Dicas de Mulher Notícias

Pesquisa revela as fases da vida em que somos mais felizes

Ao contrário do que muita gente pensa, felicidade aumenta progressivamente após os 50 anos

em 12/08/2013

Foto: Thinkstock

Para quem acha que envelhecer é sinônimo de rugas e menos disposição, uma surpresa: uma pesquisa realizada por telefone com mais de 300 mil pessoas entre 18 e 85 anos mostrou que a maioria fica progressivamente mais feliz após os 50 anos. Aos 85 anos, se mostravam mais satisfeitos consigo mesmos do que aos 18.

A pesquisa, no entanto, não descobriu a causa deste fenômeno. “Pode ser que haja mudanças ambientais ou psicológicas na forma como vemos o mundo. Ou pode até ser biológico”, especulou o professor de psicologia Arthur A. Stone, da Universidade Estadual de Nova York, autor de um estudo baseado na pesquisa.

Um estudo anterior realizado pela Universidade de Warwick encontrou níveis de felicidade fazendo uma curva em U, que atingia seu ponto mais baixo em torno dos 45 anos e, em seguida, começava a aumentar à medida em que as pessoas envelheciam. Ou seja, um resultado similar à outra pesquisa.

Embora a qualidade de vida diminua com o passar dos anos, a satisfação mental aumentam. As pessoas mais velhas têm uma apreciação mais profunda do valor da vida, sentimento de realização, mais capacidade de lidar com problemas e de viver no presente, sem se preocupar com o futuro ou em agradar a todos o tempo todo. Têm, também, menos expectativas de si mesmos e uma inclinação maior para ver as situações de forma mais positiva.

Via Daily Mail

Comentários
Dicas relacionadas