6 coisas estranhas que acontecem com seu corpo durante a menstruação

Talvez você nunca tenha reparado nisso, mas a menstruação pode até mesmo deixar você com a voz mais grave

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

Se existe uma coisa que a gente sabe é que cada mulher é diferente, e isso inclui as reações do nosso corpo no período menstrual.

Enquanto algumas de nós passam tranquilamente por esse período, mal percebendo que estão menstruadas, muitas mulheres sofrem com dores fortes, inchaço e humor instável.

Embora esses sejam os “efeitos colaterais” mais famosos da menstruação, eles não são únicos. Além deles, existem outras coisas um tanto curiosas que podem acontecer com nosso corpo durante esse período.

Assim como os efeitos mais famosos, esses outros efeitos também variam de mulher para mulher, então pode ser que você nunca tenha sentido nenhum deles. De qualquer forma, vale a pena conhecer outras mudanças pelas quais nosso corpo pode passar durante a menstruação:

1. Sua voz fica diferente

Foto: iStock

Se você não utiliza métodos de contracepção hormonais, saiba que a sua voz pode mudar durante o período menstrual, de acordo com uma pesquisa realizada na Croácia e publicada este ano.

Leia também: 9 remédios e tratamentos naturais para aliviar as dores da cólica menstrual

Segundo a cientista, a voz das mulheres pode ficar um pouco mais grave devido às mudanças nos hormônios sexuais que acontece nessa época do mês, mas você não precisa se preocupar. Além de ser algo transitório, essa alteração é quase imperceptível e provavelmente só faz diferença para cantoras profissionais.

2. Não são só cólicas: a boca e a mandíbula também podem doer

Foto: iStock

Você já sabe que, junto com a menstruação, podemos sentir cólicas e dores nos seios. O que você talvez não saiba é que as mudanças hormonais desse período também podem causar inflamações na gengiva e sensibilidade nos dentes.

Como resultado, você pode sentir dores na boca e até mesmo nas mandíbulas – e passar anos sem saber que isso acontece por causa da menstruação. Nesse caso, quem sofre mais são as mulheres que tomam pílula, pois esse método reduz os níveis de estrogênio, fator que está relacionado à disfunção temporomandibular.

3. Sua tolerância à dor diminui

Foto: Getty Images

Como se não bastasse sentir dor até na mandíbula, a nossa tolerância às dores diminui durante a menstruação, o que torna as cólicas ainda piores e agrava ainda mais a enxaqueca.

Novamente, o fator desencadeante desse efeito é a queda dos níveis de estrogênio. O uso de contraceptivos orais pode tanto ajudar, aliviando as dores, ou piorá-las ainda mais – depende do organismo de cada mulher.

Leia também: É possível engravidar menstruada? Ginecologista explica se isso pode acontecer

4. Você vira a rainha do trono

Foto: iStock

Não é novidade que ficamos mais sujeitas a ter que correr para o banheiro fazer o número 2 no período menstrual. Isso acontece porque as mesmas substâncias que causam contrações no útero para expulsar o sangue são capazes de provocar esse efeito no intestino.

Além disso, nesse período também ocorre uma baixa da progesterona, um hormônio que causa constipação. Como resultado, o intestino fica mais solto.

5. Você pode ficar mais desastrada

Foto: iStock

Se você não se sente na sua melhor coordenação motora durante os dias da menstruação, fique tranquila. Isso é um efeito normal e passageiro que acontece devido à sensação de cansaço.

Outro fator que pode nos deixar mais atrapalhadas é a retenção de líquidos: além de se acumular no abdômen e nos seios, os fluidos em excesso podem afetar o cérebro, fazendo com que percamos um pouco do equilíbrio.

6. Seu sono fica mais instável

Foto: iStock

Tem dias em que realmente não é fácil: além das dores, do sangramento e do intestino solto, ainda podemos perder a qualidade do sono quando estamos menstruadas. As razões para isso são inúmeras e incluem as cólicas, a náusea e as mudanças de humor que acompanham esse período.

Leia também: Menstruação marrom é normal? Ginecologista explica as possíveis causas

O problema é tão relevante que, de acordo com a Fundação Nacional do Sono dos EUA, 23% das mulheres afirmam ter problemas para dormir na semana antes da menstruação, enquanto 30% apresentam essas dificuldades durante o período menstrual.

Embora esses efeitos sejam comuns e temporários, algumas mulheres realmente sofrem muito nos dias que antecedem menstruação e durante ela também. Muitas vezes, elas se sentem tão mal que não conseguem dar conta de suas tarefas diárias, prejudicando sua vida pessoal e profissional.

Se esse for o seu caso, é altamente recomendável que você procure um ginecologista de confiança para avaliar suas queixas e propor o melhor tratamento. Menstruação não é doença, mas o sofrimento é real.

Dicas pela Web
Comentários