Pesquisa aponta dados reveladores sobre traição

Descubra o que mais leva pessoas a buscar uma relação extra-conjugal

Por Andressa Dias
pesquisa aponta dados reveladores sobre traicao Pesquisa aponta dados reveladores sobre traição

Foto: Thinkstock

Muito se especula e se discute sobre traição e o que faz com que uma pessoa acabe sucumbindo a esse deslize em um relacionamento. Um site americano sobre relacionamentos publicou recentemente uma pesquisa que realizou acerca do assunto. Divulgamos aqui os resultados surpreendentes que o estudou revelou.

Sexo não é a maior causa de traição

Falta de sexo no relacionamento ou ter desejo sexual exageradamente não são os fatores que mais levam alguém a trair. Segundo a pesquisa, a carência emocional tem muito mais influência quando se trata de traição, do que a falta de sexo, que aparece como segundo fator mais influente.

Sendo assim, pode-se inferir que pessoas que não estão emocionalmente satisfeitas com um relacionamento estão mais propensas a trair do que aqueles que estão apenas insatisfeitos no campo sexual.

Apesar de surpreendente, o fato é que as pessoas procuram alguém para ter um real conexão e compartilhar os momentos da vida e quando isso não acontece ou deixa de acontecer no relacionamento, a pessoa passa a buscar isso em outras pessoas.

A internet facilita ou encoraja a traição?

Sites como redes sociais e grupos onde as pessoas podem se conhecer e se relacionar são “portas” que podem acabar facilitando a traição.

Se a pessoa em questão está se sentindo sozinha, carente, entra em uma rede social e começa a conhecer outras pessoas, ela pode acabar se interessando por alguém de forma um pouco mais profunda.

Isso pode evoluir para um flerte virtual e possivelmente acabar se tornando uma traição no sentido mais físico.

Além de ter uma infinidade de pessoas conectadas e ansiosas para se relacionar, as redes sociais oferecem recursos que permitem que a pessoa faça inúmeras coisas e interaja com outros sem que o parceiro perceba. O que pode acabar encorajando a traição no ambiente virtual.

Outro recurso que pode ter uma grande influência na vontade de uma pessoa trair seu parceiro é o serviço que alguns sites oferecem para que a pessoa tenha relacionamentos extra-conjugais de forma discreta e sem se expor.

E então, como evitar a traição?

Relembrando o que já foi mencionado, o gatilho da busca por relações extra-conjugais em sua maioria é a insatisfação emocional no relacionamento. Considerando este dado, prezar pela qualidade do relacionamento é vital para não ser traído e não cair na tentação de trair.

Quanto ao sexo, também é importante tentar manter a frequência e a qualidade das relações. Vale ressaltar, que tanto os cuidados emocionais quanto os cuidados ligados ao sexo devem ser responsabilidade de ambos na relação: homem e mulher.

No que concerne o ambiente virtual, o que vale é confiar. Se vocês se amam , se respeitam, investem no relacionamento, não há com o que se preocupar. Tentar proibir o parceiro de usar redes sociais, ficar vigiando cada passo que o outro dá na internet e atitudes deste tipo não são garantia de que você não será traída e ainda por cima desgastam a relação.

Conversar também é muito importante. Valorizem a comunicação entre vocês e tentem sempre discutir tudo o que acharem necessário – respeitando e ouvindo com atenção a opinião do outro mesmo que ela seja diferente da sua.