Dicas de Mulher Notícias

5 fatos que você precisa saber sobre gordura corporal

Conheça algumas curiosidades sobre os diferentes tipos de gordura presentes no nosso organismo

em 19/09/2013

Foto: Thinkstock

Muito do que sabemos sobre gorduras se baseia em dietas e restrições alimentares. Porém, existem algumas características e fatos sobre ela que poucos de nós conhecemos. Saiba quais são:

  1. Elas são separadas por cores
    Existem diferentes tipos de gorduras com diferentes funções (e cores!). A gordura branca é a gordura inútil, com baixa taxa metabólica e que não auxilia na queima de calorias. É o tipo predominante de gorduras no corpo humano, e abrange mais de 90% dele. Em outras palavras, é uma unidade de armazenamento de calorias extras. A gordura marrom é de cor mais escura devido a um fornecimento rico de sangue. Ela pode ajudar a manter o corpo aquecido, porém, os seres humanos, infelizmente, têm tão pouca gordura marrom no organismo que não podem utilizá-la para a queima de calorias ou para mantê-lo aquecido. O terceiro tipo de gordura, gordura bege, está entre a branca e a marrom em termos de sua capacidade de queima de calorias. Pesquisadores estão procurando maneiras para mudar as células de gordura branca em mais gorduras bege “metabolicamente ativas”, por meio de dieta, exercícios ou suplementos. De fato, há evidências preliminares de que certos hormônios são ativados pelo exercício.
  2. A gordura em seu bumbum é mais saudável do que a gordura em sua barriga
    A gordura da barriga, também conhecida como gordura visceral, é muito mais sensível ao hormônio do estresse cortisol em comparação com a gordura nas coxas e bumbum. Portanto, quando o estresse bate forte, quaisquer calorias extras consumidas são mais propensas a irem parar em torno de sua cintura. A gordura da barriga também é muito mais inflamatória do que a gordura localizada em outras partes do corpo. O óleo de peixe (que contém Ômega3) e probióticos podem ajudar a evitar o problema e você pode encontrá-los em forma de pílula.
  3. Primeiro você queima calorias, depois você queima gordura
    O termo “queima de gordura” é muito utilizado nas academias, mas é errado utilizá-la como uma expressão da perda de peso. Antes de “queimar” gordura, você queima calorias, se essas calorias forem provenientes de carboidratos armazenados (glicogênio e de açúcar no sangue).
  4. A gordura afeta o seu humor
    Quando se deseja perder peso e o contrário acontece, isso tem um impacto direto no bem-estar da pessoa que se sente frustrada por não atingir o objetivo. Porém, a alteração de humor não se resume a isso. O excesso de gordura, especialmente em torno de sua barriga, ativa um ciclo de inflamação e liberação de cortisol que é apontado como um hormônio que pode facilitar o aparecimento de transtornos de humor graves, como transtorno bipolar.
  5. Mesmo pessoas magras podem ter celulite
    Os temidos furinhos causados por gordura sob a pele, (conhecida como gordura subcutânea), são muito temidos também pelas mais magras. A pele que se sobrepõe a essa gordura é criada pelos tecidos conjuntivos que ligam a pele ao músculo subjacente, e a gordura fica “presa” entre essa pele. Para ter essa aparência ondulada que a celulite causa, não é necessário ter uma grande quantidade de gordura.

Via Yahoo Shine

Comentários
Dicas relacionadas