Dicas de Mulher Notícias

8 estatísticas surpreendentes a respeito da infidelidade

Homens e mulheres traem, mas por razões diferentes, segundo a pesquisa

em 07/06/2013

Foto: Thinkstock

A infidelidade é algo que intriga muitos especialistas e a cada dia que passa mais e mais pesquisas são lançadas sobre o assunto. Entre 2008 e 2009, a Dra. Leanna Wolfe fez um questionário chamado “Quem trai e porque”, que ajudou a levantar diversas estatísticas sobre a infidelidade e sobre quem a comete. Confira as oito informações curiosas e surpreendentes:

  1. Mulheres tendem a trair quando são mais jovens (24-45 anos) e homens quando estão mais velhos (36-55).
  2. Mulheres são mais propensas a trair entre 10 a 20 anos antes de seus parceiros.
  3. 72% das pessoas que traem já foram traídas.
  4. Os infiéis mais jovens (18-35) tendem a procurar outros parceiros por atenção, e os mais velhos (36+) buscam nos amantes uma vida sexual diferente e ativa.
  5. Homens buscam a satisfação de suas fantasias sexuais e desejos enquanto as mulheres buscam companhia.
  6. Homens acima de 56 anos consideram um casamento sem sexo (54%) e uma esposa que não pode fazer sexo por questões de saúde (43%) motivos aceitáveis para traição.
  7. Mulheres se preocupam mais com o quesito sentimental da traição (se seus parceiros sentem algo por outra) enquanto homens se preocupam com o físico (se suas parceiras se sentem atraídas por outros).
  8. Homens tendem a aproveitar uma traição mais do que as mulheres.

A pesquisa ainda se estendeu para descobrir o que homens e mulheres consideram traição, e atos como sair para jantar com outra pessoa são considerados, sim, pelos dois sexos, como um ato de infidelidade (30% dos homens e 41% das mulheres).

Comentários
Dicas relacionadas