8 alimentos inusitados para cuidar da sua saúde

Pesquisas apontam alimentos que previnem doenças e trazem uma série de benefícios à saúde

Escrito por Juliana Prado

Foto: Thinkstock

Algumas pesquisas recentes sobre nutrição têm mostrado resultados surpreendentes! A boa notícia é que alguns alimentos simples do dia a dia podem ser muito nutritivos, prevenir doenças e potencializar sua saúde! A lista abaixo reúne as melhores dicas para tornar sua alimentação ainda mais saudável. Confira:

1. Potencialize seu chá

Uma simples xícara de chá de limão já conta com benefícios à saúde, e pode se tornar ainda mais nutritivo se você adicionar um ingrediente especial: o mel. A bebida é rica em antioxidantes (que ajudam a diminuir os riscos de doenças cardíacas e câncer), e o mel pode potencializar essa atividade em até 44%! Não é surpreendente?

2. Chocolate que cura

Uma nova pesquisa indicou que o consumo de chocolate amargo, assim como outros produtos derivados do cacau, pode ajudar a manter o coração saudável e baixar a pressão arterial. Isso porque esses alimentos são ricos em flavonóides. A redução é de, em média, 2,8 pontos na pressão sistólica e 2,2 na diastólica. Os números não são muito altos, mas, se você estiver beirando a taxa-limite da hipertensão, eles podem ajudá-la a se manter longe de medicamentos. Não é preciso de muito: um tablete pequeno de chocolate amargo ou três colheres (de sopa) de cacau em pó por dia são suficientes.

3. O poder da canela

A canela já é conhecida por seus efeitos termogênicos. Mas seus benefícios não param por aí! Um estudo recente revelou que ela também pode ajudar a manter estáveis os níveis de açúcar no sangue. Isso significa menos picos de glicose e, por conseqüência, um apetite controlado. Os voluntários do estudo adicionaram cerca de 2 ½ colheres de chá da iguaria ao café da manhã, mas consumir a canela ao longo do dia também é eficaz.

4. Alimentando o humor

Um estudo britânico descobriu que as pessoas que comem mais frutas e vegetais têm maiores níveis de “bem-estar mental”. E a quantidade não precisa ser exorbitante: o medidor de felicidade atingiu um pico com cerca de sete porções ao dia – sendo que uma porção pode ser de apenas seis fatias de laranja.

5. Tomates para o coração

As pessoas com uma dieta rica em tomates apresentam um risco significativamente menor de ter doenças cardíacas coronárias, foi o que revelou um estudo da Universidade Tufts. O santo remédio vem do licopeno, um antioxidante que dá aos tomates sua cor e que se torna ainda mais concentrado nos molhos. Em um estudo que durou 11 anos, os que comeram mais licopeno apresentavam risco 25% mais baixo de desenvolver essas doenças. A melancia também é uma ótima fonte desse nutriente.

6. Coração saudável

Como se o sabor não bastasse, aqui está uma boa razão para adicionar frutas vermelhas aos seus lanches: um estudo de Harvard feito com 90.000 mulheres revelou que aquelas que consumiam pelo menos três porções de morangos ou mirtilos (mais conhecidos por blueberries) por semana apresentaram um risco 32% menor de ataque cardíaco do que as mulheres que comiam apenas uma vez por mês ou menos. O que as faz tão boas? A mesma substância que dá o pigmento é responsável por tornar os vasos sanguíneos mais flexíveis e reduzir a pressão sanguínea.

7. Os benefícios da folha

O manjericão fresco, quando adicionado a saladas, molhos e sopas, pode adicionar um sabor todo especial. Mas não é só esse seu ponto forte! Ele também é rico em antioxidantes e óleos essenciais, que ajudam no combate a doenças. Mas, para impulsionar a saúde, procure consumi-lo fresco. Uma pesquisa recente indicou que a erva pode perder um terço ou mais de seus polifenóis, substâncias benéficas à saúde, só no processo de secagem. É claro que a erva seca ainda é uma escolha saudável, mas, sempre que puder, aposte na versão fresca.

8. Corrigindo o açúcar

Além de ser uma fruta deliciosa, a manga é um ótimo alimento, pois é rica em polifenóis e carotenóides. Além disso, ela também ajuda a melhorar os níveis de glicose no sangue. Em um estudo, os participantes obesos que comeram cerca de 2/3 de xícara (cerca de 65 calorias) por dia durante 12 semanas reduziram significativamente seu açúcar no sangue. Isso se dá provavelmente por conta da fibra da fruta, que, segundo os pesquisadores, pode retardar a absorção de açúcar.

Assuntos: Alimentação

Dicas pela Web