Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Reflexologia estimula pontos que correspondem a regiões de todo corpo

A técnica ajuda a aliviar dores, diminuir o estresse e melhora a circulação sanguínea, entre outros benefícios

em 05/06/2016

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

A reflexologia teve sua origem na China, há cerca de 5 mil anos atrás, apesar de não existirem documentos que comprovem a data exata, já que muito se perdeu ao longo da história da medicina chinesa.

Alline Pereira Camacho, profissional do Corsica Studio, naturopata e massoterapeuta formada na Humaniversidade, comenta que reflexologia significa, resumidamente, a projeção do corpo, do todo sobre a “parte”, do macro sobre o micro.

Trata-se de uma terapia simples e natural, não invasiva, que visa estimular as forças internas de cura do corpo, proporcionando bem-estar físico, mental e emocional.

A reflexologia trabalha com a proposta básica de que, por meio de estímulos de alguns pontos localizados nos pés, nas mãos, nas orelhas ou no rosto, é possível ajudar o corpo a combater diferentes tipos de problemas físicos e emocionais.

Para exemplificar: na reflexologia, acredita-se que, se um ponto (dos pés, por exemplo) dói, existe algum problema no órgão que ele representa (seja físico, seja emocional).

“Cada ponto dos pés representa uma área do corpo. Seja na ponta dos dedos, sola, peito… E esses pontos podem ser usados para que o organismo elimine as toxinas existentes e alivie as dores”, exemplifica a esteticista Denise Finamori, do Crystal Hair.

Reflexologia passo-a-passo

Embora a reflexologia nos pés seja a mais conhecida, existe também reflexologia das mãos, das orelhas e do rosto, por exemplo, com pontos correspondentes a cada órgão, glândula e estrutura do corpo.

“Este fenômeno da projeção do macro sobre o micro é encontrado em diferentes áreas do corpo… Nas mãos, outras nos pés, nas orelhas (pavilhão auricular), na íris do olho, coluna vertebral, crânio e língua. As extremidades são mais utilizadas na massagem pela facilidade de localização dos pontos, do acesso fácil e pelo maior número de pontos energéticos também utilizados na acupuntura”, explica Alline.

Reflexologia nas mãos

Abaixo, Alline explica um passo-a-passo resumido de como costuma ser feita a reflexologia:

  • Utiliza-se um creme deslizante e se acaricia a mão com toques profundos percebendo pontos doloridos ou pequenos pontos de tensão.
  • Detectado, verifique o mapa para achar o ponto correspondente.
  • Pressione segurando este ponto no limite da dor juntamente com uma respiração mais profunda.
  • Assim que a dor aliviar, mude de ponto até completar toda a mão.
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Reflexologia nos pés

Alline explica que o método é o mesmo utilizado no caso das mãos:

  • Utilizar um creme deslizante e acariciar o pé com toques profundos, percebendo pontos doloridos ou pequenos pontos de tensão.
  • Detectado, verificar o mapa para achar o ponto correspondente.
  • Pressionar segurando este ponto no limite da dor juntamente com uma respiração mais profunda.
  • Assim que a dor aliviar, mude de ponto até completar todo o pé.
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Reflexologia nas orelhas

Confira um passo-a-passo básico de como é feita a refloxologia nas orelhas:

  • Massageie bem o lóbulo até que ele pareça quente;
  • Eleve o polegar e o indicador, massageando em redor da orelha;
  • Continue o movimento delicadamente passeando por todos os lugares da orelha, alcançando assim todas as regiões e os órgãos.
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Reflexologia no rosto

O passo-a-passo é simples:

  • Utilize um creme/óleo deslizante;
  • Faça movimentos circulares com a ponta dos dedos nos pontos específicos desejados (verificados no mapa) por cerca de um minuto.
  • Ainda que não esteja sentindo dor em determinada parte, pode-se massagear todos os pontos lentamente para gerar alívio, bem-estar e melhorar de forma geral o sistema imunológico.

Nesse vídeo você vê um exemplo de refloxologia facial. Confira no mapa quais são os pontos tocados pela reflexologia facial:

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução


Benefícios da reflexologia

Denise diz que os benefícios da reflexologia são inúmeros. Como principais vantagens da técnica podem ser citadas:

  • Alívio de dores na coluna e de dores em geral;
  • Diminuição do estresse;
  • Relaxamento;
  • Estímulo da circulação sanguínea;
  • Estímulo do sistema imunológico;
  • Liberação de toxinas do corpo;
  • Harmonização emocional.

Vale lembrar que a reflexologia tem como principal objetivo atuar na prevenção e no auxílio ao tratamento de disfunções do corpo por meio da pressão nas zonas reflexas dos pés, das mãos, das orelhas ou do rosto.

Indicações da reflexologia

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

A reflexologia oferece bons resultados em vários casos. “É indicada para casos de dores locais, na cervical e nas costas, prisão de ventre, e estados emocionais em desequilíbrio, como a ansiedade, o estresse e a raiva”, exemplifica Alline.

Vale destacar que ela pode ser utilizada como uma terapia complementar, auxiliando no tratamento de diversas doenças, além de atuar no alívio de dores e tensões decorrentes do dia a dia.

Dessa forma, a reflexologia é comumente utilizada nos seguintes casos:

Dores

  • Dor de cabeça e enxaqueca;
  • Dores na coluna;
  • Dor muscular;
  • Dor no nervo ciático;
  • Torcicolo;
  • Dor de garganta;
  • Dor no estômago.

Doenças inflamatórias

  • Sinusite;
  • Rinite;
  • Cistite;
  • Amigdalite.

Disfunções ginecológicas

  • Síndrome do ovário policístico;
  • Tensão pré-menstrual;
  • Cólicas menstruais;
  • Impotência sexual;
  • Menopausa.

Doenças gastrointestinais

  • Constipação intestinal;
  • Azia;
  • Má digestão;
  • Gastrite;
  • Hemorroida.

Problemas emocionais

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Insônia.

Contraindicações da reflexologia

De acordo com Alline, as principais contraindicações são:

  • Machucados na região a ser trabalhada;
  • Diabetes avançada;
  • Gestantes;
  • Pessoas portadoras de marca-passo;
  • Processos de alergia;
  • Pessoas que apresentem varizes expostas, trombose ou fraturas.

Denise acrescenta que pacientes com inflamações, câncer e melanomas também não podem se beneficiar da técnica.

Vale destacar que a reflexologia não tem por objetivo diagnosticar nenhum tipo de doença ou problema de saúde, e, muito menos, pode substituir um tratamento convencional. A técnica pode, sim, porém, facilitar a recuperação da pessoa em diversos casos, sendo assim um bom tratamento alternativo tanto para problemas físicos como emocionais.

Comentários
Dicas relacionadas