Como não mimar demais os seus filhos

Não ceder a todas as vontades e impor limites são algumas atitudes que devem ser tomadas pelos pais

Escrito por Ana Carolina Gabriel

Foto: Thinkstock

Amar incondicionalmente e oferecer tudo de bom e de melhor. São esses alguns dos desejos dos pais quando seus filhos nascem. Mas querer demais o bem das crianças pode deixá-las mimadas e ao invés de ajudá-las, prejudica e muito, a educação dos pequenos.

Querer oferecer o melhor faz parte de pais responsáveis e maravilhosos, mas é preciso saber dizer ‘não’. “Não se pode dar tudo o que a criança pede. Os pais precisam proibir quando necessário e não fazer todas as vontades das crianças. Isso atrapalha a educação e traz vários problemas futuros”, comenta a professora, Simone Vicente.

Primeiramente, é preciso impor limites. “Mostrar para as crianças o que pode e o que não pode é essencial. Não ter dó de proibir e fazer com que elas sigam as regras da casa devem ser atitudes diárias”, diz a professora.

É muito comum ver em mercados e shoppings as crianças chorando. Muitas vezes, elas se jogam no chão, porque os pais não deram ou não compraram o que eles queriam. Nesse momento, a professora diz que é “preciso deixar que eles chorem e não dar atenção a essas ‘manhas’, pois a criança perceberá que não adianta em nada fazer esse show”.

Tentar compensar a ausência dos pais no dia a dia por conta do trabalho também não é recomendado. “Com a correria do dia a dia, as crianças ficam na escola, com os avós ou com pessoas de confiança dos pais. Mas tentar compensar essa ausência com presentes não é a melhor forma. Nos finais de semana, nada melhor do que passear com os pequenos. Levá-los ao cinema, em parques ou até mesmo passar o dia inteirinho assistindo DVD e oferecer todo o carinho e atenção são maneiras muito recompensadoras e mostrará as crianças a importância da família”, diz a professora.

Seja amigo dos pequenos. A professora explica que é preciso mostrar à eles que os pais são os melhores companheiros. “Criar uma cumplicidade com a criança é essencial. Ela precisa entender que se sente segura com os pais e que não é preciso recorrer a desobediência para conseguir conquistar alguma coisa. E para isso, nada de presentes e mimos, apenas brinque com os seus filhos e converse sempre com eles sobre tudo”, afirma Simone.

Estabeleça uma rotina para seus filhos. “As crianças precisam estudar sim, mas precisam brincar. Depois da escolinha, ensine-os a fazer as lições de casa para depois brincar. Se possível, permita com que ele faça algum tipo de exercício físico: seja natação, futebol, ou qualquer outra atividade que ele goste. As crianças precisam gastar toda a energia que elas tem”, sugere a professora.

Quando for das ordens, que elas sejam bem claras. “Os pais precisam conversar com os filhos com uma linguagem que eles entendam e em tom firme. Eles tem que entender que quando os pais dizem não, é não, e nada vai mudar”, afirma a professora.

Caso eles não obedeçam, reaja com calma e firmeza. Nada de bater, afinal, não adianta em nada partir para a violência. “Caso você esteja em público, não fique com vergonha dos comentários dos outros. O importante é que eles entendam o que pode ou o que não pode fazer. Jamais ceda às vontades deles”, explica a professora.

Dicas pela Web