10 filmes românticos para assistir e se apaixonar

O cinema pode ser uma bela forma de voltar a acreditar na força do amor

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

Que mulher não gosta de suspirar diante de uma história de amor dessas de arrancar lágrimas e fazer voltar a esperança nesse sentimento maluco?! Mesmo a mais durona das feministas há de convir que histórias assim são, embora muito raras, inspiradoras. Prepare-se, pegue a pipoca e os lenços de papel para acompanhar esses dez filmes, nos quais o que importa é mesmo o amor. Ouça também as músicas que representam os filmes para entrar no clima.

1 – Ghost – Do outro lado da vida

Demi Moore, novinha de tudo, é Molly Jensen, namorada de Sam Wheat, papel de Patrick Swayze, nessa pérola da teledramaturgia de amor. O casal, separado quando ele é assassinado durante um assalto (planejado pelo vilão e colega de trabalho de Sam, Carl Bruner), descobre que nem mesmo a morte é capaz de interromper os laços que o unem. A história é linda e, para completar, embalada por uma das canções de amor mais marcantes da história do cinema: “Unchained Melody”. O filme é de 1990, mas continua arrancando lágrimas.

The Righteous Brothers by Unchained Melody on Grooveshark

2 – Love Story

O filme é de 1970 e, mesmo assim, ainda hoje é uma das mais maravilhosas histórias de amor já contadas no cinema. Jennifer Cavalieri, personagem de Ali Mcgraw, é uma estudante de música que conhece Oliver Barret IV, papel de Ryan O’Neil, um estudante de direito de família abastada. Os dois se envolvem e acabam se casando pouco depois, mesmo contra a vontade do pai de Oliver. Após algum tempo, Jennifer descobre que está gravemente doente. A produção recebeu sete indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, melhor atriz, melhor ator e melhor roteiro. Levou a estatueta de melhor trilha sonora daquele ano.

Theme From Love Story by Francis Lai on Grooveshark

3 – Como se fosse a primeira vez

Tem a Drew Barrymore, tem o Adam Sandler, tem uma trilha sonora com Beach Boys e tem, sobretudo, uma história linda de viver. Lucy (Drew) é uma garota que sofreu um grave acidente, que compromete sua memória recente. Henry (Adam) a conhece e se apaixona por ela. O problema é que, toda noite, ela se esquece de tudo que aconteceu após o dia do acidente, de modo que ele precisa reconquistá-la todos os dias. Essa belezinha foi às telas em 2004.

Wouldn't It Be Nice by The Beach Boys on Grooveshark

4 – Titanic

O nome pode até ser homônimo ao navio, mas todo mundo que assistiu Titanic sabe que, na verdade, a história ali gira em torno do amor de Jack (Leonardo DiCaprio) e Rose (Kate Winslet). Ele, um cara que ganhou a passagem em um jogo de cartas, e ela, uma moça da alta sociedade que está de casamento marcado, se conhecem e se apaixonam, apesar de todas as diferenças entre eles. Quando o navio colide com um iceberg e começa a afundar, esse amor encontrará sua maior provação. O filme, é muito bem produzido e, mesmo com o final um tanto trágico, merece ser conferido.

My Heart Will Go On (Theme From Titanic) by Céline Dion on Grooveshark

5 – Um amor para recordar

Landon (Shane West) é um jovem irresponsável que, para se redimir por uma brincadeira que deixou um colega paraplégico, é forçado a participar de uma peça de teatro na escola. Durante os ensaios, ele pede ajuda a Jamie (Mandy Moore), uma garota recatada, filha do pastor da cidade. Eles se apaixonam, mas Jamie tem um grave segredo: há alguns anos, a leucemia a está matando. Romance bem água com açúcar, mas absolutamente inesquecível. Filme de 2002.

Only Hope by Mandy Moore on Grooveshark

6 – Uma carta de amor

Robin Wright vive Theresa Osborne, que encontra uma garrafa jogada na beira da praia, com uma mensagem de despedida e arrependimento dentro dela. A jornalista passa a investigar a origem da carta e, divulgando a descoberta, acaba tendo contato com mais algumas cartas, encontradas por outras pessoas, que seguem o mesmo padrão. É assim que ela chega a Garret Blake (Kevin Costner), um construtor de barco que perdeu a mulher e, por isso, enviava as cartas a ela. Tudo parece perfeito, mas ele ainda precisa acertar as contas com seu passado, antes de mergulhar nesse amor. Para chorar muito, produzido em 1999.

I Will Know Your Love by Beth Nielsen Chapman on Grooveshark

7 – E o vento levou…

Um dos maiores clássicos das histórias de amor no cinema, “E o vento levou…” é de 1940 e traz ninguém menos que Vivien Leigh, como Scarlett O’Hara, e Clark Gable, como Rhett Butler. Na iminência da guerra civil americana, a mocinha de família rica conhece o aventureiro incorrigível, que se sente imediatamente atraído por ela. No entanto, ela não lhe dá importância alguma e se casa com outro. Com a guerra destruindo sua família e fortuna, Scarlett – então viúva – precisa casar-se novamente para tentar salvar a fazenda do pai. Rhett está sempre por perto, ajudando e, quando ela fica viúva novamente, eles acabam se casando e tendo uma filha, que morre de forma trágica. O filme tem uma história bastante complexa, mas vale a pena cada segundo, com o desfecho surpreendente. Foi um dos primeiros filmes coloridos do cinema.

Gone With The Wind (Tara's Theme) by The City of Prague Philharmonc on Grooveshark

8 – Romeu e Julieta

A maior história de amor já escrita não poderia ser deixada de lado pelo cinema. Há dois filmes sobre o livro, um de 1968 e outro de 1996. O mais recente possui uma linguagem diferenciada e Leonardo DiCaprio e Claire Danes nos papéis principais. Todo o encanto da história original parece ainda mais latente, uma vez que o filme se passa na década de 1990, adaptando o clássico de uma forma surpreendente e majestosa. Lindo, lindo, lindo.

I'm Kissing You [Love Theme from "Romeo and Juliet"] by Desree on Grooveshark

9 – Doce novembro

Charlize Theron é Sara Deever, uma mulher que procura encontrar a felicidade nas pequenas coisas. Quando conhece Nelson Moss, personagem de Keanu Reeves, um executivo que só pensa em trabalho, ela o convence de passar um mês morando com ela, para que ele reencontre prazer na vida. É claro que eles se apaixonam, mas Sara esconde um segredo que pode separá-los. O filme é de 2001.

Only time by 01 Only time on Grooveshark

10 – O feitiço de Áquila

Michelle Pfeifer vive Isabeau, uma jovem apaixonada por Etienne Navarre, vivido por Rutger Hauer. O bispo de Áquila, cidade em que vivem, descobre que sua amada está envolvida com outro e joga sobre eles um feitiço: durante o dia, ela sempre será um falcão e, durante a noite, ele se transformará em um lobo, de modo que eles nunca possam se encontrar. O filme, de 1985, ainda conta com Matthew Broderick, de “Curtindo a vida adoidado”. Precisa de mais algum motivo para não perder?

Ladyhawke – Main Title by Andrew Powell & Alan Parsons on Grooveshark

Quer sugerir mais um bom filme para essa lista? Então deixe seu comentário abaixo com a recomendação.

Assuntos: Relacionamentos

Dicas pela Web