Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

Como abrir seu coração para um novo amor

Deixar de lado os medos e inseguranças nem sempre é tarefa fácil, mas sempre vale a pena

em 29/09/2014

Foto: Thinkstock

Iniciar um relacionamento é uma decisão séria e precisa ser tomada com determinação e confiança no passo a ser dado. Isso porque uma relação amorosa sempre envolve diversos fatores que modificam consideravelmente a vida pessoal, principalmente para aquelas pessoas que estão acostumadas à solteirice.

O amor, no entanto, não costuma esperar autorização para se instalar nos seres humanos. Mas e quando alguém não consegue se permitir experimentar as maravilhas que esse sentimento pode proporcionar? O que fazer para afastar os medos e as inseguranças, e deixar que seu coração se envolva com outra pessoa?

Esqueça experiências passadas

Embora as eventuais marcas de um relacionamento frustrado possam ser profundas e difíceis de superar, cada relacionamento é um e não se pode tomar uma experiência negativa como o padrão das relações amorosas. Por mais difícil que possa parecer, evite comparar seu parceiro em potencial a um outro, do passado.

As experiências ruins pelas quais você já passou devem servir para seu crescimento pessoal e para que, no futuro, seus relacionamentos possam ser mais maduros, mas não devem influenciar na bagagem que você carrega para suas próximas relações. O ideal é entender que os problemas passados não irão, necessariamente, voltar a acontecer no futuro. Deixar o medo de lado é fundamental para se cultivar um novo amor.

Analise as afinidades

Ao escolher um companheiro, tente analisar os pontos em comum entre vocês. Embora as diferenças enriqueçam o relacionamento, será muito difícil mantê-lo se não houver afinidade em nenhum setor. Os objetivos de vida de vocês dois, principalmente, podem te ajudar a perceber se a relação poderá se sustentar a longo prazo.

O fato de vocês gostarem do mesmo tipo de música ou de filme, o interesse de ambos por um assunto específico ou o simples fato de haver amigos em comum já são pontos de congruência que colaboram para a união do casal. Se você perceber que o cara que está paquerando tem os mesmos gostos que você, pode investir no amor, pois as chances de que vocês fiquem juntos são grandes.

Permita-se conviver com algo além de sua carreira

Muitas mulheres, principalmente na atualidade, estão mais focadas em seu sucesso profissional que nas possibilidades oferecidas pelos encontros amorosos. Essa escolha, no entanto, pode ser injusta com você mesma. Alcançar bons resultados na sua carreira é importante, mas pode não suprir todas as necessidades – principalmente emocionais – de uma pessoa.

A convivência com alguém especial ajuda a manter o equilíbrio psicológico e mantém uma válvula de escape aberta para aliviar o estresse das longas horas de trabalho. Não que seu namorado deva ser seu psicólogo, mas o simples fato de passar alguns instantes dedicando-se a outra coisa que não a carreira já é o bastante para diminuir o estresse.

Busque por um companheiro

Saber estar sozinha é importante para o processo de autoconhecimento. O ser humano precisa de momentos em que se preocupe apenas com a satisfação dos próprios desejos e confortos, mas estar sempre sozinha pode ser aborrecido. Que tal ganhar um amigo para os momentos de solidão, de quebra, ter um companheiro para dividir alegrias e planos para o futuro?

Amar é importante e necessário para sua saúde emocional. Permita-se gostar de alguém de verdade e ganhe, além de companhia, uma vida mais equilibrada.

Comentários
Dicas relacionadas