10 atitudes que vão te ajudar se você odeia o seu trabalho

Se você precisa ficar ou se já está pensando em sair, algumas formas de agir podem ajudar; veja

Escrito por Mariana Bueno

Foto: iStock

Você já começa a semana contando os dias para o fim de semana? Todos os domingos à noite você tem uma sensação de medo só de pensar em entrar no escritório na manhã seguinte? Então não há dúvidas: você odeia seu trabalho.

Nesse cenário, a próxima questão lógica é a seguinte: e agora? O que você pode fazer de maneira realista para mudar essa situação?

Tudo vai depender do quão importante esse trabalho é para você. Ficar e aproveitar ao máximo ou embalar tudo e sair em busca de outras oportunidades? Veja uma lista com 10 coisas diferentes que você pode fazer quando odeia seu trabalho – dependendo de qual dessas duas categorias você se encaixa no momento.

Se você precisa ficar …

Foto: iStock

Talvez você ainda não tenha outra opção em vista ou talvez tenha iniciado esse trabalho há pouco tempo e sabe que sair agora poderia prejudicar sua reputação profissional. Então você sabe que precisa se manter pelo menos por um pouco mais de tempo. Felizmente, existem algumas maneiras produtivas e profissionais para você lidar com sua situação atual.

1. Fique mais próxima de seus colegas de trabalho

Você não gosta do que faz. No entanto, isso não significa que você não pode gostar de quem trabalha com você. Se você tem pelo menos algumas pessoas legais na equipe, pessoas que poderiam fazer seus dias um pouco mais alegres, aproveite. Chame alguém para almoçar, organize um happy hour para o seu departamento… Você vai fazer algumas amizades ao mesmo tempo em que expandirá sua rede profissional – o que é útil se e quando você decidir buscar um novo trabalho futuramente.

Leia também: 5 dicas para ter uma atitude positiva no trabalho

2. Converse com seu chefe sobre novos projetos

Foto: iStock

Comece a tomar frente para fazer coisas novas, ao invés de estar sempre com coisas que te aborrecem. Converse com seu chefe, veja como você poderia expandir sua experiência e aplicar suas habilidades. Talvez haja um novo e desafiante projeto que você possa liderar. Ou, talvez, uma oportunidade de trabalhar de forma cruzada e aprender com um departamento diferente. Isso pode dar um novo ânimo.

3. Comece a fazer algo que você ame

Uma verdade dura que muitas pessoas não dizem: nem todo mundo encontra um trabalho que realmente goste. Às vezes você precisa se contentar com algo que pague as contas. Mas, mesmo que seja esse o caso, isso não significa que você esteja destinado a uma vida profissional totalmente insatisfatória. Se você está se sentindo preso em sua situação atual, considere iniciar um projeto paralelo com algo que você ame, para se dedicar fora do expediente. Seu trabalho não precisa ser a única experiência profissional capaz de te satisfazer.

4. Faça uma lista de objetivos

Foto: iStock

Já que você decidiu – ou precisou – ficar nesse trabalho, aproveite ao máximo essa experiência, mesmo que seja apenas para aumentar suas competências. Sente-se e pense em algumas coisas reais que você poderia obter nesse trabalho. Melhorar uma habilidade importante? Fazer alguns contatos valiosos? Ter uma boa recomendação de seu chefe? Liste esses objetivos. Eles servirão como motivação, mesmo você preferindo fazer outras coisas.

5. Mantenha uma atitude positiva

É clichê e não é tão simples na prática. Mas pense que, ficar reclamando o tempo todo, não vai adiantar. Então faça um esforço para se concentrar nos aspectos positivos, mesmo que sejam poucas coisas. Faça o que puder para manter uma atitude mais otimista, o que vai ser bom para você e para toda a equipe.

Se você está planejando sair…

Foto: iStock

Você realmente não aguenta mais e precisa deixar esse trabalho terrível. Mas, antes de sair ou de começar a procurar novas oportunidades, há algumas coisas que você deve se certificar para não ir embora com um clima ruim ou se queimar com os profissionais da empresa e até mesmo no mercado de trabalho.

Leia também: A regra 10/10/10 te ajudará a tomar melhores decisões em sua vida

6. Continue a fazer um trabalho sólido

Foto: iStock

Mesmo que você esteja planejando sair no futuro próximo, é importante lembrar que você ainda está lá agora – e que essa experiência tem um papel na sua carreira, de um modo geral. Por isso você precisa aproveitar ao máximo o tempo, ainda que curto. Aproveite todas as oportunidades possíveis, crie uma rede de contatos com seus colegas, assuma grandes projetos ou apresentações… Você não só irá impressionar seu chefe (o que será útil se você precisar de uma recomendação no futuro), como também irá provar seu valor e melhorar seu currículo.

7. Mantenha o silêncio

Quando você começar a procurar emprego, certifique-se de fazer isso discretamente. Não comente com seus colegas de trabalho sobre a entrevista que você fez naquela tarde. E, definitivamente, não faça comentários do tipo “Mal posso esperar para sair daqui”. Não há nenhum problema em estar buscando novas oportunidades, mas isso precisa ser feito com um certo nível de respeito e profissionalismo.

8. Anote suas realizações mais impressionantes

Foto: iStock

Para começar a pesquisa por emprego você terá de atualizar o seu currículo. Então anote as métricas importantes – a porcentagem pela qual você cresceu, a lista de vendas da empresa ou o número de participantes que vieram ao almoço que você coordenou. Faça isso agora, quando você ainda tem acesso a esses dados, para que tenha tudo em mãos quando precisar.

9. Faça uma lista de valores

Um trabalho que você não gosta pode ser tão esclarecedor quanto um trabalho que você ama. Por quê? Porque isso fará com que você fique ciente de todas as coisas que você é capaz e do que você não é. Não há melhor momento para pensar esses valores profissionais do que quando você ainda está preso em um trabalho que faz você se encolher. Faça uma auto-reflexão e liste as coisas que você faz e não gosta na situação atual. Essas informações serão úteis quando você começar a busca pela próxima oportunidade.

10. Comece um plano de transição

Foto: iStock

Você precisará de um planejamento para sair do trabalho e buscar um novo, seja para refazer o currículo ou mesmo para economizar algum dinheiro. Anote tudo, se ofereça para ajudar em determinadas funções, para que você saia sem manchar sua reputação. E não faça nada repentinamente sem ter pensado bem antes de decidir.

Leia também: 3 atividades essenciais para deixar seu currículo mais atraente

Odiar seu trabalho não é bom e, geralmente, é motivo mais que suficiente para fazer você se sentir desesperada. A boa notícia é que você tem muito mais controle da situação do que você acha que tem – você só precisa aprender a usá-lo. Com essas dicas você certamente aproveitará a maior parte dessa experiência, não importa quão horrível ela seja.

Dicas pela Web