7 perguntas que devemos fazer ao dentista em uma consulta

Questionar o especialista e seguir as orientações é uma maneira eficiente de combater problemas e ter mais saúde bucal

Escrito por Ana Carolina Gabriel

Foto: Thinkstock

Visitar o dentista com frequência é forma de prevenir cáries e problemas indesejados no futuro. Isso porque o check-up odontológico traz inúmeros benefícios à saúde, inclusive ao restante do corpo. Mas é preciso ficar atento e fazer algumas perguntas ao dentista para que você conquiste dentes saudáveis e branquinhos.

1 – Escovação

Antes de mais nada, peça informações de como higienizar corretamente os dentes. “É preciso que o paciente faça movimentos circulares tanto nos dentes superiores quanto nos inferiores”, diz Themis Torres, ortodontista.

2 – Fio dental

Pedir informações sobre os movimentos ideais para passar o fio dental nos dentes também previne cáries e inflamações na gengiva. “Tanto a escovação correta como a aplicação do fio dental são essenciais, pois é assim que se remove os resíduos que ficaram no meio do dente e se elimina as placas bacterianas, causadoras da cárie e gengivite, por exemplo”, orienta Themis.

3 – Posição dos dentes

Durante a consulta, o dentista analisará sua arcada dentária para ver se os dentes estão todos alinhados. Mas não deixe de perguntar se não é necessário fazer algum exame, como o raio X. “Assim como na clínica médica, os dentistas analisam primeiro a causa do problema e indicam exames específicos para o diagnóstico. Só depois é que será indicado o melhor tratamento”, diz a ortodontista.

4 – Clareamento

Se você quer clarear os seus dentes, é preciso levar uma listinha de perguntas para que você mantenha o resultado por mais tempo. Anote as principais dúvidas:

    Alimentos permitidos:

    Pergunte ao dentista quais alimentos e bebidas são adequadas para evitar o escurecimento do dente. “É ideal buscar alimentos com o menor nível de corante, por exemplo, os mais clarinhos”, diz Themis.

    Alimentos proibidos:

    Questione também quais são os alimentos que devem ficar fora da sua dieta. “Sucos de uva, refrigerantes ou alimentos com grande teor de corantes devem ser evitados completamente”, comenta Themis.

    Higienização:

    Os dentes vão receber cuidados especiais durante o clareamento. Por isso, pergunte ao seu dentista qual é a melhor maneira de limpá-los e se há a necessidade de aplicar algum tipo de produto.

5 – Dia a dia

Para evitar surgimento de cáries ou placas bacterianas, pergunte ao seu dentista quais produtos de higiene você pode incluir na sua limpeza bucal diária.

6 – Hálito

Se se mau hálito não é causado por alguma irregularidade no estômago, peça orientações do seu dentista. “O mau hálito pode estar relacionado a sangramentos na boca, gengivite e até mesmo a acúmulos de resíduos na língua. Muita gente não escova porque sente leves náuseas. Caso o problema persista, mesmo com orientações médicas, é necessário buscar ajuda na clínica médica”, alerta Themis.

7 – Quebra

Seu dente quebra com muita facilidade? É necessário comentar com o dentista durante a consulta para que ele faça exames e oriente mudar a alimentação. “A quebra pode estar relacionada a problemas genéticos e à ausência de cálcio durante a infância. Somente o dentista poderá analisar e sugerir os melhores tratamentos”, diz.

Siga as dicas e anote as demais dúvidas que surgirem após a consulta, para a próxima vez que você for ao consultório. Além disso, é importante seguir com disciplina o que ele recomendar. Lembre-se: é necessário visitar seu dentista de confiança, pelo menos, de 6 em 6 meses.

Para você