Dicas de Mulher Dicas de Noivas

Já pensou em se casar no Monte Everest? Conheça o casal que fez isso

Três semanas de escalada, neve na cabeça e temperaturas abaixo dos 20 graus: veja como foi este casamento nas alturas

em 18/05/2017

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

Se você ainda não se casou e tem planos de fazer isso algum dia na sua vida, é bem provável que você tenha uma ideia de como você gostaria de realizar a cerimônia.

Casar-se na igreja é uma tradição que segue muito forte, mas cada vez mais as noivas e os noivos têm inovado na escolha do local da celebração. Casamentos no campo, por exemplo, podem ser muito charmosos, assim como um mini wedding em um bistrô.

Talvez, você sonhe com algo bem luxuoso, com direito a banda, decoração caprichada e o melhor buffet já servido em uma festa. Ou, ainda, pode ser que você faça o estilo romântica e sonhe em se casar dentro do parque da Disney.

Somos livres para sonhar, porém é preciso admitir que será difícil realizar um casamento em patamares mais altos do que este casal, que selou sua união em um dos acampamentos-base do Monte Everest em março deste ano. E um detalhe: eles foram os primeiros a se casar no local usando terno e vestido de noiva.

Casamento nas alturas

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

James Sissom, de 35 anos, e Ashley Schmieder, de 32, ambos da Califórnia, nos EUA, não gostavam muito da ideia de fazer um casamento tradicional. “Por mais que nós adoraríamos dividir este dia especial com nossos familiares e amigos, nós dois éramos afeiçoados à ideia de casar em segredo durante uma viagem incrível”, contou Ashley ao site Daily Mail.

Para colocar o plano em prática, os dois precisaram passar três semanas percorrendo trilhas até chegar ao Acampamento-Base Sul do Monte Everest, que se localiza no Nepal a uma altitude de mais de 5,3 quilômetros. O acampamento é utilizado por alpinistas que precisam se aclimatar ou aguardar condições climáticas mais seguras antes de a jornada até o topo.

Nem tudo foi tão simples assim

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

A expedição dos pombinhos James e Ashley foi narrada pelo fotógrafo Charleton Churchill, que documentou o evento em seu blog. Ele contou que, desde 2011, sonhava em fotografar um casamento “de verdade”, com noivos vestidos a caráter, no acampamento-base do Monte de Everest – e James e Ashley foram o primeiro casal a realizar este feito.

Mas nem tudo foi tão simples. “De acordo com nosso guia local, caiu mais neve nas nossas cabeças do que durante todo o inverno. As temperaturas variavam de -22 a -12 oC, então nossas mãos se congelariam rapidamente se ficássemos sem luvas, por exemplo, quando eu tentava filmar e tirar fotos”, relatou o fotógrafo em seu blog.

Além da dificuldade das baixas temperaturas, o casal enfrentou outro grave problema. Em um ponto de parada anterior ao acampamento-base, James desenvolveu a “tosse do Khumbu”. Decorrente do frio e da baixa umidade, essa irritação pulmonar provoca uma grave falta de ar e acessos de tosse tão fortes que são capazes de rasgar os músculos do tórax ou quebrar costelas.

O noivo ficou tão debilitado que precisou passar a noite com um tanque de oxigênio. Na manhã seguinte, James se sentia um pouco melhor e o guia mencionou que os noivos e o fotógrafo poderiam subir até o acampamento-base carregando o tanque de oxigênio e o equipamento fotográfico, retornando ao ponto de parada de helicóptero.

Casando contra o tempo

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

Quando o trio chegou ao acampamento-base, eles receberam a notícia de que tinham apenas 90 minutos para comer, casar, tirar fotos, juntar suas coisas novamente e pegar o helicóptero para voltar. O casal decidiu aproveitar o tempo disponível e trocou seus votos matrimoniais em frente à mais famosa queda congelada do Monte Everest.

Como Ashley usou um vestido de noiva convencional, foi necessário mantê-la aquecida com sopas, bebidas quentes e movimentação constante, de forma que o corpo dela não começasse a congelar.

Porém, como tudo o que acontece no Monte Everest obedece à vontade da montanha e não de qualquer pessoa, as condições climáticas haviam piorado, o que impediu o helicóptero de chegar a tempo. Em consequência, o casal e o fotógrafo tiveram que passar a noite no acampamento-base, permanecendo lá até o outro dia de manhã.

Apesar das dificuldades, James e Ashley conseguiram realizar seu sonho de se casar em um local superinusitado – e o fotógrafo conseguiu belíssimos retratos desse momento. Confira:

O casal passou 3 semanas fazendo trilhas para chegar ao local da cerimônia

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

Mas o esforço valeu a pena

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

O noivo se preparando, ainda no ponto de parada anterior ao acampamento-base

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

A noiva recebendo uma mãozinha dos guias locais para ajeitar o vestido

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

A primeira vez que James viu Ashley vestida de noiva

Algumas noivas chegam de limousine. Ashley foi de helicóptero e levou o noivo junto

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

O casal se vestiu de forma tradicional, mesmo estando no Monte Everest

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

Exceto por um pequeno detalhe

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

Lá em cima, Ashley e James trocaram as alianças

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

E nós torcemos para que eles sejam felizes para sempre!

Foto: Reprodução/Charleton Churchill

Você gostou deste casamento completamente fora do tradicional? Apesar de a tendência dos casamentos exclusivos ficar cada dia mais forte, ainda há muitas noivas que sonham em se casar na igreja, da forma mais clássica possível. O que importa, no fim das contas, é que a cerimônia tenha a cara dos noivos e seja repleta de amor, não é mesmo?

Comentários
Dicas relacionadas