Novidade! Baixe nosso app em seu smartphone Android iPhone

Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Proteja-se da intoxicação alimentar

Fique atenta aos alimentos que você consome na rua e não descuide do armazenamento da comida em casa

em 23/01/2012

A intoxicação alimentar é mais comum do que se imagina. Ingerir algum alimento estragado pode provocar sintomas desagradáveis como diarréia, vômitos, dores abdominais, febre, entre outros desconfortos.

Geralmente, os sintomas aparecem até 12 horas após a ingestão do alimento contaminado. E o perigo nem sempre é visível, um alimento contaminado por bactérias nem sempre tem aparência, cheiro e gosto que denunciem seu estado.

Para ficar longe do problema, o mais indicado é sempre consumir alimentos preparados em casa e aqueles que você sabe que foram manipulados com total higiene.

No entanto, fazer refeições com comida caseira parece ser privilégio de poucos hoje em dia. A rotina diária força muitas pessoas a um cardápio recheado de opções como sanduíche natural, churrasquinho, cachorro quente, pastel, enfim, alimentos encontrados facilmente nas lanchonetes, bares, barracas, quiosques, feiras e até mesmo nas ruas.

Como nem sempre é possível saber como os alimentos foram preparados e se os ingredientes estavam armazenados da maneira correta, é fundamental estar sempre de olho em tudo o que você come e tomar alguns cuidados para evitar a intoxicação alimentar.

Na rua

Se precisar comer fora de casa, escolha sempre locais de confiança. Procure observar sempre as condições de higiene do ambiente e também do vendedor. A lata de lixo do local deve permanecer sempre fechada. Verifique se as roupas do vendedor estão limpas, se as unhas estão bem cortadas, se o vendedor manuseia os alimentos e recebe o dinheiro ao mesmo tempo, sem lavar as mãos.

Em locais sem água corrente, os pratos, copos e talheres devem ser descartáveis e o gelo utilizado no preparo dos alimentos deve ser fabricado com água potável. Analise também o cheiro, cor, aroma e sabor da comida ou bebida que está sendo vendida.

Se desconfiar de algum desses aspectos, é preferível procurar outro lugar para comer. Um alimento campeão quando o assunto é  intoxicação alimentar, é a maionese. Portanto, evite o consumo de molhos, condimentos, maionese caseira e alimentos crus.

Em casa

Os alimentos de origem animal são os que mais necessitam de atenção na hora de preparar e consumir. Evite come ovos com a gema crua, carnes vermelhas, de frango e peixe mal passadas. Alimentos que são consumidos crus, como as frutas e verduras, devem ser bem lavados em água corrente e armazenados na geladeira.

Quando for ao supermercado, confira atentamente as embalagens dos produtos. Verifique o prazo de validade, data de fabricação, tempo de conservação e o carimbo da inspeção sanitária. Mesmo dentro do prazo de validade, os alimentos depois de abertos necessitam de cuidados para que não estraguem. Confira dois vídeos sobre o assunto e aprenda como proteger sua família de problemas causados por alimentos estragados.

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas