8 tipos de exercício para tonificar a parte interna da coxa

Agachamento e afundo são alguns dos exercícios que conseguem estimular essa musculatura

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Thinkstock

Ao entrar na academia ou iniciar qualquer outro tipo de atividade física, cada pessoa carrega com ela seu objetivo. Algumas querem emagrecer; outras buscam um corpo mais enrijecido ou, simplesmente, mais saúde e qualidade de vida.

Porém, um desejo bastante comum entre as mulheres é tonificar a parte interna da coxa, deixando suas pernas mais definidas. Mas é verdade que este nem sempre é um resultado fácil de ser alcançado, o que faz com que muitas pessoas questionem o porquê desta dificuldade.

Thaina Rodrigues, 26 anos, pedagoga, conta que faz musculação há cerca de 5 anos, e que obteve ótimos resultados com seus treinos, porém, demorou bastante para ter as pernas que desejava. “Quando iniciei as atividades, estava mais gordinha. Logo emagreci e fui ficando com um corpo legal. Porém, demorei muito para definir minhas pernas, especialmente as partes internas das coxas, onde eu tinha aquela ‘gordurinha típica’. Mas depois de bastante persistência e orientação profissional, alcancei os resultados que esperava, diz.

Denise de Toledo Oka, professora da Bio Ritmo, destaca que a dificuldade em tonificar a parte interna da coxa se explica pelo fato de essa ser uma região de acúmulo de gordura para as mulheres. “A musculatura abaixo do tecido adiposo pode até estar forte, mas não se percebe”, diz.

O que fazer?

Mas, se de fato existe essa dificuldade, qual é a melhor maneira de tonificar a parte interna da coxa? Abaixo, profissionais de Educação Física explicam quais são os melhores exercícios para isso.

1. Agachamento: a professora Denise de Toledo explica que o agachamento é um dos exercícios que conseguem estimular essa musculatura da coxa.

O exercício pode ser feito de diferentes maneiras, de acordo com orientação do seu personal ou professor, mas uma boa dica é o agachamento livre com a barra longa. Intenso e profundo, ele trabalha toda a musculatura do quadríceps.

A barra precisa estar em cima da musculatura do trapézio; com os pés e pernas afastados na largura dos quadris, a pessoa deve abaixar até alcançar o calcanhar e voltar novamente à posição inicial.

2. Leg press 45: outra dica da professora Denise de Toledo é o leg 45. Confira como ele é feito no vídeo abaixo:

Lembre-se sempre de seguir as orientações de um profissional para saber quanto de peso você deve usar para fazer o exercício e também como executá-lo corretamente.

3. Leg press horizontal: esse é outro exercício citado pela professora Denise.

O leg press horizontal também é conhecido como o “leg press sentado”, pois é feito com a pessoa sentada. Os pés são pressionados contra uma placa, que é presa a um peso através de um cabo de aço. Em posição neutra você mantém seus joelhos dobrados; e quando você estica as pernas, pressiona contra a placa e puxa os pesos.

4. Afundo: outro exercício que consegue estimular a musculatura da coxa, citado pela professora Denise de Toledo.

Foto: Thinkstock

Ele também pode ser realizado de diferentes maneiras, mas uma boa dica é o afundo com barra. É um exercício relativamente difícil, pois exige equilíbrio, porém, é intenso e trabalha todo quadríceps. É necessário colocar a barra em cima da musculatura do trapézio e, em pé, dar um passo a frente, manter o calcanhar de trás fora do chão. Realizar a flexão de joelhos e voltar à posição inicial novamente.

5. Adução de coxas: Denise destaca que, se você quer algo mais específico para a parte interna da coxa, pode partir para os movimentos de adução de coxas, que podem ser facilmente realizados com caneleiras, elásticos, ou em máquinas como as cadeiras adutoras.

No caso do exercício com caneleiras, Sandra Bezerra, professora de educação física da Academia Contours, explica como fazê-lo: “deite-se em um colchonete de lado, coloque uma caneleira na perna direita, mantenha com uma leve flexão, e a perna esquerda mantenha flexionada com o pé apoiado no chão. A perna que está com caneleira realizará o movimento de elevação da mesma. Em seguida troque o lado. Faça 3 séries de 15 repetições”, diz.

Veja um exemplo no vídeo abaixo:

6. Atividades cardiovasculares: a professora Denise acrescenta que elas são interessantes para ajudar na redução do tecido adiposo, e assim permitir que se perceba o resultado do treinamento com pesos.

7. Aparelho abdutor: a dica de Sandra Bezerra é, na academia, utilizar o aparelho chamado abdutor. “Ele tem um acento e duas alavancas acolchoadas ligadas a um peso, e você deve fazer força para fechar com as pernas e reuni-las”, explica.

A orientação da professora é realizar 3 séries de 15 repetições.

8. Bola suíça: outra orientação da professora Sandra é utilizar a bola suíça. “Deite-se no colchonete de lado, posicione a bola entre as pernas, mantendo-as estendidas, aperte por 3 segundos, contraindo os músculos internos da coxa e solte”, explica.

Para este exercício, a orientação de Sandra Bezerra também é realizar 3 séries de 15 repetições.

E você, também quer tonificar a parte interna da coxa? Agora você já tem ótimas dicas de exercícios e pode conversar melhor com o seu professor ou personal a respeito do seu objetivo. Lembre-se que as atividades físicas devem ser sempre orientadas por um profissional da área e também devem ser aliadas a uma alimentação saudável, para que, de fato, os resultados sejam alcançados!

Assuntos: Fitness

Para você