Chá preto: 9 benefícios que farão você se surpreender

Escrito por Nicole Broetto

Foto: iStock

Originária do Japão, a planta Camellia sinensis, que dá origem ao chá preto, possui propriedades instigantes. Seu poder antioxidante chama a atenção por causar a melhora do humor, sem falar na prevenção de doenças.

O chá preto também é amplamente procurado por mulheres no processo do emagrecimento, além de possuir mais sabor e cafeína que outras variações de chás disponíveis no mercado.

Benefícios do chá preto

Foto: iStock

Então vamos para a parte importante e conhecer de fato alguns dos benefícios desse chá tão conhecido.

1. Emagrecedor

Muito procurado por sua associação com o emagrecimento, o chá preto auxilia na perda de peso por conter cafeína, que acelera o metabolismo, facilitando a queima de gorduras. Isso garante as propriedades termogênicas da bebida. Além disso, ele ainda possui polifenóis, conhecidos como catequinas, que reduzem o apetite e também atuam na redução de gorduras no organismo. É importante lembrar que esse chá possui pouquíssimas calorias, cerca de duas por xícara. Ele atua também como um poderoso diurético, que diminui o inchaço por retenção de líquidos.

2. Mantém a saúde do coração

Conhecido por evitar doenças cardiovasculares, os polifenóis presentes no chá preto impedem a oxidação do colesterol ruim, LDL. Isso também é evitado já que a cafeína da bebida influencia na dilatação dos vasos, evitando ataques cardíacos, por exemplo. O manganês presente no chá também mantém o coração saudável por reduzir o risco de doença cardíaca coronária.

Leia também: 5 chás superpotentes pra ajudar a acabar de vez com a gordura abdominal

3. Protege o cérebro

A degeneração do cérebro acontece, muitas vezes, por inflamações e pela oxidação de células cerebrais. Dessa forma, os polifenóis do chá preto agem neutralizando esses problemas causados pelos radicais livres, se mostrando um potente antioxidante. Ainda, a cafeína, encontrada em grandes níveis no chá, aumenta o fluxo sanguíneo cerebral, estimulando a atenção e concentração.

4. Mantém a beleza da pele e cabelos

Como já dito, o chá preto é rico em antioxidantes, que também são responsáveis por manter a saúde da pele, evitando condições como a acne. Ele também reduz a oxidação que traz danos aos cabelos e a pele, deixando-os mais fortes e bonitos. Além de manter o organismo sempre hidratado, visto que o sódio e potássio do chá preto mantêm regular os níveis de água do corpo.

5. Bem-estar

Outra elemento importante é a L-teanina, um aminoácido que aumenta os níveis de ácido gama aminobutírico (GABA), dopamina e serotonina. Esses neurotransmissores enviam ao corpo a sensação de relaxamento e bem-estar. O chá também é conhecido por reduzir os níveis de cortisol do organismo, diminuindo o estresse.

6. Dificulta o desenvolvimento de câncer

Os radicais livres são os responsáveis por danos causados no DNA, influenciando no desenvolvimento de câncer. Os polifenóis do chá preto, possuindo propriedades antioxidantes, ajudam a eliminar os radicais livres, diminuindo a incidência de câncer.

7. Ajuda o sistema digestivo

Outros componentes importantes do chá preto são os taninos, que têm a função de diminuir a atividade intestinal, agindo como um terapêutico para doenças do sistema digestório. A cafeína também atua nessa parte já que, assim como os taninos, ela aumenta a produção de ácidos digestivos.

Leia também: Chá de sene: conheça seus benefícios, efeito emagrecedor e contraindicações

8. Traz energia

Como já mencionado, a cafeína é um importante componente desse chá e talvez sua principal função seja fornecer energia ao corpo. Ela não só atua na estimulação do metabolismo e na manutenção da saúde cerebral, mas também mantém o estado de alerta. A cafeína do chá (em menor quantidade que no café) funciona como um estimulante sutil, isso por conta de um composto que se encontra apenas no chá, a teofilina. Essa substância estimula o sistema respiratório, coração e rins, mantendo o organismo saudável e cheio de energia.

9. Aumenta a imunidade

Os taninos do chá preto, além de garantirem a saúde do sistema digestivo, ainda possuem a capacidade de combater vírus como a gripe, disenteria e hepatite, exercendo um efeito antibacteriano. Um desses taninos, nomeado catequina, ainda ajuda a diminuir a incidência de tumores. E, para melhorar, a bebida também contém antígenos, que aumentam a imunidade do corpo, diminuindo a frequência do aparecimento de doenças.

Melhor impossível, não é mesmo? Não é a toa que o chá preto faz tanto sucesso por todo lugar.

Diferenças entre os chás

Foto: iStock

Assim como o chá preto, os chás branco e verde também são muito populares, mas você sabe a diferença entre eles? Afinal, os três são elaborados a partir da planta Camellia sinensis.

Chá branco

O que diferencia principalmente essas três variações de chás é a fase em que a planta é colhida e a maneira como são preparados. O branco, por exemplo, é produzido a partir das folhas novas, caule e brotos. Essas são consideradas as melhores partes da planta, que são colhidas antes das flores se abrirem. Nessa fase, a partes utilizadas possuem uma coloração clara, que garante o nome da bebida. O chá branco não passa pelo processo de fermentação, contando com mais antioxidantes e menos cafeína que os outros.

Leia também: Reeducação alimentar: fuja dos regimes e adote um novo estilo de vida

Chá verde

É elaborado com a planta um pouco mais velha, mas que ainda não passou por um estágio de fermentação tão grande. Dessa forma, o efeito antioxidante é bem presente, ainda que em menor quantidade que o branco, mas possui maior quantidade de cafeína.

Chá preto

Já esse é feito com as folhas mais velhas e passa por um processo de fermentação maior. Por isso, ele possui ação antioxidante menor do que os outros dois chás e muita cafeína, que contribui para a perda de peso. Ele se diferencia dos demais pois as folhas são completamente oxidadas, deixando-as com um tom mais escuro e sabor mais forte.

Quem diria que com a mesma planta, três tipos de chá incríveis iriam surgir? Cada um com suas propriedades e características únicas.

Como consumir o chá preto

Foto: iStock

É necessário lembrar que apesar de todos os seus benefícios, o chá preto deve ser consumido com moderação, procurando não ultrapassar o limite de 3 xícaras da bebida diariamente. Então para saber como produzir esse chá especial, confira a receita abaixo.

  1. Para iniciar, coloque para ferver 1 litro de água;
  2. Após iniciar a fervura, acrescente 3 colheres de sopa das folhas do chá e desligue o fogo;
  3. Abafe a mistura por 5 minutos, para que a água absorva bem todo o sabor e qualidades da erva;
  4. Em seguida coe o conteúdo, adoce se necessário e o chá estará pronto para o consumo.
  5. É válido mencionar que por suas altas doses de cafeína, o consumo do chá é preferível durante a parte da manhã e tarde. Bebê-lo a noite pode dificultar o sono.

    Leia também: Chá de hibisco: veja os benefícios e sua relação com o emagrecimento

    Alertas sobre o consumo

    Foto: iStock

    Apesar de tudo, alguns cuidados são necessários antes de consumir esse chá, visto que algumas de suas substâncias podem causar problemas para certas pessoas.

    Portanto, a bebida deve ser evitada por mulheres grávidas, pois alguns elementos podem atravessar a barreira placentária, afetando o bebê. Hipertensos, cardíacos e pessoas com problemas estomacais e distúrbios de sono também devem tomar cuidado. Devido às altas quantidades de cafeína, o consumo pode aumentar a pressão arterial, a agitação, taquicardia e desordens gástricas.

    Ainda, o consumo excessivo da planta Camellia sinensis, seja por tomar em grande quantidade o chá preto, ou misturar seu consumo com o dos chás verde e branco, pode causar toxicidade ao corpo, além de interferir na absorção de ferro pelo organismo.

    Sabendo disso, o chá preto, quando consumido adequadamente, se torna uma opção perfeita a ser incluída na alimentação, garantindo o bem-estar e a saúde de qualquer um.

Assuntos: Alimentação

Para você