Dicas de Mulher Notícias

Mulher foi demitida do emprego após raspar a cabeça para apoiar irmã

Agora ela processa a empresa que a discriminou pelo seu ato, o qual teve apenas a intenção de dar suporte à irmã doente

em 20/06/2013

É bastante difícil ver alguém que amamos combater um câncer. Mas imagine ter que escolher entre o seu trabalho e mostrar seu apoio. Foi o que aconteceu com Melanie Strandberg, que raspou a cabeça para apoiar a sua irmã, e então foi demitida do seu emprego de cabeleireira.

Foto: Reprodução

Essa é a hairstylist Melanie Strandberg, de Spokane, Washington, que após presenciar a segunda descoberta de câncer de ovário da irmã, decidiu, como apoio a ela, raspar a cabeça. Ela relatou ao site HuffingtonPost que seu empregador, dono da La Rive Salon and Spa, a fez usar uma peruca para trabalhar, porque a cabeça raspada poderia ofender os clientes e inibir a sua capacidade de comercializar produtos para o cabelo. Ela agora está processando o salão.

“Eu decidi que eu não posso simplesmente apoiar [minha irmã] 50% do tempo”, disse Strandberg. Este mesmo ato de solidariedade com pacientes com câncer, infelizmente, já fez com que outros perdessem seus empregos. Em 2011, uma garçonete em Manitoba, Canadá, afirmou que foi demitida porque raspou a cabeça em apoio ao seu tio, que estava morrendo de câncer, segundo relatórios CBC. Um incidente semelhante ocorreu também em 2008.

Phil Haugen, gerente geral da empresa da La Rive, Northern Quest Resort & Casino, diz que a empresa está realizando uma investigação interna sobre o incidente. “Nós nos orgulhamos de celebrar a diversidade e sempre honramos a escolha de um empregado para raspar sua cabeça em apoio de um amigo ou ente querido que está lutando contra o câncer”, disse Haugen, de acordo com a NBC KNDO.

Comentários
Dicas relacionadas