Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Arroz integral: 5 motivos para incluí-lo na dieta

Um grão nutritivo com poderes inimagináveis, o arroz integral ajuda no controle da diabetes, mantém o colesterol em níveis aconselháveis e inibe o apetite

em 19/02/2014

Foto: Thinkstock

O arroz é uma importante fonte de carboidratos que são responsáveis por gerar energia no organismo. Quando colocado em uma refeição que contenha feijão, legumes, verduras e uma carne, especialistas consideram que nos quesitos nutricionais o prato está corretamente balanceado.

Um dos principais itens no prato do brasileiro, o arroz branco, em seu processo de industrialização é colocado em uma máquina que retira as cascas e consequentemente muitos de seus nutrientes.

Segundo a nutricionista Gisela Peres da Santa Casa de Misericórdia (RJ), fora de uma refeição balanceada, o arroz branco é considerado uma “caloria vazia”.

Como é difícil tirar o arroz da refeição de todos os dias, o jeito é tentar substituir o branco, pelo menos em algumas vezes da semana, por arroz integral.

O arroz integral possui o mesmo valor calórico do arroz branco, mas tem níveis de fibras solúveis e insolúveis, proteínas, sais minerais e vitaminas muito mais altos, tornando-se uma opção mais saudável.

5 motivos para consumir arroz integral

  1. Muito bom para quem quer emagrecer
  2. Este item é, sem sombra de dúvidas, o mais importante na lista de quem está de dieta. Apesar de conter a mesma quantidade de calorias que o arroz branco, o arroz integral tem um processo de industrialização diferente: não são retiradas as cascas e a película que o envolve, portanto a quantidade de fibras que este arroz contém é muito maior. “Como sua digestão é mais lenta por conta das fibras ali contidas, o arroz integral permanece mais tempo no estômago, promovendo maior sensação de saciedade. Além disso, mantém estável o nível de açúcar no organismo, isso favorece para que esse açúcar não fique acumulado em forma de gordura no abdômen’, afirma Gisela.

  3. Melhora o funcionamento do sistema gastro-intestinal
  4. Mais uma vez, por causa de suas fibras, o arroz integral é um herói para tem problemas de prisão de ventre. Por conta das suas fibras solúveis, que são responsáveis por absorver a água se transformando em uma substância gelatinosa que absorve a gordura e impede sua absorção pelo organismo, esta fibra favorece o trânsito intestinal. Mas, segundo os nutricionistas é sempre bom lembrar que se aumentar os níveis de fibras na alimentação é preciso aumentar também o consumo de água.

  5. Ajuda a prevenir o câncer de cólon
  6. Não só o arroz integral, mas os pães integrais, os cereais e alimentos que contenham fibras, em geral, ajudam na prevenção do câncer de cólon. Estudos realizados pelo Colégio Imperial de Londres e pela Universidade de Leeds, na Inglaterra, associaram o consumo de fibras solúveis à prevenção de tumores. Por formarem a substância gelatinosa que absorve gordura, as fibras, apesar de não serem digeridas pelo organismo, ajudam a regularizar o funcionamento do intestino, reduzindo assim as probabilidades do desenvolvimento de câncer de cólon.

  7. Mantém os níveis de glicose no sangue estáveis
  8. Estudos feitos na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, comprovam que o consumo excessivo de arroz branco pode favorecer o aparecimento da diabetes nas pessoas. Isso ocorre porque no processo de industrialização o arroz branco passa a ter um índice maior de açúcar do que o arroz integral. Além disso, o arroz integral é rico em fibras solúveis que também são responsáveis por retardar a absorção de açúcar pelo organismo após as refeições, por isso ajuda a manter os níveis de glicose controlados. Uma boa opção para diabéticos que não abrem mão de comer arroz.

  9. Ajuda a reduzir o colesterol ruim
  10. “Entre tantos nutrientes presentes no arroz integral estão os lipídeos, principalmente os ácidos palmítico, oléico e linoléico, que também ajudam na síntese de hormônios importantes e na redução do colesterol ruim, aumentando os níveis do colesterol bom”, explica a nutricionista Gisela Peres.

O mais importante para começar uma receita com arroz integral é que na hora do cozimento ele fique “al dente”, para não sofrer perdas de nutrientes. A dica para quem não está com o paladar acostumado com o sabor do arroz integral é ir misturando porções de arroz branco, diminuindo gradativamente a quantidade até chegar no prato com apenas arroz integral.

Aprenda a cozinhar este grão muito saudável

Comentários
Dicas relacionadas