8 tratamentos naturais para a depressão

Alimentar-se bem e praticar atividades físicas são algumas das orientações

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Thinkstock

Todo mundo já ouviu falar sobre a depressão, mas poucas pessoas sabem, de fato, diferenciá-la de um quadro de tristeza.

A depressão é uma doença que necessita ser tratada. A boa notícia, porém, é que existem hábitos e dicas simples que podem ajudar nesse tratamento.

Mas, para falar de maneiras de tratar este problema, é fundamental abordar primeiramente as diferenças essenciais entre tristeza e depressão. Abaixo você confere as informações do médico e especialista Marcelo Guerra.

Tristeza x Luto x Depressão

A depressão é um distúrbio da mente que se caracteriza por tristeza e falta de vontade para realizar atividades, até mesmo aquelas que antes eram prazerosas.

Marcelo Guerra, médico, homeopata, acupunturista, terapeuta biográfico e especialista do Personare, explica que todos nós vivenciamos a tristeza um dia ou outro, geralmente como reação a algum fato desagradável, a alguma frustração, a algum conflito em relacionamentos, à pressão no trabalho etc. “Essa tristeza naturalmente cessa com a mudança das circunstâncias”, destaca.

Há ainda o luto, acrescenta o profissional, que é uma profunda tristeza causada por alguma perda, seja a morte de alguém querido, o fim de um relacionamento, a perda de um emprego, a vivência de um acidente, a notícia de uma doença grave etc. “O luto é uma reação natural e esperada, e se cura com o passar do tempo”, explica Guerra.

A depressão, não. “Nem o tempo, nem a mudança das circunstâncias é capaz de alterar o humor da pessoa deprimida. É uma doença e, como tal, necessita ser tratada. A depressão degrada o ‘eu’ da pessoa e vai opacificando sua capacidade de dar e receber afeição”, explica o médico.

Diagnóstico

Marcello Guerra destaca que é fundamental que o paciente seja diagnosticado por um médico, “para que possa fazer o diagnóstico diferencial com algumas doenças orgânicas que podem gerar depressão, como o hipotireoidismo, alguns tumores cerebrais, doença de Parkinson, entre outras”.

Tratamentos naturais para tratar a depressão

Foto: Thinkstock

Como já foi destacado, a depressão é uma doença que exige acompanhamento e tratamento médico, mas existem alguns hábitos saudáveis – relacionados à alimentação, por exemplo – e algumas dicas que podem ajudar no tratamento deste problema que acomete, infelizmente, grande parte da população. Abaixo você confere:

1. Homeopatia: de acordo com Marcelo Guerra, a homeopatia tem recursos para tratar a depressão sem necessitar recorrer aos medicamentos alopáticos. “Mesmo pacientes que já fazem tratamento alopático para depressão podem iniciar um tratamento homeopático, retirando progressivamente os remédios convencionais e mantendo-se bem”, destaca.

2. Fitoterapia: ainda de acordo com o médico, a terapia que usa plantas no tratamento também tem recursos para a depressão.

3. Acupuntura: a acupuntura é mais uma orientação do médico Marcelo Guerra para tratar a depressão.

4. Alimentos que estimulam a produção de serotonina: que é um neurotransmissor cuja deficiência está associada à depressão – podem auxiliar no tratamento. “O chocolate é o mais famoso deles, certamente por causa do seu sabor tão apreciado (se fosse o repolho seria tão famoso?!)”, diz Guerra, que acrescenta que a produção de serotonina é feita a partir do aminoácido triptofano e cita outras sugestões de alimentos que podem ajudar:

  • Aveia
  • Banana
  • Brócolis
  • Espinafre
  • Maracujá
  • Laranja

5. Apostar em determinados temperos: é um outro recurso relacionado à alimentação que pode ajudar, de acordo com Marcelo Guerra. São eles: cúrcuma, cominho e pimenta do reino.

6. Prezar por uma dieta saudável é fundamental: não basta apenas se alimentar das opções citadas acima, mas sim seguir uma alimentação equilibrada, de preferência, contando com o acompanhamento de um nutricionista.

7. Nunca pule refeições e/ou fique muito tempo sem comer: pois, mantendo o açúcar no sangue estável, reduz alterações de humor.

8. A prática de atividade física aeróbica: (caminhar, correr, andar de bicicleta, nadar), de acordo com Marcelo Guerra, aliada a uma alimentação saudável, ajuda muito a prevenir e a tratar a depressão.

Vale destacar que essas dicas são muito importantes e podem ajudar a prevenir e até a tratar a depressão, porém, não podem ser vistas como medidas únicas no tratamento do problema. É fundamental lembrar que a depressão é uma doença que deve ser acompanhada por um médico, por isso, não hesite em procurar um profissional!

Dicas pela Web