Como lidar com situações embaraçosas nas festas de fim de ano

Saber lidar com possíveis problemas durantes as festas é fundamental para não estragar as comemorações

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

As festas de fim de ano estão aí e, com elas, as clássicas situações embaraçosas causadas por personagens que marcam presença em cada um delas, todos os anos. Lidar com essas situações nem sempre é fácil mas, com um pouco de jogo de cintura, nenhum problema irá arruinar suas comemorações.

O tio bêbado

Nem sempre é o tio. Pode ser uma tia ou um sobrinho, ou a cunhada, ou o colega de trabalho, enfim, alguém sempre exagera no álcool e começa a dar trabalho. Para resolver o problema, leve essa pessoa até um ambiente reservado e explique, calmamente, que não há mais festa para ela. Chame um táxi, ofereça uma carona ou coloque a pessoa para dormir, caso seja um parente próximo. O importante aqui é evitar vexames e situações constrangedoras para os demais convidados.

O destruidor de vasos

Mais uma vez, pode não ser um vaso. Talvez alguém derrube vinho no seu tapete novo, ou quebre a travessa que você herdou da sua avó, não importa. Nenhum objeto perdido deve tirá-la do sério. Permaneça calma e diga que “não foi nada”, ainda que você esteja querendo matar alguém, por dentro.

É fundamental que, antes do início da festa, você tire de circulação objetos e peças de estimação, porque acidentes acontecem.

Se, ainda assim, houver problema, respire fundo e não perca o rebolado: há grandes chances de o culpado já estar se sentindo péssimo com o ocorrido.

O polêmico

Esse personagem está presente principalmente quando a festa não é em família. Ele adora trazer à baila assuntos capazes de causar desentendimentos. Há uma trinca de ouro que, quando sacada, dá margem a muitos problemas: futebol, política e religião não se discutem. Se isso acontecer na sua festa, é importante saber sair da saia justa.

Mudar de assunto é uma boa estratégia para cortar o problema sem parecer rude. Pergunte “quem quer torta?” ou algo do gênero. Se estiver longe da roda de conversa ou tiver vergonha de falar, aumente o som da música ou convide a pessoa que sacou o assunto a “provar um novo drink”.

O adiantado (ou o último a sair)

Sempre há alguém que chega cedo demais ao evento, da mesma forma que sempre há aquele que não vai embora, embora a luz já esteja apagada, a bebida tenha acabado e não haja mais ninguém na festa. Para ambos problemas, é melhor incluir no convite o horário de início e fim da festa.

Se, ainda assim, alguém chegar adiantado, peça a essa pessoa para te ajudar a finalizar os preparativos. Para aqueles convidados que insistem em permanecer ao fim da festa, o ideal é explicar gentilmente que você está muito cansada por tudo o que teve que organizar e que, agora que a festa acabou, precisa descansar. Agradeça a presença de todos e acompanhe-os até a porta.

As festas de final de ano são boas oportunidades para rever amigos que você não encontra com frequência, além de reunir os familiares e promover uma confraternização. Qualquer que seja o tipo de evento escolhido, aproveite a ocasião para se divertir junto àquelas pessoas que você mais ama.

Assuntos: Família

Para você