Dicas de Mulher Dicas de Saúde

8 alimentos inocentes que podem prejudicar seus dentes

Frutas secas e alimentos em conserva fazem parte da lista de produtos que você nem imagina que possam estragar a beleza e a saúde do seu sorriso

em 01/12/2014

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Nem todo mundo se dá conta, mas os alimentos que consumimos estão intimamente ligados com a nossa saúde bucal. Você já deve ter ouvido falar, por exemplo, que refrigerantes e doces fazem mal aos dentes. Mas será que isso é mesmo verdade?

William Frossard, dentista especializado em Odontologia Estética, Doutor em Periodontia, Mestre em Dentística, especialista em Prótese Dentária, afirma que alimentos como chocolates, refrigerantes, salgadinhos industrializados, entre outros, podem mesmo ser prejudiciais aos dentes.

“Mas, o mais importante é fazer o consumo adequado desses alimentos e fazer a higiene oral logo após o consumo deles, para que não permaneçam em contato com o dente – o que pode ocasionar um aumento no número de bactérias presentes”, destaca o dentista.

O que pouca gente sabe, porém, é que existem outros alimentos aparentemente “inocentes” que também podem, de uma forma ou outra, ser prejudicais aos dentes. É o que você confere na lista abaixo.

1. Frutas cítricas

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Frossard explica que, quando consumidas de forma exagerada, as frutas cítricas podem ser prejudicais aos dentes. “Isso porque, normalmente, elas são bem ácidas, podendo gerar uma erosão ácida nos dentes (prejudicando a camada mais externa do dente, o esmalte), provocando desgastes irreversíveis e, além disso, facilitar o aparecimento das cáries”, diz.

Por outro lado, destaca o especialista, o consumo moderado pode ser benéfico. “Porque essas frutas promovem uma produção maior de saliva, ajudando numa autolimpeza dos dentes”, explica.

O dentista dá ainda uma dica importante: “após ingerir frutas ou sucos cítricos, tome um copo de água. Espere vinte minutos, e escove os dentes, já que escová-los logo após o consumo de substâncias cítricas pode contribuir para o desgaste do esmalte”.

Vale reforçar: não é necessário excluir o consumo de frutas cítricas, mas, sim, não consumi-las exageradamente.

2. Alimentos em conserva

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Alimentos em conserva, como, por exemplo, picles, assim como as frutas cítricas, podem prejudicar os dentes. “Isso porque também são altamente ácidos devido ao vinagre que é posto para conservá-los”, explica Frossard.

O dentista frisa, porém, que o problema só ocorrerá se esse tipo de alimento for consumido em excesso.

Uma dica para evitar o consumo de alimentos em conserva é optar sempre que possível por vegetais frescos.

3. Frutas secas

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Frossard explica que as frutas secas podem, de certa forma, ser prejudicais aos dentes. “Por serem desprovidas de água, acabam tendo um maior poder de grudar na superfície dentária, facilitando o processo de proliferação das bactérias da cárie – isso se os dentes não forem escovados logo após o consumo –, além de possuírem um alto teor de açúcar”, diz.

Então a dica é escovar os dentes logo após consumir este tipo de alimento e também não exagerar no consumo.

4. Café com açúcar

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Frossard explica que os pigmentos do café podem ocasionar um escurecimento extrínseco do dente, mas não chegam a prejudicá-lo. “Esses pigmentos podem ser facilmente removidos com uma profilaxia no consultório e, se necessário, um clareamento dental pontual pode ser realizado. Importante ressaltar que o açúcar adicionado ao café, esse sim, pode ser o grande vilão!”, ressalta.

Por isso, fica a dica: evite ao máximo adoçar o café. E também não exagere no consumo da bebida (para evitar o escurecimento dos dentes).

5. Chicletes

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

O consumo de chicletes (que possuem açúcar) é prejudicial aos dentes, de acordo com Frossard. “Isso porque, como têm alto teor de açúcar, podem facilitar o aparecimento de cáries”, diz.

Já os chicletes sem adição de açúcar podem ser benéficos para a saúde oral, desde que consumidos com moderação, de acordo com o especialista. “O processo de mascar chicletes aumenta a produção de saliva, o que ajuda a neutralizar os ácidos produzidos após a ingestão de certos alimentos. Além disso, a saliva também atua no mecanismo de remineralização dos dentes”, explica.

Dessa forma, opte sempre pelos chicletes sem açúcar quando tiver vontade! Mas os consuma com moderação.

6. Molhos de tomate

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Frossard destaca que, se consumidos de forma exagerada, os molhos de tomate podem ser prejudicais aos dentes. “Isso porque os molhos de tomate, além de terem muitos corantes escuros, são ácidos – o que pode gerar uma erosão no esmalte e escurecimento dental”, explica.

De preferência por fazer, sempre que possível, um molho com tomates frescos na sua casa. E, quando for consumir os molhos comprados prontos, use-os com moderação.

7. Vinho

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Frossard ressalta que vinhos não são prejudiciais aos dentes – isso é, se consumidos de forma moderada. E, inclusive, fazem bem para a saúde.

Mas, explica o dentista, os corantes presentes no vinho tendem a “grudar” na placa bacteriana. Por isso, dentes limpos ficam mais protegidos.

“Durante uma longa noite regada a vinho, não se esqueça da água para acompanhar. Se for com gás, melhor ainda, pois a carbonatação vai ajudar ainda mais a proteger seus dentes. Mas o importante é não ficar de boca seca”, diz.

O especialista destaca ainda que, depois de algumas taças de vinho, a saliva às vezes está tingida, na cor do vinho. “Antes de escová-los, é importante primeiro enxaguar bem a boca, para diminuir os ácidos presentes na cavidade bucal, que podem prejudicar o esmalte dos dentes, durante a escovação”, orienta.

8. Chás

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Assim como o café e o vinho, explica Frossard, o chá – por possuir substâncias corantes – pode pigmentar a superfície do esmalte dos dentes. “O risco aumenta caso eles apresentem alguma irregularidade, pois pequenas partículas podem ficar retidas e se transformar em manchas”, diz.

De acordo com o dentista, é importante salientar que o açúcar acrescido pode ser mais deletério (prejudicial) do que as manchas que o chá pode causar.

Outro aspecto é a temperatura. “O dente sempre reage ao quente e também ao frio. E, como reação, aumenta a camada de dentina que na sua essência é amarelada. Portanto, uma grande quantidade de café e chá, além de bebidas muito quentes ou muito geladas, podem deixar os dentes mais amarelados”, destaca o especialista.

Por tudo isso, a dica é não exagerar (ainda que o chá seja tomado sem açúcar)!

9. Amêndoas

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Frossard ressalta que as amêndoas não prejudicam os dentes. Mas, pelo fato de serem muito rígidas, podem causar fraturas neles.

“Mas é importante destacar que isso não ocorre se o dente estiver completamente saudável”, acrescenta o dentista.

“Para diminuir o risco desse tipo de problema, opte por fatiá-las antes de comê-las”, orienta o especialista.

4 tipos de alimentos benéficos aos dentes

Ao contrário de alguns alimentos que, de uma maneira ou de outra, podem se prejudiciais aos dentes, existem outros que são conhecidos por “fazerem bem” à saúde da boca.

William Frossard destaca os seguintes tipos de alimentos como boas opções para garantir uma boca saudável:

  1. Frutas (como, por exemplo, morango, maça etc.);
  2. Legumes (como pepino etc.);
  3. Derivados do leite (como iogurte e queijo);
  4. Peixes (como salmão).

Vale ressaltar que você não precisa excluir totalmente nenhum alimento da sua dieta com medo de que ele possa prejudicar seus dentes. A palavra-chave é moderação.

Para manter sua boca sempre saudável, não se esqueça de escovar os dentes sempre após comer e visite regularmente um dentista.

Comentários
Dicas relacionadas