6 dicas essenciais para encontrar sua alma gêmea

Conhecer sua própria alma e ter muito claro o que você deseja são os primeiros passos para isso

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock


“Encontrar sua alma gêmea” pode soar um tanto irreal quando pensamos apenas no destino nos apresentando a “pessoa certa” como um passe de mágica. Contudo, encontrar essa pessoa se torna algo muito mais plausível quando sabemos como essa busca deve ser feita.

Reconhecer o parceiro ou a parceira ideal para você depende principalmente de saber quem você é e o que você espera de um relacionamento, o que requer certa maturidade emocional e autoconhecimento. Por isso, se você está em busca da sua alma gêmea, pode ser interessante trabalhar estes seis aspectos:

1. Tire lições de suas experiências anteriores

Foto: iStock


Todas nós temos um passado com experiências positivas e negativas quando se trata de relacionamentos afetivos, e tudo isso deve ser transformado em aprendizado para a vida. Ter muito claro o que você quer e o que você não quer é essencial para filtrar os possíveis novos parceiros ou parceiras que cruzarem seu caminho.

2. Aprenda a amar a si mesma e a sua vida

Foto: iStock


Em vez de promover uma caçada em busca de sua alma gêmea, procure se apaixonar pela sua vida, pelas suas atividades e por você mesma. Ao fazer isso, você vai se sentir melhor com seu próprio caminho, mesmo que esteja solteira, o que resulta em uma atitude mais receptiva com o que acontece ao seu redor.

3. Trabalhe sua maturidade emocional

Foto: iStock


Buscar um parceiro ou parceira para lidar com sua solidão, preencher um vazio ou curar mágoas do passado não é uma boa forma de iniciar um relacionamento. Da mesma forma, não devemos esperar pelo príncipe a cavalo.

Leia também: 8 sinais de que sua intuição está afiada e você deveria confiar mais nela

Em vez disso, devemos ter maturidade emocional para construir um relacionamento com alguém responsável, empático e amoroso, sem ter um vínculo de dependência ou necessidade de controle.

4. Conheça a sua própria alma

Foto: iStock


Sem ter um bom autoconhecimento, é muito difícil encontrar sua alma gêmea. Por isso, é preciso estar ciente do que te agrada, do que te magoa e de quais são suas expectativas em um relacionamento. Sempre leve em consideração os seus valores, os seus defeitos e as suas qualidades antes de dividir sua vida com outra pessoa.

5. Dê ouvidos à sua intuição

Foto: iStock


Não ignore aquela “voz interior” que chama nossa atenção para alguma coisa que muitas vezes não conseguimos nem ao menos colocar em palavras. Mais do que algo mágico, a intuição é um reflexo do seu subconsciente – que guarda suas memórias mais profundas, sua personalidade e a sua essência.

Por isso, quando sua intuição disser que uma pessoa talvez não seja sua alma gêmea, é bom dar ouvidos a essa percepção e procurar entender os motivos. Confie em você mesma e saiba como levar seu sexto sentido em consideração.

6. Amplie seu conceito de alma gêmea

Foto: iStock


Já falamos acima que esperar um príncipe a cavalo não é a melhor forma de encontrar sua alma gêmea, pois relacionamentos perfeitos são praticamente impossíveis. Isso, porém, não significa que você não possa encontrar um parceiro ou parceira que faça bem à sua vida.

Leia também: Se o seu parceiro(a) não fala sobre essas 10 coisas, talvez ele(a) não seja a pessoa certa

Para isso, é preciso ampliar o conceito de alma gêmea: em vez de procurar um parceiro que seja exatamente igual a você, tenha em mente que é perfeitamente possível ser feliz com algumas diferenças, com a condição de que haja uma conexão verdadeira. Afinal, as diferenças sempre vão existir, e o mais importante é que vocês dois saibam como lidar com elas – desde que elas não representem algo que vá contra seus valores, é claro.

Lembre-se de que um relacionamento não é composto por duas pessoas que se fundem e se tornam uma só, mas sim por duas pessoas que funcionam muito bem juntas, até melhor do que separadas, mas que mantêm sua individualidade.

Encontrar sua alma gêmea não é questão de ter ao seu lado uma pessoa perfeita que nunca vai errar e que nunca vai achar que você errou também. Em vez disso, entenda esse conceito como um parceiro ou parceira com quem você se sinta confortável para dividir sua jornada e que tenha as características que você considera fundamentais.

Dessa forma, você estará mais preparada para reconhecer sua alma gêmea quando perceber que pode ter um relacionamento maduro e baseado na confiança.

Leia também: 11 coisas que você deve ter em comum com seu parceiro

Assuntos: Relacionamentos

Para você