Benefícios dos esportes aquáticos

Descubra como as atividades físicas dentro da água podem ser benéficas

Escrito por

Foto: Thinkstock

Publicidade

A procura por uma vida saudável está cada vez mais evidente e as academias cada vez mais lotadas. Modalidades esportivas aquáticas são muito procuradas, pois moldam o corpo, aliviam as tensões do dia-a-dia e são muito divertidas.

Os exercícios realizados dentro da água promovem o fortalecimento muscular, devido à pressão hidrostática, exercida quando o corpo está submerso, e possuem efeito massageador que favorece a circulação sanguínea.

Fazer atividade dentro da água mantém a temperatura do corpo estável, o que ajuda o aluno a manter a intensidade do exercício durante toda a aula, tendo como consequência melhor resultado físico.

Segundo, Alexandre Vieira, Professor Especialista pela UNIFESP – Escola Paulista de Medicina em Bases Metodológicas e Fisiológicas do Treinamento Desportivo, os esportes aquáticos são excelentes, pois trabalham os diversos grupamentos musculares, ajudam a reduzir a gordura corporal e podem contribuir para a recuperação de lesões, por não oferecer impacto para as articulações.

Por ser uma atividade de baixo risco com relação às lesões, é um esporte perfeito para ser praticado também durante a gestação.

A água facilita a atividade física para as gestantes, pois a sensação de peso corporal reduz 90% quando submerso. A prática de esportes durante essa fase traz uma melhoria na circulação, redução no estresse cardiovascular, aumento da força, maior resistência muscular, melhora a qualidade do sono e aumenta o gasto calórico, evitando o ganho excessivo de peso.

Exercícios dentro da água são excelentes também para pessoas com problemas respiratórios, como asma ou bronquite alérgica. Este tipo de atividade reduz a hipersensibilidade dos brônquios, diminuindo as crises e os ataques de falta de ar.

Idosos e pessoas deficientes são outro grupo que pode se beneficiar substancialmente das atividades na água, aumentando os níveis de força, resistência, equilíbrio e, principalmente, mobilidade, prolongando sua independência funcional e permitindo-lhes viver de maneira autossuficiente e digna.

Peça ajuda de seu médico para avaliar e orientar a atividade correta para você e escolha quais das atividades aquáticas vão ajudar sua saúde, bem-estar físico, psicológico e social.

Publicidade

Atividades aquáticas

  • Natação: Deslocamento dentro da água por movimento de braços e pernas. Trabalha o sistema cardíaco e respiratório, fazendo com que o condicionamento físico melhore.
  • Hidroginástica: Ginástica dentro da água. Melhora a capacidade aeróbica, a resistência cardiorespiratória, a resistência e a força muscular, a flexibilidade e o bem-estar geral.
  • Hidrobike, hidrospinning ou acquabike: Método é baseado no spinning convencional, porém a bicicleta submersa não tem carga. Provoca estímulo ósseo e muscular e promove resistência cardiorespiratória.
  • Hidro Jump: Atividade coletiva e coreografada em cima de um pequeno trampolim. Os impulsos desenvolvem o equilíbrio corporal, sendo uma atividade indicada para quem quer emagrecer e ganhar força muscular.
  • Deep Water: Exercícios variados com o auxílio de um colete de flutuação, com o qual o aluno não encosta no fundo da piscina. Melhora a flexibilidade e trabalha o sistema respiratório.
  • Deep Water Running: Corrida na piscina em que mover-se para frente ou permanecer relativamente no mesmo lugar depende de mudanças sutis na posição do corpo. Melhora a postura e promove a força muscular.
  • Water Yoga: Yoga tradicional adaptada para o meio aquático. A resistência da água intensifica o exercício propiciando uma queima maior de calorias.
  • Pólo Aquático: Semelhante ao handebol, só que praticado na água. Trabalha também a coordenação e o reflexo.
  • Nado sincronizado: Movimentos sincronizados de natação. Auxilia na melhora da flexibilidade, agilidade e condicionamento físico.
  • Watsu: Zen-Shiatsu dentro da água. Estimula a circulação e melhora o equilíbrio corporal.
  • Surfe: Movimentos em pé em uma prancha sobre a água. Desenvolve a coordenação motora e trabalha todos os grupos musculares.
  • Integral Surf Training: Programa de condicionamento físico voltado ao surf, que inclui musculação alongamento e lição de movimentos na água. Melhora o condicionamento físico e o equilíbrio sobre a água.
  • Canoagem: Atividade praticada em canoa ou caiaque (geralmente, com espaço interno menor) com remos. Fortalece a musculatura e combate o estresse.
  • Stand up paddle (SUP): Surfe praticado em pé com auxílio de remos. Reeduca a postura corporal e promove o bom condicionamento físico.
  • Kitesurfe: Movimentos em pé em uma prancha com uma pipa na cintura sobre a água. Estimula o equilíbrio, reflexos e resistência física.

É muito importante contar com o acompanhamento de um profissional ao praticar qualquer atividade física. Só aceite fazer aulas com profissionais de educação física.

Este conteúdo foi útil para você?
SimNão

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.