Ninfoplastia, a cirurgia íntima mais procurada

A redução dos pequenos lábios vaginais tem resultado estético, mas também melhora a autoestima e deixa a mulher mais à vontade para aproveitar a vida sexual

Atualizado em 07/06/2013 16:14

cirurgia intima ninfoplastia Ninfoplastia, a cirurgia íntima mais procurada

A preocupação da estética da região genital (íntima) sempre existiu, porém nunca houve tanta procura pelas cirurgias plásticas desta região. Creio que isso se deve à melhora das técnicas cirúrgicas e principalmente pela maior divulgação destas cirurgias.

Muitas pacientes me confidenciam que sempre se preocuparam e se sentiram desconfortáveis com a estética genital, mas nunca souberam que poderia melhorá-la. A procura destas cirurgias aumenta na mesma intensidade em que as cirurgias são divulgadas, visto que as pacientes operadas não costumam conversar nem confidenciar sobre a cirurgia, nem mesmo com familiares ou amigas próximas.

Entre as cirurgias íntimas mais procuradas estão a ninfoplastia (redução dos pequenos labios vaginais), a redução do Monte de Venus, a correção dos grandes lábios vaginais, a perineoplastia.

Sem dúvida nenhuma, a mais procurada entre elas é a ninfoplastia, também conhecida como labioplastia. Ela é indicada para a correção do excesso dos pequenos lábios vaginais.

Os pequenos lábios vaginais são duas estruturas localizadas na parte interna dos grandes lábios vaginais. Iniciam-se próximo ao clitóris e se estendem até final da entrada da vagina. Geralmente ficam cobertos pelos grandes lábios e não são visualizados na partes externa da genitália.

Muitas pacientes apresentam um aumento dos pequenos lábios vaginais, fazendo com que os mesmos fiquem aparentes, ultrapassando os grandes lábios, gerando muito desconforto.

A maioria dos casos é genética, mas o uso de anabolizantes ou hormônios podem gerar um crescimento excessivo dos pequenos lábios vaginais. O tamanho ou aumento não têm relação com a vida sexual da paciente, com a frequência, nem com a idade de inicio das relações sexuais.

A cirurgia é simples. Visa retirar o excesso, apenas a parte externa (visível) e não amputar os pequenos lábios vaginais, visto que os mesmos têm função de proteger a vagina e ajudar na lubrificação. Como a parte externa é comumente mais escura, a cirurgia acaba clareando os pequenos lábios, pois retira a porção mais escurecida.

Realizada com anestesia local (podendo associar sedação), dura em torno de 40 minutos, com alta no mesmo dia. A grande maioria das pacientes que opero, operam na sexta-feira e trabalham na segunda-feira. A dor é incomum, sendo normal um leve desconforto local na primeira semana.

O resultado costuma agradar as pacientes, pois alem de alterar a anatomia, retiram um grande peso psicológico, já que muitas não se trocam na frente de outras pessoas, não se sentem à vontade com o parceiro e até ficam desconfortáveis com biquíni. Retirado o excesso, ficam mais à vontade para se expor e aproveitar a vida sexual.