Dicas de Mulher Notícias

Pesquisa afirma que mulheres tem tendência a comer mais

Os transtornos alimentares aparecem mais nas mulheres principalmente pela cobrança de imagem

em 07/05/2013

Foto: Thinkstock

Segundo uma pesquisa feita por professores da Michigan State University mulheres tem 10 vezes mais chance de desenvolver transtornos alimentares do que homens e grande parte disso se deve à grande pressão que elas sofrem com a imagem que devem apresentar.

Os estudos se iniciaram com animais e logo se descobriu que o desenvolvimento do transtorno alimentar era presente também em humanos, principalmente levando em consideração que os animais não sofrem pressão para serem mais magros e perfeitos o tempo todo. Logo, além de ter essa disposição a apresentar maiores índices de bulimia, anorexia e compulsão, humanos ainda convivem com a cobrança diária de imagem e padrão.

Os testes se iniciaram com 60 ratos de laboratório, metade deles fêmea. Durante um período foi dada ração comum a eles, a qual, em determinados dias, era substituída por cobertura de baunilha. A tendência a consumir mais doces apareceu cerca de seis vezes mais nas fêmeas do que nos machos. O comportamento compulsivo está sendo associado à sensação de recompensa que se sente após a ingestão de alimentos, principalmente os que contém altos níveis de açúcares.

Estima-se que as respostas aos testes possam auxiliar na criação de medidas contra desordens alimentares e que existem sim, diferenças consideráveis entre homens e mulheres que devem ser levadas em consideração no tratamento. Pode ser o começo de um novo caminho para solucionar este tipo de problema. Os próximos testes envolvem descobrir se o cérebro das fêmeas é mais sensível à esta sensação de recompensa gerada pelo açúcar.

Comentários
Dicas relacionadas