Dicas de Mulher Notícias

11 mitos desbancados sobre os piolhos

Esse problema constrangedor carrega consigo muitas lendas e especulações. Saiba em quais você não deve acreditar

em 06/10/2014

Foto: Thinkstock

Esses pequenos insetos são mais comuns na infância, quando a criança começa a ir para a escola. Porém, nós, adultos, não estamos livres desse terrível mal. Muito se fala sobre o seu tratamento e características, mas nem todos sabem o que, ao certo, é verdadeiro. Conheça os 11 mitos mais comuns sobre eles.

  1. Os piolhos podem saltar de pessoa para pessoa
    Piolhos são insetos parasitas que sobrevivem com o sangue de seu hospedeiro. Eles não saltam – ou voam, como muitos pensam. Eles se movem por meio da indexação, vagando de um hospedeiro para outro por meio de contato cabeça-com-cabeça. Uma vez que encontram um hospedeiro, os piolhos começam sua reprodução. Fêmeas adultas põem ovos (lêndeas), que são cimentadas perto do couro cabeludo da pessoa. Após cerca de uma ou duas semanas, torna-se um piolho adulto.
  2. Ter piolho é ter uma doença
    Os piolhos não são conhecidos por espalhar, necessariamente, uma doença. No entanto como provocam coceira excessiva, por vezes, a coceira pode levar a risco excessivo. Isso pode aumentar as chances de desenvolver uma infecção secundária da pele.
  3. Os piolhos são um sinal de má higiene
    Quando submersos na água, esses insetos se fixam firmemente ao cabelo humano, e os dados mostram que os piolhos podem sobreviver sob a água por várias horas. Isso significa que até mesmo as crianças que se banham regularmente são vulneráveis a este problema. Para se ter uma ideia, a água da piscina com cloro não é suficiente para matá-los.
  4. Você deve usar uma luz forte para encontrá-los
    Um piolho adulto – que é branco-acinzentado, e do tamanho de uma semente de gergelim, move-se rapidamente para evitar a luz, o que faz com que seja difícil de vê-lo. É por isso que os médicos, por muitas vezes, utilizam uma luz especial, como uma luz negra em uma sala escura, para ajudar a detectar os piolhos. No entanto, para remover as lêndeas, ou ovos, você vai precisar de uma boa luz brilhante e de uma lupa.
  5. Uma boa olhada é suficiente para diagnosticar uma infestação

    As lêndeas são da cor branca, e do mesmo tamanho de um nó, dado com um fio de cabelo, ou com uma linha. Por isso, antes de tirar conclusões precipitadas, certifique-se de que o que você está vendo não é apenas sinal de caspas, spray de cabelo, ou até mesmo partículas de sujeira. Se você conseguir enxergar os piolhos andando pela cabeça da pessoa, ou receber o diagnóstico de um médico, aí, sim, inicie um tratamento.

  6. Xampu anti-piolhos é suficiente para eliminá-los
    Não existem produtos de remoção de piolhos que sejam 100% eficazes para matar os ovos. Você ainda precisa vasculhar o cabelo com um pente fino, próprio para isso (você pode comprar um na farmácia), e examinar seção por seção do cabelo. Assim, remova qualquer piolho que encontrar com a mão. É importante salientar que nem todos os xampus anti-piolho são seguros para crianças e jovens. Antes de utilizar qualquer substância, consulte um dermatologista.
  7. Se o medicamento não funcionar, repetir o uso quantas vezes for necessário
    Você pode precisar fazer um tratamento de acompanhamento de uma semana a 10 dias após a primeira tentativa, mas nunca repetir o tratamento com a mesma medicação mais do que duas ou três vezes. Pode ser que você esteja utilizando o produto de forma incorreta ou os piolhos são resistentes a ele. Lembre-se: as drogas usadas para tratar piolhos são inseticidas e podem ser perigosas à saúde se foram mal ou demasiadamente utilizadas. Portanto, pergunte ao seu médico sobre métodos alternativos.
  8. Você pode lavar o cabelo de seu filho um dia após aplicar o remédio de piolhos
    Lavar o cabelo com xampu normal, em menos de dois a três dias após a aplicação do xampu anti-piolhos, pode interferir com a medicação e torná-la menos eficaz. Além disso, não utilize condicionador no cabelo antes de usar o medicamento para piolhos. Condicionadores pode atuar como uma barreira que impede o medicamento de se fixar ao cabelo, reduzindo a sua eficácia.
  9. Tratamentos alternativos não funcionam
    Alguns pais relatam bons resultados usando azeite (só não se esqueça de esperar dois ou três dias depois de usar o xampu anti-piolhos). A ideia é que o óleo sufoque os piolhos e as lêndeas e as impeça de se mover pela cabeça. Se você está pronto para experimentar esse método, saiba como fazer: molhe completamente o cabelo de seu filho com o óleo. Em seguida, cubra o cabelo com uma toalha ou touca de banho durante a noite. Lave o óleo com água morna e xampu. Alguns pais também relataram sucesso com o revestimento da cabeça de seu filho com vaselina ou maionese. Um estudo que examinou vários remédios caseiros (incluindo vinagre, álcool, azeite, maionese, manteiga derretida e vaselina) descobriu que a vaselina matou a maioria dos ovos.
  10. Agora você precisa limpar sua casa inteira
    Ao contrário do que muitos pensam, após uma crise de piolhos, você só precisa limpar os itens com os quais a cabeça de seu filho teve contato 48 horas antes do tratamento. Isso inclui objetos como travesseiros, lençóis, pentes, escovas e roupas. Mergulhe pentes e escovas em água fervente de cinco a 10 minutos. Lave as roupas de cama do seu filho e quaisquer outras roupas em água quente e seque na temperatura alta da secadora. Os itens que não podem ser lavados, como casacos, brinquedos de pelúcia ou sacos de dormir pode ser lavados a seco, ou você pode colocá-los em um saco plástico selado por duas semanas. Você também pode aspirar o chão e móveis, onde a pessoa infestada esteve sentada – no entanto, o risco de contrair piolhos do tapete ou móveis é muito pequeno, pois piolhos adultos só sobrevivem um ou dois dias fora da cabeça humana sem alimentar-se de sangue.
  11. Você deve remover todas as lêndeas após o tratamento
    Ao contrário da crença popular, as lêndeas mortas não são contagiosas. Depois de ter seguido as instruções de uso do xampu anti-piolhos, e todos eles, bem como as lêndeas estiverem mortos, o seu filho pode voltar para a escola.

Via Yahoo Shine

Comentários
Dicas relacionadas