Saiba o que fazer para mudar de profissão

Amplie seus conhecimentos e aumente sua rede de contatos para mudar de área profissional

Por Gisele Macedo Sá
saiba o que fazer para mudar de profissao Saiba o que fazer para mudar de profissão

Foto: Thinkstock

A profissão é muito importante para podermos consolidar uma carreira profissional e atingirmos sucesso, e por consequência, a satisfação pessoal de fazer um trabalho do qual gostamos e com o qual nos sentimos uteis. Mas existem momentos da vida em que sentimos que precisamos mudar o rumo profissional da nossa carreira. Quando este momento chega é necessário muita reflexão para tomar decisões e trilhar novos caminhos.

A diretora de Transição de Carreira da Right Management, Matilde Berna, explica que quem deseja mudar de profissão precisa identificar a causa da insatisfação e fazer uma análise sobre a própria carreira. “Algumas vezes a insatisfação não está no que fazemos, mas sim no ambiente em que trabalhamos na relação com as pessoas ou principalmente com a liderança. Neste caso mudar de emprego ou de postura já pode melhorar a situação.”

Se o desejo de mudança de profissão for real é necessário fazer uma busca de qual atividade realmente lhe trará satisfação e significado para a vida profissional. É importante ser algo que você goste e tenha habilidade para fazer. Depois é necessário se preparar para esta mudança e adquirir conhecimentos para a nova profissão. Nesta fase você poderá cursar uma nova graduação, fazer cursos técnicos ou mesmo um MBA com o novo foco, tudo depende das suas necessidades de aprimoramento para uma nova área.

Não fique somente na parte teórica. Pesquise o mercado, as empresas que possam ser seu alvo, converse com pessoas que trabalham na área e expanda seus contatos. “Procure ampliar muito seu networking, inclusive faça parte de redes compostas por pessoas da mesma atividade”, explica Matilde. A especialista em personal branding (profissional que cuida da marca pessoal), Vanessa Versiani, indica ficar atenta na agenda de eventos da área que quer atuar. “Compareça aos eventos sempre munida de cartões de visita – revisados e coerentes com sua nova meta profissional”, explica.

É claro que na busca de uma nova colocação faltarão no currículo aspectos como a vivência na profissão. Para driblar a falta de experiência, invista em embasamento e pense no diferencial. “Pesquise sobre a atividade, sobre a empresa e negócio onde você está sendo inserido e pense estrategicamente, ou seja, o que faria uma empresa contratar alguém sem experiência específica? Neste caso o perfil e o potencial passam a ser importantes”, salienta Matilde.

“Se há pontos que podem ser aproveitados de sua vivência até o momento, ótimo. Se não há, é possível criar tais pontos ao gerar situações que te proporcionem tal experiência”, conta Vanessa.

Procure fazer um planejamento detalhado para esta mudança. “É importante que, a partir da definição, você faça um planejamento bem estruturado. Defina o tempo, ações e investimentos necessários. Coloque este planejamento literalmente no papel, avalie os possíveis cenários e se organize para a tomada de decisão”, alerta Matilde.

Estipule prazos para realizar as atividades necessárias para chegar ao objetivo da nova profissão, reserve dinheiro para arcar com os custos de cursos, livros, viagens e até mesmo para uma mudança de visual. “As habilidades requeridas numa executiva financeira são diferentes das de uma executiva que atue em algo ligado à sustentabilidade, por exemplo, e sua aparência deve refletir seus talentos e objetivos”, explica Vanessa.