Dicas de Mulher Dicas de Saúde

7 fatos interessantes sobre a pipoca

Se consumida de forma consciente, a pipoca pode trazer muitos benefícios à saúde

em 18/09/2013

Foto: Thinkstock

Nos dias mais frios do ano, nada melhor do que assistir a um filme, seja no cinema, seja no conforto do próprio lar. E para acompanhar este programinha, a pipoca é, quase sempre, o alimento preferido!

Porém, para as pessoas mais atentas à saúde, podem surgir algumas dúvidas, como: pipoca engorda? Posso comê-la com que frequência? Entre outras perguntas que muita gente já se fez.

Para os amantes da pipoca, aqui vai uma boa notícia: se consumida de forma correta, ela não engorda e pode até fazer bem para a saúde!

Abaixo você confere essas e outras informações interessantes sobre este alimento que agrada a maioria das pessoas.

1. Pipoca faz bem à saúde

A nutricionista Priscila Azevedo destaca que a pipoca já não é mais vista como uma “vilã”, quando consumida de forma correta (veja abaixo no item 4). Em um estudo realizado pela American Chemical Society, cientistas relataram que ela contém grande quantidade de substâncias antioxidantes saudáveis: os polifenóis.

“Os polifenóis, também encontrados nas frutas, verduras, chocolates, vinhos, café e chás, são conhecidos pelas suas propriedades, já que ajudam a proteger o coração e reduzem o risco de doenças cancerígenas”, diz Priscila.

“A quantidade de polifenóis encontrada na pipoca foi de até 300 mg por porção em comparação a 114 mg encontrados em uma porção de milho doce e 160 mg nas frutas, de acordo com o estudo realizado”, explica Priscila.

No entanto, vale destacar que a pipoca não pode substituir frutas e vegetais frescos em uma dieta saudável. “Frutas e verduras contêm vitaminas e outros nutrientes que são essenciais para uma boa saúde”, lembra a nutricionista.

2. Pipoca pode prevenir doenças

“Devido às suas propriedades antioxidantes, os polifenóis atuam contra os radicais livres, prevenindo desde o envelhecimento precoce até casos de câncer”, diz Priscila. “Segundo Joe Vinson (líder do estudo), isso ocorre porque a quantidade de água encontrada em frutas e verduras chega a 90% e, com isso, ocorre uma maior diluição dos antioxidantes. Já na pipoca, a quantidade de água é cerca de 4%, permitindo assim uma maior concentração dos antioxidantes”, explica a nutricionista.

3. A casca da pipoca é ainda mais saudável

A nutricionista Priscila Azevedo destaca que é na casca da pipoca – parte que a maioria das pessoas não gosta – que se encontra a maior concentração de polifenóis e fibras. “Apesar de não ser tão saborosa, a casca oferece maior quantidade de fibras, substância que contribui para o bolo fecal”, explica.

4. Pipoca pode ser consumida todos os dias

De acordo com a nutricionista Priscila, a recomendação de consumo diário da pipoca é de 20g ou de uma xícara e meia (chá). “É bom optar sempre pela pipoca tradicional, evitando a de micro-ondas”, diz.

“A pipoca completaria a quantidade de grãos indicada para o consumo diário, pois seus grãos estão integrais, proporcionando mais benefícios que outros produtos a base de sementes integrais, que passam por processamento, perdendo parte das propriedades”, explica a nutricionista.

Porém, vale lembrar que ela deve ser consumida com pouco ou nenhum sal.

5. Pipoca tradicional é melhor do que a de micro-ondas

Muita gente acaba optando pela pipoca de micro-ondas por ser mais rápida e prática de preparar. Porém, é realmente verdade que ela não é saudável como a tradicional. Vale a pena evitar!

“A pipoca tradicional possui em média 78 calorias em uma xícara de chá, já a de micro-ondas possui 114. Além disso, a versão de micro-ondas apresenta uma quantidade de gordura muito elevada: em média, 7g. Em contrapartida, a pipoca tradicional não apresenta lipídios”, explica a nutricionista Priscila Azevedo.

“Vale lembrar também que a quantidade de sódio apresentada na pipoca de micro-ondas é de 255mg. E de acordo com o guia alimentar da população brasileira, a recomendação de sal NaCl não deve ultrapassar 5g por dia (1,7g de sódio)”, acrescenta Priscila.

6. Pipoca não engorda

Se consumida sem exageros e com pouco sal, a pipoca não vai causar danos à dieta. “Basta incluí-la, em quantidades adequadas, a uma alimentação balanceada, ingerir em média 2 litros de água ao dia e praticar atividade física regularmente”, diz a nutricionista Priscila.

Vale lembrar que a pipoca deve ser consumida com pouco (ou nenhum) sal e sem o acréscimo de açúcar, chocolate, molhos ou temperos.

7. Pipoca do cinema não é uma boa escolha

“Não se engane. Com a pipoca tradicional, preparada em casa, é possível controlar a quantidade de gordura, deixando-a mais saudável. Já as disponíveis nos cinemas, apresentam gorduras trans que trazem malefícios à saúde, podendo levar ao entupimento das artérias, gerar doenças do coração etc.”, alerta a nutricionista Priscila. “Elas costumam ainda ter outros produtos que realçam sabores e são negativos à saúde”, acrescenta.

Anotou todas as informações?! Se você adora pipoca agora já sabe: quando consumida de forma consciente, a pipoca traz muitos benefícios à saúde!

Comentários
Dicas relacionadas