Veja quando é o momento certo para vacinar seu bebê

A vacinação previne doenças graves, por isso ter uma caderneta completa é essencial para a saúde do bebê

Por Ana Carolina Gabriel
quando e o momento certo para vacinar seu bebe Veja quando é o momento certo para vacinar seu bebê

Foto: Thinkstock

É no pré-natal que começam os cuidados com o bebê. Através de exames solicitados pelo médico, é possível detectar problemas para que possam ser solucionados desde o início da gestação. Quando a criança nasce, a atenção redobra, afinal, é necessário tomar algumas vacinas para a prevenção de doenças. Mas você sabe qual é o momento certo para vacinar seu bebê?

Segundo a pediatra Christianne Diniz, logo nas primeiras horas de vida. “O recém-nascido precisa tomar ao nascer a BCG (contra tuberculose) e a primeira dose contra a hepatite”, explica. A pediatra comenta ainda que é preciso seguir o “calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria para a população em geral, nos postos de saúde ou em clínicas particulares”.

2 a 4 meses

O Ministério da Saúde, em parceria com as secretarias estaduais e municipais de saúde, promoveu a mudança do calendário de vacinação de todo o Brasil. A partir de agora, as vacinas contra Paralisia Infantil serão injetáveis, o que antes era aplicada via oral.

Estarão disponíveis todas as vacinas do calendário básico infantil, além da pentavalente que em uma única aplicação, reúne a tetravalente (prevenção contra a difteria, o tétano, a coqueluche e a meningite), e a dose contra a hepatite B.

A pediatra explica que “durante esse período também é preciso tomar contra a influenza – uma bactéria que causava muita meningite, otite e artrite séptica nessa faixa etária. Essa vacina tem dois reforços importantes: uma aos 15 meses e outra entre os 4 e 6 anos de idade. Posteriormente é preciso repetir uma dose a cada 10 anos”, recomenta a pediatra.

Durante essa idade é preciso tomar as gotinhas do rotavírus. “Responsável por causar a diarreia, os pequenos devem tomar essa vacina nas redes pública ou particular”, diz Christianne.

3, 5 e 7 meses de idade

Durante esse período, é preciso a prevenção contra a pneumonia. “Chamamos a vacina de antipneumococica, com um reforço entre 12 e 16 meses. Ela está disponível na rede pública e também em clínicas particulares”, comenta a pediatra.

A vacina contra a meningite C também é aplicada no terceiro e quinto mês de vida, com um reforço entre 12 e 15 meses. A partir do sexto mês, os pais devem buscar a aplicação da vacina contra a gripe.

12 meses

A tríplice viral ou MMR previne contra caxumba, rubéola e sarampo, e é aplicada aos 12 meses de idade. “O reforço dessa vacina deve ocorrer entre 4 e 6 anos”, afirma a pediatra.

É preciso aplicar também nos pequenos a vacina contra varicela, mais conhecida como catapora. O reforço acontece aos 4 e 6 anos de idade.

A pediatra também comenta “que o adolescente deve ser vacinado com vacinas próprias para a idade, assim como os adultos que devem receber os reforços, pois é de extrema importância ter uma caderneta completa”. E complementa que “a vacinação previne um enorme número de doenças que podem levar a morte ou deixar sequelas graves”.