6 maus hábitos que fazem o seu cabelo ficar mais fraco e fino

Veja como mudanças simples podem ajudar você a ter um cabelo muito mais bonito e saudável

Escrito por Thalita Vitoreli

Foto: Thinkstock

Você sabia que seus hábitos de alimentação, banho, exposição ao sol e uso do secador podem influenciar negativamente a saúde do seu cabelo? Segundo a médica dermatologista Silva Santilli, nossos cabelos são sensíveis a fatores internos e externos e alguns hábitos podem prejudicá-los. Conheça (e abandone!) os seis maus hábitos que deixam seus cabelos fracos e quebradiços:

1. Tomar banho quente

A água quente danifica os fios, deixando-os sem brilho e muito fracos. A tendência é que fiquem finos e quebradiços. O ressecamento estimula o couro cabeludo a produzir mais óleo, o que também pode deixá-lo com aspecto de sujo. A temperatura da água também pode causar irritação no couro cabeludo, dermatite e descamação. No caso dos cabelos coloridos, a água quente é ainda mais prejudicial, já que facilita o desbotamento da cor. O ideal é tomar um banho em água morna.

2. Utilizar com muita frequência o secador e a chapinha

O vento quente do secador resseca os cabelos e com o tempo eles ficam cada vez mais fracos e finos. Como a chapinha esquenta muito, o atrito pode quebrar o cabelo. A dermatologista Silvia Santilli afirma que “o uso excessivo de secadores a temperaturas elevadas e de chapinhas sobre cabelos úmidos causam sérios danos”.

O ideal é substituir o secador quente por aqueles que produzem vento frio e reduzir o uso da chapinha para no máximo uma vez por semana. Atenção: mantenha o secador a pelo menos 15 centímetros de distância do couro cabeludo.

3. Não se alimentar bem

A alimentação inadequada é prejudicial à saúde de todo o corpo, inclusive à dos cabelos. Para manter os fios saudáveis o sangue precisa ter nutrientes que alimentem os folículos do couro cabeludo, como ferro, cálcio, zinco, magnésio e potássio.

    Evite: frituras, fast-food, doces em excesso, gorduras em geral.

    Prefira: carnes, feijão, espinafre, ovos, cereais integrais, verduras e legumes frescos, frutas, leite, peixes. E não se esqueça de beber água!

4. Prender o cabelo molhado

Este hábito tão comum entre as mulheres provoca a quebra dos fios e deixa os cabelos finos e fracos. Os fios não “respiram” e ficam ressecados. Segundo a dermatologista, “prender ou dormir com os cabelos molhados predispõe a dermatite seborréica (caspa), devido ao calor e umidade prolongados.” Deixe-os secar naturalmente ou utilize um secador com vento frio. Após seco, prefira os prendedores de tecido ou silicone.

5. Utilizar vários produtos para cabelo ao mesmo tempo

Combinar série de processos de tratamento sem saber se os produtos utilizados são compatíveis entre si pode danificar e enfraquecer seu cabelo: “a sobreposição de tratamentos químicos (coloração, luzes, alisamentos) causa agressão à cutícula, por isso é prática que deve ser evitada”, orienta Silvia. Além disso, cabelos que passaram por esses tratamentos devem ser submetidos a hidratação frequente e corte das pontas para manter um aspecto saudável. Outro detalhe é que ao comprar um produto para os cabelos é importante ler a embalagem e ver se é destinado ao seu tipo de fio.

6. Tomar muito Sol

A exposição contínua aos fortes raios UV causa a perda de proteínas essenciais dos fios do cabelo. As radiações solares reduzem a elasticidade e a força dos cabelos e lesionam as proteínas capilares. Você já percebeu que após um dia todo no sol a textura do cabelo fica áspera? Isso ocorre porque estas proteínas, como a queratina, constituem a camada protetora das cutículas, e quando perdidas deixam o cabelo frágil, ressecado e suscetível à quebra.

    Evite: expor seus cabelos por um longo período ao sol, principalmente entre às 10 e 16 horas.

    Prefira: A dermatologista Silvia orienta utilizar um chapéu ou boné, de preferência com filtro solar. “Evite também tratamentos químicos pouco tempo antes de viagens à praia para evitar danos maiores”, afirma.

Bons hábitos que você deve adotar

A dermatologista Silvia Santilli orienta que “para manter os cabelos saudáveis, não podemos esquecer de cuidar de nossa saúde geral, pois problemas como alterações da tireóide, anemias, deficiência de ferro e outros nutrientes, estresse, podem levar a enfraquecimento com queda e diminuição da qualidade dos fios.”. Atente-se para sua alimentação: dietas inadequadas são causas comuns de deficiências nutricionais, e devem ser evitadas, além do hábito de fumar, que prejudica a circulação e a chegada de nutrientes ao folículo, ou raiz, dos cabelos, orienta Silvia.

Dica extra

Hoje em dia existem uma série de anticoncepcionais que podem ajudar a deixar seus cabelos com vida. Consulte seu ginecologista e escolha opções com baixa dosagem de andrógeno.

Assuntos: Cabelos

Para você