6 coisas que você não deve contar a qualquer pessoa

Você vive achando que abriu a boca mais do que devia? Aqui estão 6 assuntos que é melhor guardar para você

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

Se você nunca passou pela experiência de revelar ao mundo inteiro uma coisa muito boa que estava praticamente certa e, pouco tempo depois, teve que contar que algo deu errado e os planos foram cancelados, sorte sua!

Não é nada agradável ter que lidar com as perguntas, os olhares de pena e os risinhos disfarçados de quem não é exatamente seu fã, por assim dizer. Infelizmente, não é todo mundo que realmente gosta de nós e deseja o nosso sucesso, por isso precisamos aprender a resguardar certas informações, como estas seis a seguir:

1. As encrencas e dificuldades da sua família

Foto: iStock

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que um problema familiar não é só seu, mas sim de todo um grupo de pessoas. Dessa forma, ao revelar para alguém de fora o que está acontecendo, você acaba expondo a intimidade de quem poderia preferir ser preservado.

Outro aspecto delicado é que, muitas vezes, brigas dentro da família logo são superadas, mas uma pessoa de fora pode ficar com uma impressão errada. Sabe aquela história de que só você pode falar mal do seu irmão? Então, ao revelar uma discussão que vocês tiveram, a outra pessoa pode acabar fazendo comentários desagradáveis sobre ele no futuro, pois ela não conhece o funcionamento da sua família e não tem como saber que já está tudo bem.

Claro que essa dica vale apenas para desentendimentos sem muitas consequências, mesmo que você tenha ficado chateada. Em caso de abuso de qualquer tipo ou outra situação que coloque a sua segurança em risco, você deve sim procurar ajuda.

Leia também: 7 dicas para você criar (e manter) novos hábitos em sua vida

2. Os sacrifícios que você faz para alcançar um objetivo

Foto: iStock

Sim, você pode se orgulhar por ir todo dia à academia em vez de dormir umas horinhas a mais ou por recusar uma saída com as amigas para virar a noite escrevendo seu projeto. Porém, é preciso ter cuidado para não parecer que você considera estar acima dos outros por fazer tantos sacrifícios ou que você gostaria de ser tratada de forma especial por ser tão batalhadora.

Fazer alguns sacrifícios faz parte do caminho até atingir um objetivo, portanto é preciso assumi-los sem se vitimizar e sem divulgar aos quatro ventos como você se priva das coisas boas da vida. Tenha calma: quando o sucesso chegar, as pessoas vão perguntar como você conseguiu e aí sim você poderá contar sobre como você se esforçou.

3. Seu planejamento para o futuro

Foto: iStock

Talvez você sonhe em mudar de país daqui a alguns anos, abrir uma startup ou ter quatro filhos. Tudo isso pode fazer muito sentido para você agora, porém a vida nos apresenta novas possibilidades e podemos acabar mudando de ideia. Por isso, pode ser melhor não sair contando seus planos de longo prazo para qualquer pessoa, pois você corre o risco de ser cobrada por algo que não faz mais sentido para você.

Além disso, algumas pessoas podem se sentir no direito de dar sua opinião – muitas vezes desagradável – sobre os seus objetivos, enchendo-os de defeitos e colocando você para baixo. Isso não significa que você não possa debater seus planos com pessoas de confiança, mas sim que é melhor escolher bem com quem dividi-los.

4. Fatos comprometedores de outras pessoas

Foto: iStock

Você descobriu que a coordenadora do setor tem um caso com o cunhado ou que seu vizinho exibido na verdade está devendo horrores na padaria? Por mais que essas informações rendam boas fofocas, a melhor coisa a se fazer é não passá-las para frente. Afinal, você não gostaria que fizessem isso com você, certo?

Leia também: 10 formas de tornar suas manhãs mais produtivas

Comentar sobre os defeitos e deslizes dos outros acaba dizendo mais sobre nós mesmas do que sobre essas pessoas, então é melhor não perder tempo analisando os desvios de caráter alheios – a não ser, é claro, que o comportamento em questão esteja nos colocando em risco.

5. Os ressentimentos do passado que você ainda carrega

Foto: iStock

Todo mundo passa por experiências ruins e leva marcas desses episódios para o resto da vida. Contudo, em vez de trazer à tona todo o ressentimento ao repetir a história pela milésima vez a outra pessoa, você vai se sentir melhor se tentar enxergar o que você aprendeu com tudo isso.

Remoer o passado ressuscita energias negativas que bloqueiam seu caminho adiante. Por isso, se você tem necessidade de falar sobre esse assunto, pode ser mais indicado conversar com um terapeuta, que poderá te ajudar a superar o problema.

6. As coisas boas que você faz

Foto: iStock

Sabe aquela história de que a mão direita não precisa saber o que a esquerda fez? Ela se refere justamente às nossas boas ações. Dedicar seu tempo a uma ONG, fazer doações a um asilo ou ajudar uma pessoa específica são atitudes louváveis, mas é aconselhável pensar bem antes de revelá-las a alguém.

Pessoas que não conhecem você direito podem achar que você está tentando se exibir por ter feito uma boa ação, tirando o foco da sua bela atitude e provocando uma visão errada sobre suas intenções. Seria melhor se todos mirassem apenas no bom exemplo que você deu e também passassem a fazer sua parte para tornar o mundo um pouco melhor, mas, infelizmente, não é o que acontece.

Leia também: 11 dicas para você se sentir menos cansada durante a semana

Nem todo mundo vai compreender seus motivos ao revelar determinado fato, seja ele bom ou ruim. Por isso, quando se trata de um assunto mais delicado ou que pode causar uma interpretação equivocada sobre você ou os demais envolvidos, pode ser mais seguro se preservar. Fale sobre essas coisas somente a pessoas em quem você tem total confiança.

Para você