5 coisas que você não deve fazer ao escolher o vestido de noiva

Aprenda com uma especialista do ramo de moda como não se autossabotar na hora de escolher o vestido para o grande dia

Escrito por Andressa Dias

Foto: Thinkstock

A produtora e criadora do programa de entretenimento americano Fashion Police que analisa os looks dos famosos no tapete vermelho, Raquel Kelley, contou ao Huffington Post seus principais conselhos do que não fazer quando se está em busca do vestido para o grande dia. Confira:

1 – Não acredite em tudo que você vê na televisão

Filmes, novelas e até mesmo programas de TV mostram a escolha do vestido, muitas vezes, como um evento que precisa de muito drama e emoção. No programa americano “Say Yes to the Dress” (Em inglês, diga sim ao vestido), as noivas choram, gritam, fazem birra, levam, a mãe, a sogra e até o noivo para a escolha e algumas levam até primas, irmãs e tias.

Porém, isso não corresponde com a realidade da maioria das noivas da vida real. O momento da escolha envolve a análise de muitos aspectos dos vestidos, várias provas e a ajuda apenas de algumas pessoas bem próximas, como uma madrinha e a mãe da noiva. Levar muita gente no dia da escolha ou nos dias, só vai atrapalhar, afinal nenhum vestido agradará a todos e você ficará nervosa e indecisa.

E não se preocupe se você não chorar ou tiver um ataque de emoção ao escolher o seu vestido, o que importa é você se sentir bem com ele, nem todas as noivas choram ou ficam muito emocionadas ao escolher.

2 – Não tenha pressa

Querer comprar o vestido assim que fica noiva pode ser uma tentação, mas também pode ser a receita do arrependimento. Imagine que você se casará daqui a 1 ano e já comprou o vestido. Em meio ano, surge uma nova coleção e a coleção do seu entra em liquidação. Nesse caso, além de perder a chance de um bom desconto, você pode acabar se apaixonando por um vestido da coleção nova do mesmo estilista que fez o que você comprou e acabar se arrependendo de ter se apressado em comprar.

Entretanto, não é recomendado deixar para a última hora, afinal a escolha não é rápida e muitas vezes é necessário fazer vários ajustes e experimentar o vestido inúmeras vezes até que fique perfeito no seu corpo. Por isso, deixe a ansiedade de lado, se programe e faça tudo com calma, tempo e planejamento.

3 – Não fique parada durante a prova

Quando você estiver experimentando os vestidos na loja, não fique apenas olhando o vestido na frente do espelho, parada ou só fazendo poses. Ande, pule, sente-se, agache, enfim – se mexa. Faça movimentos que você fará no grande dia.

Tente abraçar e cumprimentar alguém. Simule sua atividade no dia do casamento, assim você saberá se o vestido é confortável e te permite se mover livremente e se ele não fica caindo ou te apertando em algum ponto. Esse teste de movimento com o vestido é essencial para evitar incômodos no dia da cerimônia.

4 – Não se esqueça de que você vai tirar fotos com este vestido

Poucas lojas vão permitir que você tire fotos com os vestidos que está experimentando, mas se permitirem, tire fotos com e sem flash, em diversos ângulos. Fazendo isso, você poderá analisar se o vestido vai sair bem na foto e se vai gostar de como fica com ele nas fotos.

Vestidos com tecidos como tafetá e seda podem aparecer muito brilhantes nas fotos com flash, por isso é importante considerar isso na hora da escolha e contar com o trabalho de um bom profissional que saberá fotografar seu vestido sem que o flash “estrague” seu vestido.

5 – Não se esqueça de que o noivo existe

Sabemos que tradicionalmente a escolha do vestido é exclusiva da noiva e que o noivo não pode ver o vestido até o dia do casamento. Porém, ele também pode ter suas preferências e querer opinar ao menos no estilo do vestido, mesmo sem vê-lo. Se você considerar importante incluir a opinião dele na hora de escolher, não deixe de fazê-lo por achar que estará quebrando uma regra, pois isso é algo completamente aceitável. Conversem e juntos decidam sobre o vestido, se você julgar conveniente.

Dicas pela Web