A importância da avaliação física

Entenda porque passar por uma avaliação física é essencial antes de praticar qualquer exercício

Escrito por Deborah Busko

Pouca gente dá importância, mas é essencial fazer uma avaliação física antes de iniciar a prática de toda e qualquer atividade física. Cada organismo reage de uma maneira diferente aos exercícios, bem com o processo de adaptação ao ritmo das atividades físicas e o alcance do resultado final varia entre as pessoas. Daí a importância da avaliação física, mesmo que sua pretensão seja fazer exercícios em casa ou simples caminhadas pelas ruas do bairro.

Para que serve a avaliação física?

A avaliação física é fundamental não só para avaliar a aptidão física relacionada à saúde e ao desempenho esportivo como também para verificar sua evolução e os resultados dos exercícios. Essa avaliação consiste essencialmente em testes e exames médicos, que devem ser feitos por especialistas e servem para diagnosticar o estado atual de condicionamento físico tanto muscular, como cardiorrespiratório e analisar o percentual de gordura, além de outras avaliações como a postural.

Ao contrário do que muitos pensam, a idade não é fator primordial e determinante das limitações aos esforços físicos, visto que uma pessoa idosa e ativa pode ter um melhor condicionamento do que uma pessoa jovem, porém sedentária.

Basicamente, as variações e limitações são atribuídas ao estado de saúde, aos hábitos de vida e, sobretudo, as experiências anteriores quanto à prática de exercícios físicos e conseqüentemente, aos níveis de aptidão física de cada pessoa.

Um programa de exercícios eficaz é aquele que combina adequadamente frequência, duração e intensidade dos esforços físicos, de acordo com as condições e necessidades de cada um diagnosticadas na avaliação física.

Exercícios praticados de maneira coerente diminuem a probabilidade de ocorrerem acidentes, reduzem o risco de precipitação de acidentes cardiovasculares, lesões ortopédicas, assim como evitam desgastes indevidos, que podem provocar fadiga excessiva, tanto psicológica como física.

Uma das principais causas de desistências logo nos estágios iniciais dos programas de atividades físicas é o desconforto provocado por certos exercícios que, naquele momento, não são os mais indicados para as condições e necessidades apresentadas por quem está praticando.

Assuntos: Fitness

Para você