Dicas de Mulher Notícias

Enxaguantes bucais podem piorar o hálito, segundo estudo

Se administrado incorretamente, o produto não tem eficácia alguma sob o hálito

em 20/06/2013

Foto: Thinkstock

A ideia de ter um hálito fresco e mentolado e de ter uma boca limpa é realmente tentadora. E graças a ela, as vendas de antissépticos bucais têm crescido nos últimos anos. Mas, apesar de o antisséptico ser, por muitas vezes comercializado como uma forma de manter sua boca limpa e prevenir doenças da gengiva, ele pode prejudicar a sua higiene bucal.

Um estudo no Journal of Clinical Dentistry do início deste ano constatou que o bochecho com um antisséptico bucal duas vezes por dia reduziu o acúmulo de placa bacteriana e redução de gengivite (inflamação das gengivas), ao longo de seis meses.

No entanto, as opiniões sobre os benefícios de bochechos com esse produto variam. “Há alguma evidência de que o uso de antissépticos bucais tem algum benefício clínico na redução dos níveis de placa – mas muito pouco”, diz o professor Damien Walmsley, assessor científico da British Dental Association. “Eu diria que, embora eles sejam úteis, eles nunca poderão ser substituídos pela ação mecânica de uma escova de dentes para obter dentes e gengivas limpas.

“Se você tiver uma boa higiene oral – escovando bem os dentes e usando bem o fio dental – tem um baixo nível de cáries e não sofre de doença periodontal ou mau hálito, então provavelmente você está desperdiçando seu dinheiro”, diz o dentista Dr. Phil Stemmer , do Centro de hálito fresco em Londres.

O problema é que algumas pessoas acham que podem apenas realizar o bochecho, ao invés de limpar os dentes corretamente. “Nada poderia estar mais longe da verdade”, diz Sally Goss, um higienista dental na Harley Street Dental estúdio, em Londres.

“Eu recebo um monte de novos pacientes que pensam que estão fazendo um trabalho fabuloso porque eles estão usando o antisséptico, mas quando eu olho sua boca, vejo uma história diferente – ainda há tártaro (placa endurecida) e sinais de doença gengival” afirma Goss.

Comentários
Dicas relacionadas