Dicas de Mulher Notícias

10 curiosidades sobre os esmaltes

Conheça alguns fatos que você não sabia sobre o esmalte e as suas unhas

em 24/09/2014

Foto: Thinkstock

Se você precisar, pode encontrar esmaltes em quase todos os salões de beleza, lojas de cosméticos e mercados disponíveis – afinal de contas, todas nós gostamos de andar com as unhas bem cuidadas. Mas você já parou para considerar as origens do esmalte, ou fatos interessantes sobre unhas em geral? Veja abaixo 10 coisas sobre o assunto que você talvez nunca tenha pensado:

  1. Durante a dinastia Ming o esmalte foi feito a partir da combinação de cera de abelha, clara de ovo, gelatina, corantes vegetais e goma arábica e, em seguida, aplicado às unhas das mulheres de classe superior.
  2. Você deve agradecer à indústria automobilística pela fórmula do esmalte de hoje. O esmalte que usamos hoje é feito do mesmo material usado na pintura dos carros.
  3. Reutilize vidrinhos vazios (e limpos) de esmalte para armazenar óleo vegetal. Ele é um poderoso amaciador de cutículas, que também as mantêm saudáveis.
  4. Você pode reparar pequenos buracos em vidros, seja ele em uma janela, ou no pára-brisas, com o esmalte. Preencha os buraquinhos com algumas gotas de esmalte claro, e deixe secar. Isso também funciona com pisos, e até com madeira.
  5. Não há comprovação científica de que a aplicação de esmalte com gelatina ou formol tenha qualquer benefício para a obtenção de unhas mais fortes. Esta combinação só vai deixar as unhas duras e inflexíveis e, portanto, mais suscetíveis à quebra.
  6. Esmaltes escuros como o marrom, vermelho, roxo e preto podem manchar suas unhas. Quando o esmalte é removido, ele vai deixar a unha sem cor ou amarelada. A descoloração vai desaparecer ao longo do tempo, a menos que você reaplique cores escuras de forma contínua.
  7. A realeza francesa no século XVIII possuía empregados para fazer suas unhas, independentemente do sexo. Isso porque as mãos ásperas e com unhas tortas aparentavam sinal de uma classe inferior.
  8. As unhas crescem mais rápido quando são frequentemente cortadas, em pessoas mais jovens, em climas mais quentes e durante o dia.
  9. Em setembro de 2007, Jill Brent notou um pequeno risco em seu carro e decidiu pintá-lo de novo com esmalte, e aos poucos isso se tornou uma obsessão. Em outubro de 2007, seu carro tornou-se uma colcha de retalhos de cores. Ela estima que usou cerca de 250 vidros de esmalte, a maior parte deles doados. As crianças adoram o visual do seu carro.
  10. Unhas pintadas nem sempre foram culturalmente aceitáveis. Durante os anos 50, cores vibrantes (como o vermelho) foram consideradas promíscuas e todo esmalte deveria ser removido no domingo antes de cultos das igrejas.
Comentários
Dicas relacionadas