Dicas de Mulher Dicas de Casa

Checklist de organização do quarto das crianças

Não sabe por onde começar a organizar o quarto do seu filho? Leia essas dicas e mãos à obra

em 23/01/2013

Foto: Thinkstock

Se você é do tipo de mãe que toda vez que abre a porta do quarto do seu filho fica se perguntando como é que uma criatura tão pequena consegue fazer tanta bagunça, chegou a hora de conhecer algumas dicas que selecionamos para que você possa organizar o quarto do seu filho e ajudá-lo a manter tudo em ordem por mais tempo.

O quarto da criança é o espaço dele, onde ele cria suas fantasias, brinca, estuda e se desenvolve, mas mesmo assim, um pouco de organização é essencial e se ele crescer em um ambiente organizado, a tendência é que ele adote esses hábitos e se torne um adulto organizado.

Mãos à obra

Quem disse que a arrumação do quarto precisa se um processo desgastante e chato? Com um pouco de criatividade e dependendo da idade da criança, é possível inseri-la na atividade. Assim, ela terá mais facilidade para encontrar tudo o que precisa e se sentirá útil no desenvolvimento da tarefa.

Separe tudo por categorias

Tente separar tudo por catogorias: brinquedos, roupas, livros, materiais escolares e roupas de cama. Se a criança puder participar dessa etapa, você pode ajudá-la a entender que cada grupo de coisas precisa de um espaço específico.

Livre-se do que não for útil

Depois de tudo separado, o segundo passo é começar a tirar do quarto tudo aquilo que não for necessário, uma dica que é ainda mais importante para quem tem restrição de espaço.

Se o quarto do seu filho é pequeno, não há necessidade de deixar coisas desnecessárias lá. Nessa etapa, a criança pode resistir a se desfazer de algumas coisas, uma ótima oportunidade de começar a trabalhar o desapego e o senso de caridade. Primeiro tire as roupas, brinquedos e materiais velhos que não podem ser reutilizados para jogar no lixo. Em seguida, separe tudo aquilo que esteja em bom estado e que possa ser doado para ser reutilizado por outras crianças.

Pode ser uma roupa que não serve mais, um brinquedo pelo qual ele já não se interessa ou até livros que não sejam mais adequados à idade da criança. Várias creches e instituições assistenciais possuem o serviço de retirada de doações, o que facilita ainda mais a sua vida.

Organize os brinquedos

A melhor maneira de guardar os brinquedos evitando que minutos depois estejam todos novamente espalhados pelo quarto é acondicioná-los em recipientes específicos. Podem ser caixas, baús, sacos, tudo depende da sua criatividade e também da decoração do quarto.

Uma dica é utilizar caixas coloridas e transparentes, de maneira que facilite a visualização do brinquedo e evite que a criança tire tudo de uma vez para pegar um determinado brinquedo. Se, por exemplo, você separar bonecos na caixa azul, jogos na caixa verde e carrinhos na caixa amarela, a criança criará o hábito de separar tudo e encontrará com facilidade o que quiser. Outra dica é deixar essas caixas no chão, em local de fácil acesso, para evitar que a criança tenha que subir em cadeiras, o que pode causar acidentes.

Abuse das prateleiras

As prateleiras sempre são uma boa pedida tanto para decorar quanto para organizar. Se o seu filho guarda livros e dvd’s no quarto, organizar tudo em prateleiras, além de deixar o espaço bonito, ainda facilita a visualização para que ele possa escolher o que quiser.

Roupas

A bagunça que as crianças fazem na gaveta querendo procurar suas próprias roupas também causa muita dor de cabeça para as mães, mas até que elas aprendam a guardar suas próprias roupas do jeitinho que a mamãe gosta, você terá que conviver com isso. No entanto, para facilitar a organização, o ideal é que roupas de cama fiquem em locais que ele não possa alcançar facilmente, até para evitar que se transforme em brinquedo e bagunce tudo.

Já as vestimentas devem ser separadas na medida do possível colocando camisetas separadas de shorts, de roupas de frio, de calcinhas, cuecas e meias.

E se depois de tudo isso você voltar ao quarto e estiver tudo fora do lugar novamente, seja paciente, persistente e explique à criança o quanto é importante ter um ambiente organizado. Aos poucos ele vai assimilando e crescerá com o senso de organização bem desenvolvido, o que é essencial para o convívio social, familiar e profissional.

Comentários
Dicas relacionadas