14 itens de manutenção que toda casa deve ter

Lâmpada reserva, resistência de chuveiro e velas fazem parte da lista

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Thinkstock

Imprevistos acontecem. E pode ser que numa noite qualquer a lâmpada do banheiro, por exemplo, queime e te deixe na mão… Ou ainda, que toda a energia da sua rua acabe e, sem uma vela em mãos, você fique sem ter muito o que fazer em casa.

Por mais indesejáveis que sejam, esses probleminhas, vez ou outra, acontecem. E todos nós estamos sujeitos a isso.

Mas tendo em casa alguns itens fundamentais, todos esses possíveis imprevistos podem ser resolvidos da forma mais prática possível.

Abaixo, Renata Garcia, da franquia Super Marido Piracicaba, cita uma lista com itens que ela considera fundamental ter em casa. E explica por que cada um deles é útil.

Vale a pena investir nesse kit de emergências para resolver pequenos imprevistos que podem acontecer no nosso dia a dia. Confira a lista:

1. Fita Isolante: é usada para isolar algo que esteja em contato com corrente elétrica, como um fio descascado. “É usada em reparos de eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos e para isolar emendas de cabos elétricos”, diz Renata.

2. Veda Rosca: é uma fita, geralmente branca usada na vedação de tubulações de líquidos ou gases, com a finalidade de evitar vazamentos. “Pode ser usada em torneiras, conexão de chuveiros, conexões hidráulicas em geral”, explica Renata.

3. Resistência de chuveiro: os modelos são específicos para cada chuveiro. “Na hora da compra, é preciso se atentar para a tensão (voltagem) do seu chuveiro, se é 127V ou 220V. Importante: antes de iniciar a troca da resistência, o disjuntor, no qual está instalado o chuveiro, localizado no quadro de distribuição de energia elétrica, deve ser desligado”, alerta Renata Garcia.

4. Escadas: para o uso residencial, de acordo com Renata, as mais indicadas são as escadas de alumínio ou escadas em aço carbono, pois são leves, não enferrujam, são resistentes e muito duráveis.

5. Martelo: usado para pregar pregos. “Há vários tipos de martelos: martelo de carpinteiro, martelo de cozinha, martelo de juiz, martelo de geologia, ou seja, há uma variedade, cada um para um tipo de trabalho. Recomenda-se adquirir um modelo com revestimento de borracha, pelo menos na parte inferior, para que a mão não escorregue e para absorver grande parte do impacto”, destaca Renata Garcia.

6. Alicate: tem inúmeras funções, mas, geralmente, é usado em trabalhos como mecânica e eletricidade. “Ele serve para prender, enrolar, puxar, cortar, segurar e torcer. Há vários tipos de alicates, mas o mais usado é o alicate ‘bico de pato’”, diz Renata.

7. Chave Inglesa: serve principalmente para atarraxar ou desatarraxar porcas e parafusos de uma forma rápida. “A chave inglesa facilita a forma como se aplica a cabeça para girar qualquer tipo de parafuso e porca. A sua característica principal é mudar para diferentes tamanhos através da regulagem da cabeça. É uma ferramenta muito versátil e de fácil utilização”, explica Renata.

8. Furadeira Elétrica: tem várias funções, sendo a principal fazer furos em paredes, madeira, tijolos, aço, entre outros. “Podem ainda ter velocidade variável e reversível, servindo assim para desparafusar. Os modelos portáteis são acoplados de baterias recarregáveis”, diz Renata.

9. Silicone: recomendado para juntas de vidro e alumínio, como box do banheiro e janelas. “Também é recomendado para vedações em banheiros e cozinhas, bacia sanitária e pias, juntas em áreas frias, adesões elásticas entre vidros e metais, e vedação em ar condicionado”, explica Renata.

10. Lâmpadas: tente identificar os tipos de lâmpada existentes na casa para tê-las de reserva. São inúmeros tipos e marcas existentes no mercado. “Deve-se ter um cuidado especial ao descartar lâmpadas queimadas. Você deve armazenar adequadamente, de preferência, em embalagem de papelão, evitando quebra, e descartar em pontos de coleta pré-estabelecidos, sejam eles lojas, comércio em geral, ecopontos”, destaca Renata.

11. Adaptador para tomadas: são bivolts, e os mais comuns para residência, são os de corrente elétrica de 10 A e 15 A. “Verifique os modelos mais adequados para sua necessidade, pois são inúmeros os tipos de plugs”, diz Renata.

12. Benjamim: conhecido também como T ou multiplicador de tomadas, serve para conectar diversos aparelhos elétricos em uma mesma tomada. “Em alguns casos, o uso do T não é recomendado, pois pode sobrecarregar a rede elétrica e acarretar acidentes ou defeitos aos equipamentos conectados”, ressalta Renata.

13. Filtro de Linha: servem para proteger os equipamentos de informática. “Além de remover ruídos e picos de tensão, os filtros também servem para expandir o número de tomadas disponíveis perto do PC ou de equipamentos de áudio/vídeo e protege contra curto-circuito e sobrecarga de tensão”, diz Renata.

14. Velas: ter algumas em casa é muito importante para o caso de faltar energia durante a noite e você precisar iluminar algum ambiente. Elas não irão resolver o problema em si, mas ajudarão você e a sua família a ficarem de forma mais confortável em casa durante aqueles minutos sem força elétrica.

Assuntos: Organização

Dicas pela Web