O poder das massagens estimulantes

Saiba como estimular cada região do corpo do parceiro, para potencializar o prazer a dois

Por Carolina Werneck
Atualizado em 24/05/2013 10:17
massagens estimulantes O poder das massagens estimulantes

Foto: Thinkstock

Após um dia cansativo de trabalho, nada melhor que uma massagem para extravasar as tensões acumuladas e deixar o corpo relaxado. Se ela for feita pela pessoa amada e vier acompanhada de muito carinho, não há quem resista.

Uma boa massagem pode ajudar o casal a se soltar, revelando sensações antes inexploradas através do toque das mãos e tornando o sexo ainda mais prazeroso. Para surpreender seu parceiro, vale a pena conhecer as zonas mais sensíveis às massagens estimulantes.

Orelhas

Começar pelas orelhas pode ser uma boa maneira de preparar o amado para o que está por vir. Os homens são ainda mais sensíveis que as mulheres a toques nessa região do corpo, por isso invista seu tempo nela. Passe o indicador pela parte interna da orelha e depois pressione levemente os lóbulos com os polegares e indicadores. Como todo mundo sabe, beijos na orelha são sempre bem vindos, então use e abuse também deste recurso.

Ombros e costas

Por serem regiões amplas, as possibilidades são inúmeras. Comece massageando os ombros, com movimentos firmes de “amassamento”, usando toda a superfície da palma da mão e os dedos. Essa técnica ajuda a relaxar e liberar a tensão acumulada. Depois passe para a parte de trás dos ombros, friccionando a palma da mão em movimentos firmes e ligeiramente circulares, percorrendo toda a região.

A partir da lombar, use os dedos para correr toda a coluna vertebral do parceiro com pequenos beliscões. Eles devem ser firmes, mas não podem ser um incômodo, por isso saiba dosar a força aplicada. Suba e desça diversas vezes com o mesmo movimento ágil.

Por último, massageie toda a região das costas, alternando entre a palma da mão e os dedos, e variando ainda entre pegadas firmes e leves. A mistura dos diferentes movimentos é sempre excitante. Mais uma vez, beijos e carinhos podem e devem ser acrescentados.

Tórax

De frente para o parceiro ou, preferencialmente, deitada sobre ele, friccione as palmas das mãos sobre o tórax do parceiro, alternando movimentos leves e firmes e complementando a massagem com beijos na área.

Barriga

Invista em movimentos verticais suaves, parando de vez em quando para percorrer o umbigo com a língua.

Pés

Importantes e contraditórios, os pés merecem atenção especial. São uma fonte de grande relaxamento, quando bem massageados. Evite movimentos com as pontas dos dedos e toques suaves demais, que podem causar cócegas.

Parte interna das coxas

Última etapa antes do sexo propriamente dito, a massagem na parte interna das coxas é a cereja do bolo. Comece a partir dos joelhos e vá subindo, usando as palmas das mãos em movimentos firmes, até a virilha. Para potencializar o efeito da massagem, repita-a diversas vezes, até que seu parceiro não resista mais e a puxe para a ação de verdade.

Para apimentar ainda mais a massagem, experimente usar um óleo aromático. Você e o gato vão se surpreender.