5 maneiras de melhorar sua fertilidade

Alimentação adequada ajuda a manter o corpo em equilíbrio e pode impulsionar a saúde reprodutiva

Escrito por Juliana Prado

Foto: Thinkstock

A todo o momento seu corpo trabalha para manter o equilíbrio. Seja para realizar suas funções mais simples, como circulação e respiração, ou as mais específicas, como a reprodução, o organismo precisa que uma série de fatores estejam em ordem, e isso inclui a temperatura corporal, a hidratação e até o grau de acidez no sangue – problema que parece não receber muita atenção, mas deveria. Este desequilíbrio no sangue está relacionado a muitos males, como o surgimento de doenças e problemas com a saúde reprodutiva.

Aula de química

Você já deve ter ouvido falar em “pH” nas aulas de química, certo? Ele é o fator que indica se uma substancia é ácida, básica ou alcalina em uma escala de 0 a 14, sendo 0 o grau mais ácido, e 14, o mais alcalino possível. Este fator está intimamente ligado à saúde do organismo, já que determina se o sangue está em equilíbrio.

O corpo trabalha constantemente para manter um pH neutro ou levemente alcalino, a uma taxa de aproximadamente 7,36. O que muitas pessoas não sabem é que alterações nesta taxa podem ser a causa de muitos problemas ligados à saúde reprodutiva, entre eles infertilidade, infecções vaginais, problemas menstruais e até impotência.

Isso acontece porque microorganismos como fungos, bactérias e vírus prosperam em ambientes ácidos. Essas criaturas podem interferir na produção de enzimas, incluindo as essenciais para a saúde hormonal e a fertilidade.

Ajuda dos alimentos

Para manter o pH em suas taxas normais, uma das atitudes mais importantes é ter uma dieta equilibrada. A alimentação da maioria das pessoas costuma ser muito ácida (e isso inclui carnes, laticínios, açúcares, farinha branca, café, chá, gorduras trans e aditivos alimentares) e, somada ao estilo de vida, pode levar o sangue a se tornar muito ácido.

Se você quer turbinar a saúde e impulsionar sua fertilidade, saiba que os poderosos alimentos alcalinos podem ajudá-la! Confira abaixo 5 dicas simples preparadas pela nutricionista e doutora em medicina natural tradicional, Michelle Schoffro.

1. Equilibrando o pH

Comece o dia com um copo grande de água com suco de meio limão espremido. Espere de 20 minutos a meia hora para tomar o café da manhã normalmente.

2. Muita água

Beba pelo menos 10 copos de água durante todo o dia, de preferência com o estômago vazio. Para um efeito ainda melhor, você pode adicionar gotas de líquido alcalinizante (encontrado em lojas de produtos naturais) em cada copo de água.

3. Diminua a cafeína

Em vez do café ou refrigerante, beba um pouco de chá de folhas de framboesa. Ele é livre de cafeína e ajuda a equilibrar os hormônios.

4. Coma mais legumes e frutas

Faça dos legumes o papel principal de suas refeições. Uma ótima opção é o purê de batata doce. E que tal um delicioso guacamole? O abacate é uma fruta altamente alcalinizante.

5. Salada de folhas

As folhas verdes também são alcalinizantes poderosas. Coma, pelo menos, uma grande salada por dia. E evite os molhos prontos, pois são cheios de conservantes, aditivos e açúcar.

Dicas pela Web