Dicas de Mulher Notícias

10 coisas que podem influenciar a sua memória e você não sabia

Perder a memória é algo que todos temem, principalmente com o avanço da idade. Por isso, muitas pesquisas são feitas a fim de trazer esperança neste sentido

em 30/05/2013

Foto: Thinkstock

O jeito como guardamos as informações em nossa memória sempre intrigou a ciência e estudos sobre isso e sobre como melhorar as maneiras para que as memórias não se percam facilmente são feitos todos os anos em busca de uma resposta cada vez melhor de como o cérebro funciona. Confira a seguir 10 coisas que podem influenciar a sua memória positiva ou negativamente e que podem ajudar no dia-a-dia:

  1. Medicamentos e drogas prescritas podem deletar memórias: Mesmo com as memórias sendo parte de nosso caráter e personalidade, algumas podem ser muito dolorosas e perturbadoras, quando relembramos, revivemos a memória em uma parte do cérebro e a química ajuda a bloquear o sofrimento e até mesmo a ajudar a memória a ser apagada.
  2. Usar fontes mais difíceis de serem lidas pode ajudar a memorizar o que está escrito: O teste foi feito em uma escola, com a infame Comic Sans e a básica Arial. A Comic Sans, por ser mais fácil de ler, causou muito menos impacto na mente das crianças e o texto quase não se fixou na mente.
  3. Dor pode diminuir o sentimento de culpa: Um teste feito com dois grupos, os quais deveriam escrever uma lembrança da qual se sentissem culpados comprovou que a dor alivia a sensação de culpa de uma memória antiga. Metade das pessoas teve que colocar o braço num balde com gelo e a outra metade na água morna. Os que sofreram o impacto do gelo, ao escrever novamente se sentiam menos culpados, pois a dor os fazia sentir como se pagassem pelo erro.
  4. Como você cuida das anotações pode influenciar: Se você escreve algo sobre suas memórias e logo em seguida danifica o papel e o descarta, por assimilação você tende a descartar a memória que estava nele e ela passa a ser menos importante. Se você cuida bem do papel, por exemplo dobrando ele e colocando no bolso, elas tendem a ficar mais na mente e serem mais importantes.
  5. A limpeza pode influenciar nas memórias: Se você se limpa depois de uma experiência ruim, por exemplo, lavando as mãos, o cérebro assimila a limpeza com a lavagem das coisas ruins e você pode se sentir melhor, ou menos culpado, ou ainda com menos dúvidas após uma decisão. O mesmo vale com as coisas boas, lavar-se após o acontecimento de algo bom pode remover parte da sensação de satisfação.
  6. Falar mais de uma língua: Ser fluente em línguas diferentes pode retardar a demência quando você estiver mais velho. Além disso, as crianças tendem a se saírem melhor quando aprendem mais de uma língua, pois elas ajudam na concentração, no foco e na resolução de coisas mais complexas, pois trabalham mais o cérebro em diferentes áreas.
  7. O que você come pode influenciar: Os doces e principalmente a gordura podem dificultar e prejudicar a retenção de memórias, apesar da ciência já ter descoberto que o chocolate ajuda a mente, é melhor pegar leve com as outras coisas. Até porque, uma dieta mais saudável é benéfica a todo o corpo.
  8. Podemos nos treinar para esquecer coisas: O mesmo local da mente que é ativado para controlar impulsos é usado para suprimir memórias, o que significa que pode ser controlado e principalmente em casos de memórias não tão impactantes, guardá-las ou suprimir elas pode ser controlável.
  9. Distrações na velhice podem ajudar: Um teste feito com um grupo de jovens e outro de velhinhos provou que a memória ativada com pequenas surpresas e distrações pode ser melhor na velhice. Os jovens não tiveram nenhuma diferença de resultado, mas os idosos apresentaram uma melhora de 30% nas palavras da lista que tinham que memorizar, quando em um teste surpresa, foi requisitado.
  10. Sons à noite podem ajudar a memória: Memórias associadas a sons podem ser fixadas mais eficientemente se os mesmos sons forem tocados durante a noite. Os cientistas investigam a fixação da memória durante o sono, e por enquanto, repetir os mesmos sons durante a noite, de algo que se quer fixado na mente, tem surtido ótimos resultados.

Manter a mente e o corpo sempre ativos ajudam não só a saúde, mas o bem estar, assim como estudar e aprender coisas novas e associá-las com outras coisas contribui para uma melhor fixação.

Comentários
Dicas relacionadas