Como controlar a enxaqueca

Pequenas mudanças no estilo de vida podem contribuir positivamente para controlar a enxaqueca

Escrito por Deborah Busko

Só quem sofre com a enxaqueca sabe como é conviver com aquela dor de cabeça forte, incômoda e que é capaz de tirar o ânimo de qualquer um. Pode parecer que não, mas a enxaqueca é uma doença mais comum do que se imagina e suas maiores vítimas são as mulheres.

A explicação para isso são os hormônios, que oscilam bastante no copo da mulher, principalmente devido ao ciclo menstrual e ao uso de anticoncepcionais. Fatores como luz forte, ruídos altos e alterações no clima também contribuem para as crises de enxaqueca.

O sintomas da enxaqueca são inconfundíveis: dor de cabeça intensa, localizada na região temporal ou em qualquer lugar da cabeça, podendo afetar também o rosto ou pescoço. Outros sintomas são náuseas e vômitos.

Para controlar crises de enxaqueca, basta fazer pequenas mudanças no seu estilo de vida. Confira algumas dicas que além de contribuir positivamente para diminuir o desconforto, também vão trazer benefícios para a sua saúde.

Ficar mais do que quatro horas sem comer pode provocar enxaqueca. Por isso, estabeleça hábitos regulares para as refeições. Além do jejum prolongado, ingerir o alimento errado também pode ser prejudicial. Não existe uma dieta específica para quem tem enxaqueca, o ideal é que cada indivíduo consiga identificar o que não lhe cai bem.

Entretanto, adotar uma dieta rica em frutas, verduras e consumir carboidratos ajuda bastante. Adicione à dieta alimentos ricos em magnésio, como folhas verdes escuras, soja, leguminosas, castanhas.

Os cereais como aveia, arroz integral, pães integrais, carnes, peixes e ovos também estão na lista dos alimentos recomendados. Uma grande aliada na prevenção e tratamento da enxaqueca é a vitamina B2, encontrada no leite, na ricota e no requeijão, nas carnes magras, ovos e vegetais verdes.

Deve-se evitar sucos cítricos, como o de laranja, queijos amarelos, vinagre, chocolates, nozes, fígado de galinha, iogurtes, manteiga de amendoim, lentilha e sementes. As bebidas alcoólicas, em especial o vinho tinto devem ser evitadas.

Para você