7 tipos de plantas para quem tem pouco tempo livre

Para quem vive correndo, algumas variedades de vegetais exigem pouco cuidado e até mesmo pouca água

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

Ter um jardim em casa é uma boa maneira de manter um hobby ligado à natureza que, ainda por cima, é capaz de te fazer relaxar. Entretanto, nos dias de hoje, em que a maioria das pessoas vive em apartamentos com pouco ou nenhum espaço sobrando, o sonho do próprio jardim pode se tornar um tanto difícil de ser realizado.

Se você é amante de plantas, mas não tem um local apropriado em casa para cultivá-las, optar por espécies que se adaptam bem a pequenos vasinhos é uma boa opção. Além disso, para quem vive correndo, algumas variedades de vegetais exigem pouco cuidado e até mesmo pouca água.

1. Espada de São Jorge

Espada de São Jorge. Foto: Reprodução.

Espada de São Jorge. Foto: Reprodução

Essa espécie de folhagem é extremamente adaptável à realidade de quem decide cultivá-la. Pode ser mantida sob o sol ou mesmo à sombra, em espaços que recebam luz solar indireta. Além disso, ela “prefere” que o vaso não esteja encharcado – perfeita para quem não tem tempo para se dedicar às flores.

2. Crássula

Crássula. Foto: Reprodução

Crássula. Foto: Reprodução

A crássula é uma espécie de planta com folhas mais grossas e “suculentas” – o que significa que, quando cortadas, expelem um tipo de líquido -, perfeitamente adaptadas para armazenar boas quantidades de água. Por esse motivo, essa planta não exige que você a regue todos os dias, mas deve ser mantida em um local que receba iluminação solar direta.

3. Chifre-de-veado

Chifre-de-veado. Foto: Reprodução

Chifre-de-veado. Foto: Reprodução

Com folhagens espessas e que marcam bem o ambiente, o chifre-de-veado pode ser cultivado em xaxim, dentro de um vaso grande. A água necessária para esse tipo de planta se limita a borrifadas generosas duas vezes por semana. A única exigência é que o ambiente em que ela se encontra seja bem iluminado.

4. Rosa de pedra

Rosa de pedra. Foto: Reprodução

Rosa de pedra. Foto: Reprodução

Outra plantinha considerada “suculenta”, a rosa de pedra é tão bonita quanto sugere seu nome. Ela se abre como uma rosa, porém mantém um aspecto “endurecido”, devido ao fato de armazenar água em suas folhas e caule. Como a água pode apodrecer suas raízes, o ideal é que seja mantida sob o sol e regada apenas uma vez por semana.

5. Cacto

Cacto. Foto: Reprodução

Cacto. Foto: Reprodução

Uma vez que são originários de regiões desérticas, os variados tipos de cactos gostam exatamente de ambientes secos e bem iluminados. Sejam cactos grandes, pequenos ou mini, compõem uma bonita decoração de interiores e quase não exigem cuidados. Regar uma vez a cada sete ou dez dias e mantê-los sob a luz do sol são as únicas necessidades fundamentais dessas plantas.

6. Violeta

Violeta. Foto: Reprodução

Violeta. Foto: Reprodução

Talvez a planta de interior mais conhecida, a violeta é um hit entre as jardineiras de fim de semana justamente porque não pede mais que alguns cuidados básicos para sobreviver. Se você decidir ter uma violetinha, basta regar duas vezes por semana, sem molhar as folhas e flores, e deixa-la em um ambiente que receba apenas luz indireta.

7. Begônia

Begônia. Foto: Reprodução

Begônia. Foto: Reprodução

Além de linda e robusta, a begônia também é uma flor de cultivo fácil e sem segredos. Regá-la sem molhar as folhas e flores, além de protegê-las do sol direto e da friagem já é o bastante para que ela se desenvolva perfeitamente.

Assuntos: Decoração

Para você