Melhore a segurança dos seus filhos em casa

Noventa por cento dos casos de acidentes podem ser evitados com atitudes de prevenção

Por Gisele Macedo Sá
Atualizado em 09/08/2013 13:48

melhore a seguranca dos filhos Melhore a segurança dos seus filhos em casa

Quando se trata de crianças, a máxima “todo cuidado é pouco” é mais do que coerente. Dentro de casa, o que para um adulto pode ser apenas um móvel ou uma atividade rotineira, com uma criança por perto, pode se tornar uma verdadeira armadilha.

Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de 5 mil crianças, de 1 a 14 anos, morrem por ano por causa de acidentes. Ainda segundo Ministério, os estudos mostram que 90% dos casos poderiam ser evitados com prevenção. Para evitar os acidentes domésticos e deixar a casa mais segura para os pequenos é primordial tomar algumas atitudes.

Segundo a pediatra, Cláudia Renata L. Silva, a cozinha é o lugar mais perigoso da casa. Por isso os aparelhos elétricos devem ser mantidos longe do alcance das crianças e elas nunca devem manuseá-los sozinhas. Enquanto cozinhar, tente mantê-las longe e também coloque os cabos das panelas virados para a parte de dentro do fogão. Prefira um fogão com válvulas de gás com dispositivo de segurança. Isso evitará que a criança mexa nele e deixe o gás vazar.

Facas e utensílios pontudos podem ser colocados em gavetas altas para dificultar o acesso. Na mesa, deve-se tomar cuidado com as toalhas. “Se uma criança puxa a toalha, tudo que tem em cima da mesa vai cair nela, e os alimentos quentes podem causar queimaduras de até 3º grau”, explica a médica.

Em um ambiente com escada é imprescindível o corrimão, além de um piso adequando para prevenir escorregões. Evite o uso de tapetes nesses locais. Todas as tomadas não utilizadas da casa devem ser lacradas com fitas ou tampas de segurança. Isso evitará que os pequenos coloquem os dedinhos nos buracos das tomadas. Apartamentos ou casas com mais de um andar devem ter telas de proteção nas janelas, além de travas que só podem ser acionadas por um adulto.

Já na área de serviço a preocupação deve ser com os produtos de limpeza. Procure utilizar produtos não inflamáveis e mantenha todos em um local seguro, longe do alcance das crianças e, de preferência, trancados. Nunca reutilize embalagens de refrigerante ou de comida para armazenar produtos de limpeza.

Em todo canto, em todo lugar

Na hora do banho as crianças devem ser supervisionadas. O banheiro pode oferecer muitos riscos de uma só vez, como um piso molhado escorregadio e um aparelho elétrico ligado. Mantenha os remédios em armários trancados e fora do alcance dos pequenos. Evite deixar aparelhos como barbeadores elétricos e secadores ligados na tomada e guarde-os em um local seguro.

Se no seu banheiro tiver uma banheira ou você utilizar banheiras e baldes de plásticos nunca deixe os bebês sozinhos durante o banho e esvazie os recipientes assim que utilizá-los. Se tiver piscina, mesmo que de plástico e pequena, não as deixe destampadas e evite que as crianças tenham acesso à elas se estiverem sozinhas.

Os móveis de casa podem oferecer risco às crianças se tiverem quinas em lugares de passagem ou de circulação. Para evitar os acidentes use protetores específicos. No quarto, é preciso observar os brinquedos das crianças. Verifique se eles soltam pequenas peças que poderão ser engolidas e se o brinquedo possuí o selo do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) que certifica os testes quanto aos riscos que podem oferecer à criança.