeiro? As réplicas de hoje são tão perfeitas que em muitos casos é difícil diferenciar do original. Sendo assim, questione-se antes da aquisição: “vale a pena comprar um produto tão caro original sendo que muitas pessoas passeiam por aí com o “mesmo” produto pagando super barato por uma réplica quase perfeita?” A resposta para isso fica a critério de cada um. Confira alguns dos designs mais copiados e vendidos no Brasil:

Bolsa Jet Set Signature – Michael Kors. No Rio de Janeiro, a loja da marca fica no shopping Village Mall. Preços ficam perto de R$ 2 mil
Bolsa Chanel 2.55 – Este é um dos modelos cujas réplicas costumam enganar até os vendedores da própria Chanel. Descubra a loja da marca mais próxima de você por <a href="http://www.chanel.com/pt_BR/#storeLocator" target="_blank">aqui</a>. Preços giram em torno de R$ 6 mil
Bolsa Totally MM – Louis Vuitton por R$ 3.750,00 na <a href="http://www.louisvuitton.com.br/front/#/por_BR/Colecoes/Mulher/Bolsas/products/Totally-MM-MONOGRAM-M56689" target="_blank">loja virtual</a> da marca
Sapatos Louboutin – Em São Paulo, a loja da marca fica no Shopping Iguatemi. Peças a partir de R$ 2 mil
Lenços Hermès. Em São Paulo, a loja da marca fica no shopping Cidade Jardim. Preços em torno de R$ 750,00
Relógio Michael Kors por R$ 1.650,00 na <a href="http://www.dafiti.com.br/Relogio-Michael-Kors-MK22892BN-Branco-1371388.html" target="_blank">Dafiti</a>

Assuntos: Acessórios

Dicas pela Web