Regras de etiqueta para namorar em público

Como se comportar com o seu namorado quando estiverem fora de casa

Por Carolina Werneck
regras de etiqueta para namorar em publico Regras de etiqueta para namorar em público

Foto: Thinkstock

É difícil controlar a força que o amor parece ter sobre os seres humanos. Se o amor é novo, então, segurar os ímpetos de demonstrá-lo é tarefa impossível para a maioria. Esse tipo de comportamento é natural e até saudável, afinal, quando estamos com alguém queremos gastar todo o carinho acumulado.

Demonstrações de afeto são ótimas e ajudam seu companheiro a perceber o quanto ele é importante na sua vida e o quanto você gosta de estar com ele. Mas, quando exageradas, podem incomodar as pessoas que convivem com vocês – ou mesmo aquelas desconhecidas que estejam por perto.

Claro que há também a situação oposta: relacionamentos que, por serem de natureza possessiva ou estarem já bastante desgastados, acabam expondo em público dificuldades que seriam de interesse exclusivo do casal. Quem nunca teve uma amiga que discutia com o namorado no shopping, no restaurante, na balada ou onde quer que estivessem? Poucas coisas são tão desagradáveis quanto presenciar esse drama.

Se você se identificou com alguma das cenas acima, talvez seja a hora de reavaliar os parâmetros do seu namoro. Mas qual o limite aceitável para namorar em público? É importante entender que cada pessoa tem seus valores e limites pré-definidos. É uma questão cultural e de formação pessoal, além de estar relacionada com o tipo de ambiente em discussão. Comportamentos aceitos em uma boate não serão necessariamente aceitos na igreja ou mesmo em um parque.

O local em que se encontram também determina quais atitudes são razoáveis e quais são impertinentes. Portanto, a primeira dica é comportar-se de acordo com o ambiente.

Tenha em mente que, da alimentação ao modo de vestir, tudo que é demais normalmente é ruim. Até o amor. Tente não exagerar na dose quando estiver com seu namorado em um local público. Beijos, abraços e mesmo “amassos” são naturais e mostram que o casal se ama e se dá bem mas, para quem está em volta, podem ser uma afronta moral.

Não fiquem “se pegando” demais no meio da rua, no supermercado, no barzinho, ou quando vão ao cinema, guardem suas performances para os momentos em que estiverem sozinhos. Essa atitude preserva a imagem do casal diante das outras pessoas e mesmo a privacidade das coisas que devem ser só dos dois.

Discussões em público também devem ser evitadas. Os problemas que um casal possa vir a ter devem ser debatidos na intimidade, sem que outras pessoas participem da discussão e, principalmente, sem envolver nela mais ninguém. Não é de bom tom pedir a opinião alheia acerca do tema, entenda que ele diz respeito somente a vocês dois.

Não ultrapassar os limites e comportar-se de acordo com o que pede cada situação demonstra educação e respeito pelas pessoas que estão em volta.