Dicas de Mulher Dicas de Saúde

11 benefícios comprovados do abacate

O consumo equilibrado do abacate tem ação positiva no controle do colesterol e ajuda no processo de emagrecimento

em 14/10/2014

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Por muito tempo o abacate foi considerado um alimento calórico, associado ao ganho de peso e gordura corporal. Porém, atualmente, já se sabe que o abacate é uma fruta com alto valor nutricional e que promove diversos benefícios ao organismo.

Abaixo, Pâmela Miguel, nutricionista da Clínica de Nutrição Funcional de São Paulo, apresenta alguns desses benefícios que o consumo adequado de abacate pode oferecer:

1. Contém gorduras boas. O abacate é rico em gorduras insaturadas, “gorduras boas” que auxiliam na redução dos níveis de colesterol, além de contribuir para redução do “mau” colesterol (LDL-colesterol) e aumento do “bom” colesterol (HDL-colesterol).

2. Promove mais saciedade. O abacate também é rico em ômega 9, o que auxilia na promoção da saciedade. “Com isso, pode-se dizer que o abacate auxilia no emagrecimento, pois contém gorduras ‘boas’ que promovem a saciedade (omêga 9)”, destaca a nutricionista Pâmela.

3. Previne as doenças cardiovasculares. O abacate contém Beta-sitosterol, um fitoesterol que atua na redução do LDL- colesterol. “Sendo assim, ele auxilia na prevenção das doenças cardiovasculares”, explica Pâmela Miguel.

4. Evita o acúmulo de gorduras. O abacate melhora a ação da insulina, ou seja, evita picos de glicose no organismo e acúmulo de gorduras.

5. Ajuda no funcionamento do intestino. O abacate é rico em fibras que, além de promoverem saciedade, auxiliam no funcionamento correto do intestino.

6. Possui ação antioxidante e anti-inflamatória. O abacate contém ainda substâncias com ação antioxidante e anti-inflamatórias que reduzem a inflamação das células de gordura e auxiliam no processo de emagrecimento.

7. Protege contra o envelhecimento precoce. O abacate contém vitamina E, Luteína e a Glutationa, potentes antioxidantes que, além de auxiliarem no emagrecimento, protegem o organismo das doenças crônicas (doenças cardiovasculares, câncer) e do envelhecimento precoce, trazendo benefícios para a pele.

8. Auxilia na redução da celulite. Pâmela explica que as substâncias com ação anti-inflamatórias e antioxidantes também auxiliam na redução da celulite.

9. Previne doenças articulares. O abacate tem ainda ação protetora das cartilagens, devido à sua ação anti-inflamatória, auxiliando assim na prevenção de doenças articulares, como a artrite e a artrose.

10. Melhora a ação dos hormônios. Pâmela Miguel destaca que o abacate contém substâncias que auxiliam no controle da glicemia, melhorando a ação do hormônio insulina. “A fruta também auxilia na modulação do hormônio cortisol (hormônio do estresse)”, diz.

11. É rico em nutrientes. O abacate também é rico em nutriente como potássio, cálcio, ferro e fósforo.

“Dessa forma, o consumo equilibrado do abacate tem ação positiva no controle do colesterol, diabetes, doenças cardiovasculares, doenças articulares e no emagrecimento”, destaca Pâmela Miguel.

Publicidade — Continue lendo abaixo

Como deve ser o consumo de abacate?

Pâmela Miguel explica que o abacate deve fazer parte de uma dieta equilibrada e balanceada. “O consumo adequado deve ser de 2 a 3 colheres de sopa ao dia”, destaca.

Ainda de acordo com a nutricionista, o abacate pode ser associado a saladas ou consumido com uma colher (chá) de mel e cacau para aqueles que querem controlar a vontade de doce.

Abacate “engorda” ou abacate “emagrece”?

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Por muito tempo o abacate foi considerado um alimento muito calórico e associado ao ganho de peso e gordura corporal. Porém, destaca Pâmela Miguel, hoje se sabe que as gorduras presentes no abacate, além de auxiliarem no controle do colesterol, promovem a saciedade – que é essencial no processo de emagrecimento.

A nutricionista destaca que a fruta também é rica em substâncias com ação antioxidante e anti-inflamatória, que reduzem a inflamação das células de gordura, facilitando assim sua eliminação, ou seja, o emagrecimento.

“O abacate auxilia no emagrecimento, pois contém ‘gorduras boas’ que promovem a saciedade (omêga 9), melhora a ação da insulina (evita picos de glicose no organismo e acúmulo de gorduras), é rico em fibras (que promovem a saciedade e auxiliam no funcionamento correto do intestino)”, ressalta a nutricionista Pâmela.

Porém, é importante lembrar que o abacate, como todos os outros alimentos, contém calorias e que o consumo excessivo pode levar ao ganho de peso.

Todo mundo pode consumir abacate?

Pâmela Miguel explica que, quando consumido de forma equilibrada e regular, o abacate pode ser consumido por todas as pessoas, pois apresenta diversos benefícios para a saúde: controle do colesterol, ação positiva na diabetes, prevenção de doenças crônicas etc.

Benefícios do óleo de abacate

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Você também já deve ter ouvido falar do óleo de abacate. Pâmela Miguel explica que ele é rico em ácidos graxos insaturados (60 a 80%) – principalmente o ácido oleico –, que são gorduras que auxiliam na redução do colesterol total, aumento do “bom” colesterol (HDL- colesterol) e redução do “mau” colesterol (LDL-colesterol). “Esses ácidos graxos também promovem a saciedade, auxiliando no processo de emagrecimento”, destaca.

A nutricionista destaca que outra substância presente no óleo de abacate é o Beta-sitosterol, um fitoesterol que, além de auxiliar no controle do colesterol, juntamente com o ácido oleico tem ação no metabolismo, síntese e regulação de hormônios importantes, como insulina e cortisol.

“O óleo de abacate também é rico em Vitamina E e Glutationa, substâncias com ação antioxidante, que auxiliam no processo de emagrecimento, prevenção de doenças cardiovasculares e câncer, mantém a saúde da pele e protegem contra o envelhecimento precoce e possuem ação protetora nas articulações”, ressalta a nutricionista Pâmela.

Ainda de acordo com Pâmela Miguel, o óleo de abacate pode ser utilizado como tempero de saladas e finalização de pratos quentes. A quantidade ideal é de até duas colheres de sopa ao dia.

Agora você já tem ótimos motivos para incluir o abacate (ou o óleo de abacate) na sua alimentação! Mas lembre-se que para usufruir dos benefícios desta fruta é fundamental, também, seguir uma alimentação saudável.

Comentários
Dicas relacionadas