As 5 linguagens do amor: demonstrar que ama alguém vai além de dizer “eu te amo”

Entender a linguagem do outro irá facilitar a compreensão e melhorar a relação do casal; saiba como identificar

Escrito por Mariana Bueno

Foto: iStock

Às vezes, a forma como uma pessoa expressa amor é diferente da forma como recebe amor, o que, em relacionamentos, pode gerar desconfianças e dúvidas.

Isso acontece porque, de acordo com o Dr. Gary Chapman, existem cinco linguagens de amor e as chances de encontrar alguém que fala o mesmo idioma de amor que você é de uma em cada cinco.

Mas isso não garante que a pessoa que você se relaciona agora ou qualquer pessoa que você possa vir a se relacionar no futuro possa falar o mesmo idioma que você. E não há nenhum problema nisso. Não é preciso, necessariamente, falar o mesmo idioma para ter uma relação bem sucedida.

Saiba quais são os cinco “idiomas do amor” e veja em qual deles você e seu parceiro ou parceira se encaixam:

1. Palavras de afirmação

Foto: iStock

Mais do que dizer que ama, há palavras que fazem a diferença quando são ditas. Elogios, frases carinhosas, palavras de apoio e incentivo, talvez até um poema ou letra de música. Para muita gente isso é essencial.

Leia também: Apaixone-se pelo parceiro ideal

2. Atitudes

Foto: iStock

A ação pode falar mais alto do que as palavras e ter um impacto muito superior ao que qualquer palavra poderia ter. Há pessoas que são pouco propensas a fazer um elogio verbal, mas demonstram seu sentimento fazendo coisas que sabem que o parceiro interpretará como amor.

3. Dar Presentes

Foto: iStock

Algumas pessoas se sentem mais amadas quando recebem um presente. Isso significa também que elas são mais propensas a demonstrarem seu amor desta forma. Ou seja, é bom para ambas as partes.

4. Tempo de qualidade

Foto: iStock

Não se trata apenas de se sentar junto no sofá ou ter uma conversa, mas sim de desligar a TV, colocar o telefone em silêncio e bloquear o mundo para dar toda a atenção à pessoa. Assim, ela não irá duvidar nem por um segundo sobre o quanto é amada.

5. Toque físico

Foto: iStock

Muitos precisam ser tocados, acariciados, beijados, abraçados, abraçados para se sentirem realmente amados. Sem isso, essas pessoas têm dificuldade em entender os sentimentos do parceiro.

Seja qual for a “linguagem do amor” que mais tenha a ver com você, o importante em um relacionamento é encontrar um parceiro ou parceira que, independente de falar ou não o mesmo “idioma”, seja alguém que você entenda e que te entenda também. E, mesmo que haja diferenças, estar ciente disso vai facilitar as coisas!

Leia também: 20 dicas para a convivência a dois

Assuntos: Relacionamentos

Para você